JOJOSCOPE: Oriente-se: ampliando fronteiras

 

 

Pós-Graduação de História da Arte da Unifesp e o  Grupo Outros Orientes realizam o 1º Encontro de Pesquisadores de Arte Oriental – Oriente-se: Ampliando Fronteiras – no dia 21 de maio de 2014, no Anfiteatro Boris Casoy – UNIFESP e, nos dias 22 e 23 de maio, na Pinacoteca do Estado de São Paulo.

 

 

O Encontro reunirá pesquisadores de Arte Oriental do Brasil, juntamente com especialistas internacionais convidados, visando inovar e ampliar o entendimento da Arte e da História da Arte que geralmente, em nosso país, ainda está circunscrito ao Ocidente. Propõe-se, a partir da ampliação das perspectivas que discutem a fronteira Oriente/Ocidente, questionar os paradigmas que fundamentaram essas áreas de pesquisa por um longo período. Tal visão compreende o mundo como território global que reconhece a fecundidade das diferenciações culturais, concebe a pluralidade e a co-presença de universos distintos e de suas manifestações.

 

 

 

Veja aqui a lista dos trabalhos aprovados pela comissão.

As inscrições para o encontro Oriente-se: Ampliando Fronteiras, por meio do site termina no dia 30 de Abril.

21 de Maio

Anfiateatro Boris Casoy – UNIFESP Rua Botucatu 821, 1º andar  Vila Clementino, São Paulo SP

22 e 23 de Maio

Auditório da Pinacoteca do Estado de São Paulo.  Praça da Luz, 2 São Paulo SP

 

 

 

Fonte: 

Redação

Redação

nippak@nippak.com.br
Redação

Últimos posts por Redação (exibir todos)

Related Post

NIPPAK PESCA: Pescaria na “Lei dos mais fortes”!...   Aproveitando que o inverno está mais para veranico, hora de turbinar sua isca para melhorar o sucesso nas pescarias de tilápias em represas ...
NIPPAK PESCA: Cobertura Pesca Trade Show 2015 Por Mauro Novalo     A Pesca Trade Show se caracteriza por duas propostas: juntar fabricantes com lojistas e mostrar o turismo ...
SILVIO SANO > NIPÔNICA: ARROZ COM FEIJÃO!! Minha intenção era ter escrito sobre o Processo do Impeachment na Nipônica anterior, algumas horas antes, mesmo sem o resultado ainda em mãos. Mas pel...
JORGE NAGAO: Novelha, Carnavalério e Painho NOVELHA     Era uma vez uma velha biblioteca no centro velho, onde a velhice era visível. O diretor era velho, a faxineira era ve...

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *