JAPÃO/COMUNIDADE BRASILEIRA: Lutadora brasileira busca título mundial de taekwondo

Que as mulheres são lutadoras, disso ninguém duvida. Mas algumas brasileiras estão conquistando o Japão. Letícia Pomoda Hanada, 29, venceu em 2011 o disputadíssimo campeonato japonês de taekwondo, sendo a primeira brasileira a alcançar tal façanha.
Ela trabalha em fábrica e é mãe de dois filhos ainda pequenos. Para ela, é extremamente difícil conciliar a rotina de afazeres domésticos com os treinos de taekwondo. Por isto, precisa seguir uma rigorosa disciplina, respeitando os horários, para que cada atividade diária tenha seu lugar. “Cuidar da casa, marido e dos filhos toma muito do meu tempo. Normalmente treino pela manhã, além de intensificar nos finais de semana”, explica Letícia.

Letícia quer o título mundial este ano, por isto treina pesado (Fotos: Daniel Gimenes/Cedidas)

A lutadora, que vive e treina em Chiryu (província de Aichi), possui alta graduação no esporte, já tendo alcançado a faixa vermelha com ponta preta, uma abaixo da graduação máxima que é a faixa preta. Ela compete na categoria até 67 quilos e por ser muito forte, praticamente não treina com mulheres. “Tenho de treinar com os homens, pois de outra forma não consigo medir forças com as demais meninas da academia”, reitera Letícia.
O marido Caio, que também pratica a arte marcial, é o maior incentivador, e também o que mais “apanha” da Letícia durante os treinamentos. Segundo o marido, a dedicação da esposa é impressionante. “A Letícia é um exemplo de garra e dedicação, mesmo trabalhando em jornada noturna ela consegue conciliar todos os afazeres e os treinamentos. Vou ajudá-la no que for necessário”, diz.
Por treinar com homens, que são mais fortes e ágeis quando comparados com a maioria das mulheres, a lutadora brasileira desenvolveu melhores técnicas de combate. Agora, os objetivos da lutadora são tão grandes quanto sua garra.
A nikkei tem como meta disputar o campeonato mundial da categoria em 2012. Para tanto ela já garantiu a vaga ao vencer o campeonato japonês. A preparação visando o torneio inclui novas disputas no Japão, dos quais já possui vaga garantida para os dois anos seguintes, para então partir em busca do campeonato mundial da categoria.
Caso venha a se confirmar a disputa do campeonato mundial, a atleta irá como parte da delegação japonesa, pelo fato de ser a campeã nacional, mesmo não sendo naturalizada na terra do sol nascente.
Letícia ainda lembra que não foi a primeira brasileira a obter destaque em uma competição de taekwondo no Japão, e sim o filho Matheus, de apenas 10 anos. “Em 2010 ele obteve a medalhe de bronze no campeonato nacional na categoria infanto-juvenil”, conta a orgulhosa mamãe. Além do filho Matheus, a pequena Beatriz, de apenas 6 anos, já mede forças até com crianças acima da sua idade, mostrando que a família possui DNA de campeão.

Letícia com o marido Caio, a filha Beatriz e o filho Matheus ( Fotos: Daniel Gimenes/Cedidas)

Para disputar o mundial, a atleta precisa derrubar e passar por cima de um grande adversário: a falta de apoio de patrocinadores no esporte, principalmente após a crise de 2008. Uma maior divulgação do taekwondo, segundo a atleta, talvez já seja um caminho que leve a potenciais patrocinadores. Letícia também tem como meta divulgar o esporte na comunidade brasileira no Japão, principalmente entre as mulheres. “O taekwondo é um esporte muito bom para treinar autodefesa, além de possuir uma filosofia muito bonita. Nas crianças estimula o equilíbrio e a disciplina”, explica.

 

 

Redação

Redação

nippak@nippak.com.br
Redação

Últimos posts por Redação (exibir todos)

Related Post

TÊNIS DE MESA: Temporada de 2015 começa com mais u...   Copa do Mundo de Equipes, Dubai-UAE de 8 a 11 de janeiro.   Slfie histórico: Hoyama coma as meninas do tênis de mesa (foto: arquivo ...
INTERNACIONAL: Máfia japonesa, Yakuza lança site n...   Os Yakuza surgiram como associações criminosas e obedeciam a regras rígidas específicas. Com o tempo, passaram a influenciar diversos se...
CAFELÂNDIA: Os ideais de Hirano foram concretizado... Com merecida pompa e alegria, a Associação Cultural, Agrícola e Esportiva de Hirano celebrou, no último dia 2 (a data exata é o dia 3) os 100 anos de ...
LITERATURA: Paulo Kaneko na CBN   Ouçam a entrevista que o peregrino Paulo Kaneko, autor de No Caminho de Shikoku, deu para o programa Caminhos Alternativos da Rádio CBN, que...

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *