JCI BRASIL-JAPÃO: Camila Stuck toma posse e vê ‘quebra de paradigma’

Em uma cerimônia cercada de simbolismos – em 2015 comemora-se os 120 Anos do Tratado de Amizade Brasil-Japão, 100 Anos da JCI mundial, 60 anos da JCI Brasil e 60 anos da Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e de Assistência Social (Bunkyo) – e ao som da música “Happy”, Camila Stuck Kawauchi tomou posse nesta segunda-feira (9), no Auditório Paulo Kobayashi da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, como nova presidente da JCI Brasil-Japão. Ela sucederá Marcos Suto, que presidiu a entidade em 2014. Além de Camila, também foram empossados os membros do Comitê Executivo de 2015. Estiveram presentes o cônsul geral adjunto do Japão em São Paulo, Hiroaki Sano; o deputado federal Walter Ihoshi (PSD-SP), o deputado estadual Jooji Hato (PMDB), o vereador George Hato; o presidente do Bunkyo, Kihatiro Kita e o secretário geral da Câmara de Comércio e Indústria Japonesa do Brasil, Fujiyoshi Hirata, além de ex-presidentes da entidade, como Ciro Saito (gestão 1991), Victor Kobayashi (2003), Lucília Cristina Satomi (2006), Leandro Hattori (2007), Rogério Kita (2009), Fabio Kawauchi (2011) e Rafael Jun Mabe (2013), entre outros. O evento contou com a participação especial da Família Fujiname e do Grupo de Escoteiro do Coopercotia.

 

Marcos Suto e Camila Stuck (à frente) com os ex-presidentes da JCI Brasil-Japão  (ao fundo) (foto: Aldo Shiguti)

Marcos Suto e Camila Stuck (à frente) com os ex-presidentes da JCI Brasil-Japão (ao fundo) (foto: Aldo Shiguti)

 

Irmãos – Primeiro a discursar, o vereador George Hato, saudou a nova diretoria e disse que, “como descendente de japoneses, aprendi desde cedo com meu pai, o deputado estadual Jooji Hato, alguns dos valores intrínsecos aos costumes nipônicos”. “Valores estes que observo serem praticados com muito afinco pela JCI”, afirmou o vereador, que apontou a “contribuição para o progresso mundial, a responsabilidade social e, principalmente, o companheirismo, como princípios necessários à evolução do ser humano”.

George Hato: "Herois"

George Hato: “Herois”

 

Em seu primeiro mandato na Câmara Municipal de São Paulo, George Hato chamou a  atenção para a necessidade de ideias e ações que sirvam de exemplo para as futuras gerações. “Como aquelas disseminadas no último CongressoMundial da JCI na Alemanha e que contou com a participação de mais de 4500 membros de mais de 100 nacionalidades diferentes”.O parlamentar finalizou seu discurso colocando-se à disposição da JCI para, “juntos, combatermos atitudes inaceitáveis, como as do grupo terrorista do Estado Islâmico, que recentemente assassinou dois de nossos irmãos, os heróis Kenji Goto e Haruna Yukawa”.

 

 

Yugo Mabe Júnior e Bruno Isoda (D) são os dois novos membros (foto: Jiro Mochizuki)

Yugo Mabe Júnior e Bruno Isoda (D) são os dois novos membros (foto: Jiro Mochizuki)

 

Estranheza – Já o presidente do Bunkyo destacou a ascensão de uma não nikkei à presidência da entidade. “Aos olhos dos tradicionalistas, a presença de uma não descendente de japoneses – e ainda por cima mulher – pode causar surpresa e até mesmo estranheza. Na verdade, vejo como algo altamente positivo e simbólico do momento que vivemos”, disse Kita, pois, segundo ele, “é um exemplo desta pefeita integração” entre os dois países.

Fujiyoshi Hirata também destacou o fato inédito. Segundo ele, em 75 anos de história, a Câmara de Comércio e Indústria Japonesa do Brasil “jamais teve uma mulher na presidência, tão pouco uma não descendente”.

O cônsul adjunto do Japão em São Paulo, Hiroaki Sano, agradeceu a forma carinhosa com que o vereador George Hato se referiu aos japoneses assassinados pelo EI e parabenizou a atuação do presidente que estava passando o bastão, Marcos Suto. O cônsul lembrou que a JCI Brasil-Japão foi uma das entidades presentes à recepção ao primeiro-ministro do Japão Shinzo Abe, no ano passado, e que o premiê japonês ficou “impressionado” com a visita ao país.

O cônsul revelou ainda que o projeto Japan House, que faz parte do pacote de atividades programados pelo governo japonês para celebrar os 120 Anos do Tratado de Amizade Comércio e Navegação Brasil-Japão, deve incrementar ainda mais as relações entre as nações. “O projeto ainda está no início, mas será um espaço de intercâmbio econômico, social e cultural para que os brasileiros possam conhecer melhor o Japão e assim fortalecer os laços entre os dois países”, explicou Sano, que convocou os membros da JCI para apresentar sugestões.

Walter Ihoshi: "Integração" (foto: Jiro Mochizuki)

Walter Ihoshi: “Integração” (foto: Jiro Mochizuki)

Walter Ihoshi, que cancelou importantes compromissos em sua agenda em Brasília para participar da cerimônia, ressaltou o significado da posse de Camila Stuck, “uma mulher, descendente de europeus [alemães e iugoslavos], e casada com um descendente de japoneses (Fábio Kawauchi). “Isso mostra exatamente essa integração pois o Brasil é um país exemplar nesse sentido, onde todos convivem em paz”, destacou Ihoshi, que aproveitou para colocar seu gabinete em Brasília à disposição de todos “para juntos promovermos um país melhor”.

O presidente da JCI nacional, Ricardo Chen também elogiou o trabalho da gestão anterior comandada por Marcos Suto, “que deixou tudo preparado para que a Camila possa levar adiante os projetos”.

Marcos Suto se despediu do cargo lembrando as principais atividades desenvolvidas ao longo de 2014 e afirmou ter sido uma “grande responsabilidade e um grande desafio, além de um grande aprendizado” presidir a JCI Brasil-Japão, entidade que procurou representar da melhor forma possível, tanto em eventos realizados no Brasil como no Exterior. Disse que a JCI “é um lugar de aprendizado, de realizações, onde pessoas de diferentes profissões, de diferentes origens, de diferentes culturas se juntam para fazer um país melhor”

 

Crescimento – Para Camila Stuck ser a primeira não descendente de japoneses a assumir a presidência da JCI Brasil-Japão em 32 anos de história não assusta. Ao contrário, serve de incentivo para superar os desafios. “É uma responsabilidade representar esta organização que tão bem me acolheu. Será um marco e uma quebra de paradigma e espero estar abrindo muitas portas”, explicou Camila, lembrando que ingressou na JCI Brasil-Japão em 2010.

Casada com Fábio Kawauchi, que presidiu a JCI  Brasil-Japão em 2011 e com quem tem uma filha – Yasmin, de 2 anos – Camila disse que pretende fortalecer o grupo e dar continuidade a projetos já existentes, além de implantar outros e buscar novas parcerias com universidades e entidades. Para ela, 2015 será um ano “intenso, com muitas oportunidades de crescimento”. Lembrou que em 2015 será realizado o Congresso Mundial em Kanazawa, no Japão, por ocasião da scomemorações dos 100 anos da JCI, e convocou todos os membros para que façam a diferença para que juntos possam superar qualquer obstáculo.

 

(Aldo Shiguti)

 

 

COMPOSIÇÃO DA JCI BRASIL-JAPÃO PARA 2015

 

Presidente 2014:

Marcos Suto

 

Presidente atual:

Camila Stuck Kawauchi

 

Presidente 2016:

Alexandre Shodi Nomura

 

Secretária Geral:

Cibele Stuck

 

Tesoureiro:

Márcia Nakano

 

VP Executivo Comunitário: Maria Crystina Igarashi

VP Executivo Individual: Jimmy Tozu

VP Executivo Negócios: Fabio Matsuo

VP Executivo Internacional: Danilo Fujita

 

Assessor Legal:

Hugo Teruya

 

Conselho Fiscal:

Patricia Murakami

 

Conselho Fiscal:

Daniel Kawachi

 

Conselho Fiscal:

Leandro Hattori

 

Conselho Fiscal suplente: Marcelo Shiraishi

 

VP Sênior:

Carlos Torigo

 

VP Sênior Adjunto:

Iju Shimizu Junior

 

 

 

Redação

Redação

nippak@nippak.com.br
Redação

Últimos posts por Redação (exibir todos)

Related Post

HOMENAGEM: Hospital Santa Cruz recebe homenagem da...   Na noite do dia 27 de novembro, o Hospital Santa Cruz recebeu o Título de Entidade Benemérita outorgado pela Câmara de Vereadores de São Ber...
GAIMUSHO KENSHUSEI: Encontro celebra 21 anos da As... A Associação Latino-Americana de Ex-Bolsistas do Gaimusho realizará, de 16 a 19 de setembro, em Buenos Aires, na Argentina, o 15º Encontro Latino-amer...
CEAGESP: JOHNNI HUNTER NOGUEIRA TOMA POSSE COMO PR... Johnni Hunter Nogueira. Foto: divulgação Foi empossada no mês de fevereiro a nova diretoria da Companhia de Entreposto e Armazéns Gerais de São Pa...
Junji Abe é nomeado vice-presidente do Parlamentar... POLÍTICA  Liderada pelo vice-presidente do Comitê Permanente da Assembleia Popular da China, Wang Zhaoguo, a delegação oficial da China foi recepciona...

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *