INDAIATUBA: Dia da Comunidade Japonesa é celebrado neste domingo no Ciaei

A celebração do Dia da Comunidade Japonesa em Indaiatuba acontece nesse próximo domingo (dia 21 de junho) na Sala Acrísio de Camargo do Ciaei (Centro Integrado de Apoio à Educação de Indaiatuba). As festividades começam a partir das 15 horas e vão até as 18 horas.

 

Evento em Indaiatuba contará com a participação de alunos de Escolas Municipais de Educação Básica (Foto: divulgação)

Evento em Indaiatuba contará com a participação de alunos de Escolas Municipais de Educação Básica (Foto: divulgação)

 

O evento é organizado pela Acenbi (Associação Cultural, Esportiva Nipo-Brasileira de Indaiatuba) em parceria com a Prefeitura Municipal. Trata-se de uma oportunidade para a população do município e da região apreciar um belo festival de manifestações da cultura japonesa. A programação conta com apresentações de canto, dança, taiko (tambores) e exposição.

Participam desse festival alunos da EMEB Miyoji Takahara, EMEB Osório Germano e Silva Filho e Escola de Língua Japonesa da Acenbi, grupos de dança da Acenbi e da Associação Nipo-Brasileira de Salto. Outras duas atrações completam a progamação artística: o grupo de taiko Kawasuji Seiryu Daiko, de Atibaia, e a cantora Karen Ito, de São Paulo.

A entrada é gratuita e o público poderá ainda participar de sorteios de prêmios no final do evento.

 

Desde 2011 – O Dia da Comunidade Japonesa passou a ser comemorado em Indaiatuba a partir de 2011, após ser instituído por lei aprovada pela Câmara dos Vereadores em 2010. A data integra o calendário oficial do município para ser celebrada no terceiro domingo de junho.

O mês de junho faz referência à chegada do navio que trouxe o primeiro grupo de imigrantes japoneses ao Brasil. O dia 18 de junho de 1908, quando chegou o navio Kasato Maru no porto de Santos (SP), representa o marco da imigração japonesa no país.

 

80 anos em Indaiatuba – Em Indaiatuba, a história da imigração japonesa está completando 80 anos nesse ano. Essa data festiva será homenageada durante a Fenui 2015 (Festa das Nações Unidas de Indaiatuba), que acontecerá em julho no Pavilhão da Víber.

O primeiro imigrante japonês a chegar em Indaiatuba foi Nakaji Gomassako, em 1935. Ele se estabeleceu com sua família na Fazenda Pimenta para cultivar algodão e arroz em terras arrendadas.

A partir da década de 1940, outras famílias japonesas se fixaram no município para exercerem atividades agrícolas. E foi nessa área que os japoneses prestaram importante contribuição, durante décadas, no desenvolvimento do município. A Festa do Tomate, promovida pela colônia japonesa em parceria com o poder público, ficou conhecida inclusive em outros Estados.

A participação da comunidade japonesa continua preponderante até os dias atuais no crescimento de Indaiatuba. A população de origem japonesa está inserida nos diferentes segmentos da sociedade indaiatubana.

Representada pela Acenbi, a comunidade japonesa participa ativamente de atividades sociais, culturais, filantrópicas e esportivas. Além do Dia da Comunidade Japonesa, destacam-se também o Concurso Regional da Canção Japonesa, NipoFest, Festa do Sushi, Bazar Beneficente e Projeto Base (Beisebol em Apoio ao Sistema de Ensino).

 

 

 

Related Post

ARTES: Artista plástico Sergio Lucena participa da... O artista plástico Sergio Lucena, representado pela Galeria Mezanino, participou da mostra coletiva “Part3”, iniciativa da The Adachi Foundation for t...
MÚSICA: ‘Moments’ traz canções que marcaram carrei... O cantor sertanejo Joe Hirata acaba de lançar seu mais recente trabalho. Intitulado “Moments” – Músicas Japonesas – Volume 4 – o CD, o oitavo de sua c...
KARAOKÊ: Renato Chibana organiza taikai para valor... Com o objetivo de fazer um evento memorável e inesquecível,  em que os visitantes se sentissem bem acolhidos e desfrutassem momentos de exaltação à mú...
MUSICA: Zabaione Musicale encerra temporada do ‘Co...   A Comissão de Música do Bunkyo (Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e de Assistência Social) realiza neste domingo (9), às 11h, no Pequ...

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *