JCI BRASIL-JAPÃO: Márcia Nakano assume presidência da JCI Brasil-Japão e quer fortalecer companheirismo

A JCI Brasil-Japão realizou na noite desta segunda-feira (6), no Auditório “Paulo Kobayashi” da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, cerimônia de posse do Conselho Diretor da Gestão 2017. Na ocasião, Shodi Nomura passou o colar presidencial para Marcia Mariko Nakano, que assume a presidência no ano em que a organização comemora seu 35º aniversário.

 

Márcia Nakano toma posse na JCI Brasil-Japão e quer ‘fortalecer companheirismo’. Foto: Jiro Mochizuki

 

Além da nova presidente; a mesa foi composta por: Shodi Nomura (presidente 2016 da JCI Brasil-Japão); Rafael Jun Mabe (presidente 2017 da JCI Brasil e presidente 2013 da JCI Brasil-Japão); o deputado federal Walter Ihoshi (PSD-SP); o deputado estadual Hélio Nishimoto (PSDB); a cônsul geral adjunto do Japão em São Paulo, Hitomi Sekiguchi; o secretário geral da Câmara de Comércio e Indústra Japonesa do Brasil, Fujiyoshi Hirata; e a presidente do Bunkyo (Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e de Assistência Social), Harumi Goya.

Em seu discurso de despedida, Shodi Nomura fez um balanço de sua gestão. “Foi um ano intenso, de muitas oportunidades e aprendizado. Tive o prazer de conhecer pessoas incríveis, na qual pude Trocar muitas experiências. Acredito que foi uma gestão que visou estabelecer e reforçar parcerias”, disse Shodi, acrescentando que “foram inúmeros eventos e ações que realizamos em conjunto ou tendo a colaboração de outras entidades”.

 

A partir da esquerda: Harumi Goya, Hitomi Sekiguchi, Hélio Nishimoto, Walter Ihoshi, Marcia Nakano,
Shodi Nomura, Rafael Jun Mabe e Fujiyoshi Hirata. Foto: Jiro Mochizuki

 

Entre as atividades, destaque para a palestra com o ex-presidente da Petrobras e ex-ministro de Minas e Energia, Shigeaki Ueki com o Bunkyo, a campanha de doação de sangue com o G5, o Show Beneficente “A Paz é Possível” – em parceria com o Hospital Santa Cruz –, a Grande Palestra com o publicitário Washington Olivetto, em parceria com a Associação Piratininga, e o apoio ao projeto Transformar da FEI, além de do pontapé inicial no projeto Brazilian Mind, que visa a integração dos Japoneses Expatriados com os nikeis.

“Essas inúmeras parcerias ocorreram por acreditar que em todas entidades há uma razão de existirem, que é fazer o bem para as pessoas. Assim, não enxergamos-as como concorrentes, mas sim como parceiras. Mais do que nunca, precisamos unir forças e criar uma cultura colaborativista entre as entidades. E a JCI Brasil-Japao, está pronta para continuar e estabelecer ainda mais parcerias”, destacou Shodi, lembrando que outro objetivo proposto foi o de crescimento.

 

Marcia Nakano: Fugindo da zona de conforto e assumindo desafios. Foto: Jiro Mochizuki

 

“Com o programa conhecendo a JCI, coordenado pela Marcia Nakano e Bruno Katayama, atingimos um número significativo de novos membros, foram 20 distintivações, o maior crescimento nos últimos anos”, frisou, afirmando que “entrego a Presidência com o sentimento de dever cumprido e na certeza de que presidente Márcia Nakano não só dará continuidade nos trabalhos, como também irá fazer desta gestão, que comemora-se os 35 anos da fundação, um ano inesquecível, que certamente marcará a história da nossa organização, marcando de vez uma nova era”.

 

Shodi Nomura: gestão para consolidar parcerias. Foto: Jiro Mochizuki

 

Competência – Shodi Nomura finalizou sua fala agradecendo todos que o apoiaram ao longo do ano, os patrocinadores, entidades parceiras, ao comitê executivo 2016, aos membros Seniores e Juniores, aos amigos e “principalmente à minha família, os meus dois filhos, Ryu de 13 anos e a Rie de 2 anos”. “E é claro à Deus por abençoar-me com um ano maravilhoso”.

 

Rafael Jun Mabe destacou sua gratidão à JCI Brasil-Japão. Foto: Jiro Mochizuki

 

Gratidão – Presidente da JCI Brasil, Rafael Jun Mabe também agradeceu a todos o apoio e oportunidade que teve em 2013 durante sua gestão como presidente da JCI Brasil-Japão. “Se hoje cheguei à Presidência Nacional da JCI Brasil, devo muiito à equipe da JCI Brasil-Japão”, disse ele, que resumiu em uma palavra seu sentimento pela organização: “gratidão”.

“Tenho certeza que com seu carisma e competência, a Márcia Nakano irá fazer uma excelente gestão. Acredito que será uma gestão onde os membros se sentirão mais motivados para criarem novos projetos, atividades e ações com a finalidade de proporcionarem impactos positivos”, disse Jun Mabe, que também parabenizou o trabalho que está sendo desenvolvido para a celebração dos 35 anos da JCI Brasil-Japão, cujo tema é: “Honrando o passado e alavancando o futuro”.

 

Fujiyoshi Hirata, secretário geral da CCIJB. Foto: Jiro Mochizuki

 

Desafios – Marcia Mariko Nakano, que ingressou na JCI Brasil-Japão em 2010, disse que aceitar o cargo “não foi fácil”. Segundo ela, foram muitas recusas “com a certeza que estava tomando a melhor decisão”. “Mas  logo  percebi  que  estava  querendo mesmo era fugir de tamanha responsabilidade e continuar na minha zona de conforto. Ao refletir sobre a missão da JCI, todo aprendizado, as experiências, os desafios que a organização nos proporciona percebi que aqui não podemos ficar na nossa zona de conforto, por que aqui é um lugar de oportunidades de desenvolvimento para criarmos mudanças positivas para a comunidade, como cidadãos ativos e com isso, sermos pessoas cada vez melhores”, afirmou ela, lembrando que nesses quase sete anos em que participa da organização, “fui aceitando gradativamente cada desafio, um  após  o  outro, um  maior  que o outro e, sem mesmo um dia sequer imaginar, hoje estou aqui assumindo esta grande responsabilidade”.

 

A cônsul geral adjunto der São Paulo, Hitomi Sekiguchi. Foto: Jiro Mochizuki

 

Márcia lembrou que, pela primeira vez, este ano a diretoria contará com  um Conselho Consultivo. “Será uma honra poder contar com os valiosos conselhos dos senhores e que com certeza ficará marcado na história, não apenas por ser o primeiro, mas  também porque  fará  toda a diferença para continuarmos no caminho certo para a nossa organização”, explicou ela, que elogiou sua equipe.

“Se estivermos  todos unidos, com essa garra e energia contagiante, certamente chegaremos ao final da gestão ainda mais fortes e com um grande senso de realização. Acredito  que  este  é  o  sentimento  que  está  no  coração  do  nosso presidente Shodi. Um grande senso de realização por toda a sua dedicação na gestão 2016. Vamos realizar com empenho todos os projetos que planejamos, fortalecer o sentimento de companheirismo e de amizade que existe dentro de nosso grupo e inspirar cada vez mais jovens a ingressarem em nossa organização. Lembrem-se  que  nós  passamos; somente o nosso trabalho permanece. O que será lembrado no futuro não serão os cargos  que ocupamos, mas sim o legado que deixamos. Vamos fazer valer cada minuto que nós dedicarmos à JCI Brasil-Japão”, finalizou.

 

Walter Ihoshi destacou o trabalho social da JCI Brasil-Japão. Foto: Jiro Mochizuki

 

Sorriso – Presente à cerimônia o deputado federal Walter Ihoshi parabenizou o presidente da gestão 2016, Shodi Nomura, que deixa o cargo “de forma muito competente”. “Prova disso é o Auditório lotado nesta noite, o que demonstra prestígio e o resultado de seu trabalho”, disse Ihoshi, que elogiou a nova diretoria em nome da presidente. “Uma jovem muito dedicada, trabalhadora e sempre com um sorriso no rosto. Tenho certeza que ela fará um excelente trabalho em 2017”, afirmou o parlamentar. E acrescentou: “É a JCI Brasil-Japão fazendo um trabalho pelo social, um empreendedorismo social competente com as caracteríticas e valores da nossa cultura nipo-brasileira”, afirmou Ihoshi.

 

Autoridades e convidados que compuseram a Mesa. Foto: Jiro Mochizuki

 

Mudanças positivas – Com sede em St. Louis, nos Estados de Missouri, nos Estados Unidos, a JCI é uma organização sem fins lucrativos formada por jovens com o objetivo de proporcionar oportunidades e criar mudanças positivas. Em todo o mundo, conta com mais de 200 mil membros e está presente em 110 países, sendo que a mais forte é a JCI Japão, com cerca de 42 mil membros. Nas Américas, a JCI Brasil, presidida por Rafael Jun Mabe, é a segunda maior – fica atrás apenas dos Estados Unidos – e está presente em 50 organizações locais nos Estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo e Rio de Janeiro, totalizando cerca de mil membros.  No Estado de São Paulo, está presente através da JCI Brasil-Japão, JCI São Paulo, JCI Brasil-Coreia e JCI Brasil-China.

Para saber mais sobre a JCI Brasil-Japão acesse: www.jci.org.br

 

ALDO SHIGUTI

ALDO SHIGUTI

Redator-chefe
ashiguti@uol.com.br
ALDO SHIGUTI

Últimos posts por ALDO SHIGUTI (exibir todos)

     

     

     

    Conselho Diretor 2017

    Passado Presidente: Alexandre Shodi Nomura

    Presidente: Márcia Mariko Nakano

    Presidente Subsequente: Patricia Murakami

    Secretário Geral: Vitor Nakamura

    Tesoureiro: Cleber Kamiya

    Vice-Presidente Executivo: Rodolfo Wada

    Vice-Presidente Executivo: Hugo Teruya

    Vice-Presidente Executivo: Bruno Isoda

    Vice-Presidente Executivo: Yugo Mabe

    Assessora Legal: Viviane Perrucio

     

    Diretorias

    Diretora de Marketing e Comunicação: Marcelo Asamura

    Diretora Administrativa: Mariana Kudo

    Diretora Financeira: Danielle Yuri Takauti Saito

    Diretor de Negócios: Bruno Katayama

    Diretor de Parcerias: Maurício Kudo

    Diretor de Capacitação: Leandro Iuamoto

    Diretor dos 35 anos da JCI Brasil-Japão: Cleber Kamiya

    Diretora do Encontro Regional: Cibele Mitrowic Stuck

    Diretora de Projetos: Marina Fukuhara

    Diretora de Projetos: Cristina Chien

    Diretor de Projetos: Renan Suzuki

    Diretor de Projetos: Marcos Vinícius Eto

     

    Conselho Fiscal e Conselho Consultivo

    Conselheira Fiscal: Camila Stuck

    Conselheiro Fiscal: Leandro Hattori

    Conselheiro Fiscal: Márcio Matsuda

    Conselheira Fiscal (suplente): Cintia Matsumoto

    Conselho Consultivo: Claudio Yamamoto

    Conselho Consultivo: Yoshikazu Kanegae

    Conselho Consultivo: Ciro Saito

    Conselho Consultivo: Rodrigo Hayakawa

    Conselho Consultivo: Daniel Kawachi

     

     

    Related Post

    EMPRESAS: Panasonic inaugura fábrica de linha bran...   A Panasonic do Brasil inaugurou oficialmente na quarta-feira (12), a primeira fábrica exclusiva de linha branca (geladeiras e lavadoras), na...
    SOCIAL: O governador de Tocantins (TO), Marcelo Mi... CÂMARA DE COMÉRCIO – O governador de Tocantins (TO), Marcelo Miranda, foi o principal palestrante da Confraternização Mensal dos Associados da Câmara ...
    ORIGAMI: Memorial da Inclusão recebe exposição “Ar... De hoje (4) até o o dia 15 de julho, o Memorial da Inclusão receberá obras da exposição “Arte em Papel”, um projeto da Associação Brasileira de Distro...
    COMUNIDADE: Ex-cônsul em SP e atual embaixador do ... O ex-cônsul geral do Japão em São Paulo e atualmente embaixador do Japão na Argentina, Noriteru Fukushima, esteve no Brasil no mês passado quando se r...

    Faça seu comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *