JOGOS OLÍMPICOS: Comitê Manaus 2016 reúne-se com Consulado do Japão

O coordenador estadual do Comitê Manaus 2016, Mário Aufiero, reuniu-se no último dia 26 com o cônsul em exercício do Consulado Geral do Japão em Manaus, Takahiro Iwato, para tratar de estratégias e parcerias entre o Amazonas e o país visando os Jogos Olímpicos. A seleção de futebol japonesa masculina jogará no dia 4 de agosto com a Nigéria, às 21h, e no dia 7 de agosto, às 21h, com a Colômbia, na Arena da Amazônia.

 

Técnico japonês conheceu a Arena e os Centros de Treinamento. Foto: divulgação.

Técnico japonês conheceu a Arena e os Centros de Treinamento. Foto: divulgação.

 

O encontro aconteceu na sede do Consulado, no bairro Adrianópolis, zona centro-sul, e também contou com a participação do presidente da Associação Nipo-Brasileira da Amazônia Ocidental (Nippaku), Ken Nishikido; o presidente da Associação Civil de Divulgação Cultural Japonesa de Manaus, Kiyoyuki Saito; o vice-cônsul de Cultura, Yoshinari Oda; o vice-cônsul da Segurança, Jun Tagushi; e a assessora de Cultura do Consulado; Sandra Nagase.

Entre os assuntos discutidos, destacaram-se a divulgação do Amazonas no Japão, parcerias com a comunidade japonesa no Estado para o Programa Transforma, que promove esportes olímpicos e paralímpicos, além da participação no programa de voluntariado local. O presidente da Nippaku, Ken Nishikido, colocou a associação à disposição para mobilizar voluntários que falam japonês para atuar nos Jogos Olímpicos em Manaus.

“A Colômbia e o Japão, principalmente, são países estratégicos para nós. O primeiro por causa da proximidade com o nosso Estado e o segundo em virtude da grande presença de japoneses aqui e a interação cultural, que é muito forte”, afirmou Mário Aufiero.

O cônsul em exercício, Takahiro Iwato, destacou que o país irá colaborar com o Governo do Amazonas e a Prefeitura de Manaus para fortalecer as ações da comunidade japonesa no Estado e proporcionar uma ótima experiência para os turistas japoneses que vierem assistir aos jogos na cidade.

 

Funcional – No dia 15 de abril, um dia depois de a Fifa anunciar o sorteio das chaves as comitivas das seleções do Japão, Suécia e Colômbia estiveram em Manaus onde participaram de reuniões técnicas com os representantes do Governo do Estado e conheceram a infraestrutura preparada para receber os jogos de futebol das Olimpíadas. O grupo visitou os Centros de Treinamento e a Arena da Amazônia e  reuniram-se na sede do Governo do Estado, com representantes da Prefeitura de Manaus, Governo do Estado e Comitê Olímpico, para conversar sobre o trabalho que vem sendo desenvolvido na capital para receber o evento.

O técnico do Japão, Tomokazu Ikebe, ressaltou que, assim como foi na Copa do Mundo, a infraestrutura da Arena da Amazônia e dos Centros de Treinamentos devem oferecer boas condições para as partidas. “Como esse foi um estádio construído para a Copa do Mundo, é um estádio muito bonito e funcional. E os Centros de Treinamento estão todos com boa infraestrutura, alguns ajustes precisam ser feitos, mas ainda temos longo tempo e estamos confiantes de que os jogos serão muito bons aqui”.

 

Ingressos – O coordenador estadual do Comitê Olímpico Manaus 2016, Mário Aufiero afirmou que mais de 40% dos ingressos para os jogos na Arena da Amazônia já foram vendidos. “Isso demonstra o sucesso que serão os jogos. O balanço é extremamente positivo, principalmente depois da visita dos dirigentes das seleções da Colômbia, Japão e Suécia, que aprovaram todas as nossas estruturas de treinamento e ficaram impressionados com a Arena da Amazônia”.

 

Renda – De acordo com o coordenador municipal do Comitê dos Jogos Olímpicos de Manaus e diretor-presidente da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult), Bernardo Monteiro de Paula, a permanência das seleções na cidade deverá gerar empregos, renda e atrair turistas, além da imprensa mundial que cobre o evento. “Os dirigentes cogitaram a chegada dos atletas entre 30 e 10 dias antes dos jogos para ajudar na preparação e familiarização com o clima. Isso é muito importante para alavancar, por exemplo, a taxa de ocupação da rede hoteleira. Faremos o possível para viabilizar isso”, explicou.

 

 

 

 

 

 

 

Related Post

TÊNIS DE MESA: TÊNIS DE MESA UNIVERSITÁRIO FUPE Se pensar que a nossa modalidade ficou fora dos JUBs - Jogos Universitários Brasileiros, por longos anos, consequentemente fora da Universíade também ...
NIPPAK PESCA: Aventuras – Trekking, Enduro ou cami... Atividade física baseado no ato de caminhar e propiciar ao participante, exercício aeróbico e ao mesmo tempo contato com a natureza.   Por:...
TÊNIS DE MESA: Profissionalismo e dedicação marcam... Com apenas dois anos de experiência em organização de etapas da Liga Nipo-Brasileira de Tênis de Mesa, a ACEAS Suzano realizou, no último dia 3, uma d...
ESPECIAL: Em ano olímpico, 60ª edição do Prêmio Pa... A edição de número 60 do Prêmio Paulista de Esportes não poderia acontecer em momento mais propício: às vésperas da competição mais importante do plan...

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *