HAICAI BRASILEIRO

Jornal Nippak publica aqui os haicais enviados pelos leitores. Haicai é um tipo de poema que se originou no Japão. Seu maior expoente é Matsuo Bashô (1644-1694). O haicai caracteriza-se por descrever, de forma breve e objetiva, aspectos da natureza (inclusive a humana) ligados à passagem das estações. Hoje, no mundo inteiro, pessoas de todas as idades e formações escrevem haicais em suas línguas, atestando a universalidade dessa forma de expressão.

Envie seus haicais (no máximo três de cada tema sugerido) digitados ou em letra legível, com nome (mesmo quando preferir o uso de pseudônimo), endereço e RG.

Cada pessoa pode participar com apenas uma identidade.

A seleção dos trabalhos é feita pelos haicaístas Edson Kenji Iura Francisco Handa.

Envie suas cartas para:

Haicai Brasileiro

A/C Jornal Nippak

Rua da Glória, 332

CEP 01510-000 São Paulo-SP

E-mail: jornaldonikkey@yahoo.com.br

Cc. ashiguti@uol.com.br

 

 


 

Fim de ano (tema para dezembro)

 

No início era o ciclo das estações em seu eterno retorno, renovando a natureza a cada ano. E o homem, necessitado de prover significação ao caos da existência, organizou suas atividades obedecendo a um ciclo anual, o que trouxe ao menos a ilusão de controle sobre sua vida. Assim convencionado, o fim de um ciclo, ou seja, o fim de um ano, é o limite para atingir as metas projetadas no começo do período. É, portanto, um tempo de grande correria e ansiedade. Ao mesmo tempo, oferece a oportunidade para um balanço: à imagem da natureza que se renova, a possibilidade de redenção dos erros cometidos e a esperança por tempos melhores sempre se abrem a partir do ano novo que em breve se inicia. O fato de o mundo inteiro fazê-lo ao mesmo tempo apenas reforça o grande simbolismo da época, que atinge uma dimensão ritualística, seja ela de natureza religiosa ou secular.

 

As preocupações

por ora deixo de lado –

Chegou o fim de ano.

Soichiro Yoshida

 

 

 

 


 

 

TEMAS DE OUTUBRO

 

 

 

Lua nublada – Gorjeio – Amoreira

 

Ah, essa amoreira

plantada por meu avô:

ainda viçosa

Araken Barbosa

Recife, PE

 

As frutas maduras –

o roxo das amoreiras

nas mãos do guri.

Benedita Azevedo

Magé, RJ

 

Sob a lua nublada –

O casal de namorados

se divertindo.

Carlos Bueno

São Paulo, SP

 

crianças se alegram

quando chegam à amoreira

coberta por frutos

Carlos Viegas

Brasília, DF

 

Os frutos bem roxos –

Criançada no recreio

com a velha amoreira.

Cristiane Cardoso

São Paulo, SP

 

sem pressa de voltar

encho o cesto de gorjeios

pássaros do pomar

Elisa Campos

São Paulo, SP

 

Com gorjeio, acordo!

O som vem das gaiolas

no quintal ao lado.

Iraí Verdan

Magé, RJ

 

a lua nublada

no amplo caminho celeste

imerge… emerge…

Irene M. Fuke

São Paulo, SP

 

Madrugada em claro –

Só me dou conta quando ouço

gorjeio dos pássaros.

João Krefer

São Paulo, SP

 

outro amanhecer

gorjeio de passarinho

ainda sem nome

José Marins

Curitiba, PR

 

Galhos desnudos,

aqui, ali, folhas tenras

na vetusta amoreira.

Kazue Yamada

São Paulo, SP

 

Aqui no quarto

o som do despertador –

Lá fora os gorjeios.

Mahelen Madureira

Santos, SP

 

enxada no chão –

entrega-se o lavrador

ao doce gorjeio

Regina Alonso

Santos, SP

 

Cedinho, no parque,

Ouvindo alegres gorjeios,

Passeia o idoso.

Reneu Berni

Goiânia, GO

 

de vez em quando

o silêncio fica maior

ah… lua nublada

Rose Mendes

Ilhabela, SP

 

Quase de manhã

entre um sonho e o despertar –

Gorjeio suave

Seishin

São Paulo, SP

 

Em divisa do muro

Amoreira carregada

De frutas roxinhas.

Yone

São Paulo, SP

 

Vindo do jardim

um gorjeio inesperado

me dá boas vindas.

Zekan Fernandes

São Paulo, SP

 

 

 

Temas de dezembro (postar até 10 de novembro)

Margarida – Besouro – Fim de ano

Temas de janeiro/2018 (postar até 10 de dezembro)

Bica – Cascudo – Samambaia

 

Related Post

ESPETÁCULO: Grupo japonês YUI se apresenta gratuit... Depois do enorme sucesso no ano passado, o grupo YUI - Trio de Instrumentos Tradicionais do Japão volta ao Brasil para duas únicas apresentações. O pr...
FUNDAÇÃO MOKITI OKADA (CORAL) – ABRE INSCRIÇ... Aulas Gratuitas Ensaios: Quintas-feiras, 14h Inscrições: Devem ser realizadas até o dia 06/04/2016 no tel. 11/2539-8002 ou e mail: musical@fmo.o...
34ª EXPOSIÇÃO BRASILEIRA DE NISHIKIGOI Palestras: 17/05 – 10h30 – Marcelo Assano Onde: Parque Dr Fernando Costa (Av.Francisco Matarazzo 445, Água Branca/SP) Dia 16 e 17/05/2015 Horário...
SÃO PAULO 462 ANOS: Exposição no Pavilhão Japonês ... Para o paulistano que pretende ficar na Capital neste feriado prolongado, uma dica é conferir a exposição “O Olhar Japonês no Brasil”, que acontece de...

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *