INTERCÂMBIO: Nikkeis da América Latina se reúnem com premiê japonês

*Tatiana Aoki

 

No dia 27 de agosto, a comitiva de Nikkeis da América Latina, formada por 10 integrantes, teve a oportunidade de conhecer o primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe. Foram O programa tem como objetivo fazer com que os participantes aprofundem seus conhecimentos sobre o Japão. Os países com representantes no programa foram: Brasil, Argentina, Peru, Colômbia, Chile, Republica Dominicana, Bolívia, Paraguai, Mexico. Do Brasil, haviam duas representantes.

 

Tatiana cumprimenta o premiê japonês observada pelos participantes (Arquivo Pessoal)

Tatiana cumprimenta o premiê japonês observada pelos participantes (Arquivo Pessoal)

 

O premiê japonês agradeceu nossa participação na comitiva e salientou a relevância de estreitar o relacionamento entre Japão e o continente latino-americano.

Nossa comitiva agradeceu a oportunidade de representar nossos países no programa, reiterando a importância das relações entre América Latina e Japão.

Vários amigos não descendentes de japoneses elogiaram o programa de convite aos Nkkeis por reconhecer os descendentes como parte de uma nação.

Foi uma oportunidade única, inesquecível, que simboliza um reconhecimento entre dois países que, em 2015, completam 120 anos de amizade entre Brasil-Japão. Pessoalmente, senti que o Brasil, por concentrar a maior quantidade de imigrantes japoneses fora do Japão, é uma nação bastante acolhedora. Hoje, os descendentes de japoneses vivem absolutamente integrados à sociedade brasileira e muito contribuíram com elementos culturais e também na economia.

Bastidores – Estávamos programados para encontrá-lo na quinta-feira (28). Contudo, as preparações transcorriam desde segunda. Quando o carro parou no gabinete, fomos avisados de que poderia ter “alguma imprensa” para cobertura. Haviam mais de 30 jornalistas no local, o que me deu um leve frio na barriga.

Entramos na sala, Shinzo Abe chega pontualmente, conversa conosco em japonês, acompanhado da melhor tradutora de inglês que já vi. Ela conseguia traduzir inclusive as emoções de Abe.

Em menos de 10 minutos, sinto a tensão sair dos meus ombros e o baque de realidade de que conheci o primeiro-ministro do Japão.

 

*Tatiana Aoki, autora do texto, foi uma das duas jovens lideranças nikkeis do Brasil selecionadas para a missão.

 

 

Related Post

BRASIL-JAPÃO: USP e Keio realizam evento com expos... A Faculdade de Direito da USP (FDUSP) e o Instituto de Direito Comparado Brasil-Japão (IDCBJ), em parceria com o Japan Brazil Law & Culture Instit...
CIDADES/MOGI DAS CRUZES: Bertaiolli assina convêni... O prefeito de Mogi das Cruzes (SP), Marco Bertaiolli assinou em abril, o protocolo de intenções entre o município, a Agência de Cooperação Internacion...
LITERATURA: Autor expõe conhecimentos a serviço do...   Acontece no próximo dia 7, no Cais Milton Teixeira, na Vila Mathias, em Santos (litoral paulista), e no dia 14, no Bujinkan Dojo Shisei, no ...
COMUNIDADE: Brasil e Japão trocam experiências sob...   O secretário de Inovação do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Nelson Fujimoto, participou no último dia 6...

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *