IKEBANA: Instituto Ikenobo do Brasil realiza cerimônia ‘Hatsuike 2015’

O Instituto de Ikebana Ikenobo do Brasil realizou nesta sexta-feira (9), no Restaurante Shintori, em São Paulo, a cerimônia “Hatsuike 2015”, ou “A primeira flor do ano”, que é o agradecimento a Deus e a natureza pela missão concedida a cada um na formação de um mundo melhor.

 

Evento do Instituto de Ikebana Ikenobo do Brasil reuniu diretoria do instituto, autoridades e convidados no Restaurante Shintori (foto: Jiro Mochizuki)

Evento do Instituto de Ikebana Ikenobo do Brasil reuniu diretoria do instituto, autoridades e convidados no Restaurante Shintori (foto: Jiro Mochizuki)

 

O evento, que marca o início das atividades do instituto, contou com a presença do presidente da Associação Ikebana do Brasil, Erisson Thompson de Lima Júnior; o presidente de honra do Bunkyo (Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e de Assistência Social), professor Kokei Uehara; o artista plástico Yutaka Toyota e o Vereador Aurélio Nomura (1º Secretário da Câmara Municipal de São Paulo), além das diretoria do Instituto Ikenobo.  A exposição ficou aberta no sábado (10).

 

 

Fotos: Jiro Mochizuki

 

Redação

Redação

nippak@nippak.com.br
Redação

Últimos posts por Redação (exibir todos)

Related Post

Poesia japonesa ganha destaque na Casa Guilherme d... Serão apresentados haicais de diversos autores, japoneses e brasileiros, além de alguns escritos por Guilherme de Almeida Durante sua trajetória co...
TÊNIS DE MESA: Brasileiros participam de estágio n... Desde 1987 mesa-tenistas brasileiros iniciaram um intercâmbio com a empresa Butterfly no Japão.   A partir da esquerda: Jessica, Afonso, E...
CULTURA: 1º Fuyumatsuri do Bunkyo de Mogi espera m... Na “contramão” da maioria das entidades nipo-brasileiras, que estão realizando seus eventos às custas de muito sacrifício – em especial neste ano, com...
HAICAI BRASILEIRO O Jornal Nippak publica aqui os haicais enviados pelos leitores. Haicai é um tipo de poema que se originou no Japão. Seu maior expoente é Matsuo Bashô...

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *