JORGE NAGAO: Automaníaco, eu?

O ano era 1998. O BB não dava reajuste salarial nenhum desde o PDV, 1995. O maior Banco do Brasil não fazia propaganda de nenhum produto. Apenas patrocinava as seleções masculina e feminina de vôlei. No entanto, cobrava de seus funcionários as vendas de seus produtos e a bola da vez era o seguro Ouro Automóvel que, tempos depois,  passou a ser Seguro Ouro Auto. Por sugestão do meu chefe imediato, Wagner Seraphin,  fui incumbido de produzir um texto que divulgasse o seguro de carro. Escolheram o cara errado. De carro, não entendia e não entendo nada, sequer dirijo.

 

 

Para me inspirar, enviaram-me um calhamaço que continha todas as  regras para vender o seguro Ouro Automóvel. Li tudo aquilo, e nada, nenhuma ideia.  Passei numa grande banca da Av.Paulista e comprei a Quatro Rodas e outra revista sobre automóvel. Resolvi brincar com as marcas dos carros e não é que o texto fez sucesso.

São POLO, S10.11.97, modelo 98.

Carro Amigo,

Veja que barato é o Seguro Ouro Automóvel ! Você sabe que, hoje em dia, o seguro é indispensável. Não se pode deixar nossos BENZ a MERCEDESses ladrões que fazem FIESTA nessa HONDA de assaltos por aí.

Quem não segura seu automóvel pode se FERRARI e depois só GM pelos cantos perguntando: KADETT meu carro? Seguro é o TIPO do negócio difícil, MAZDA para resolver sem ficar com cara de BESTA no final. O Seguro Ouro Automóvel é um PREMIO para quem não faz pesquisa de mercado em VAN. Se TEMPRA todo veículo, então tem PARATI também.

POISÉ, na hora de renovar o seguro do seu carro, pense nas VARIANTes. Afinal, QUANTUM mais opções, melhor. Você vai ver que nosso seguro é legal às PAMPA. É por isso que ele oFUSCA os demais e vai marcar um GOL na hora do ‘de ACCORD’.

Não deixe o prazo PASSAT. MONZA obra, venha LOGUS! Estamos KOMBInados? ESPERO seu contato. Fale com a RENAULTa ou com o VOLKSWAGner. Boa VOYAGE e POINTER final.

Seguro Ouro Automóvel, bem melhor KIA concorrência.

OBS- Se você achou isto um carro, CHEROKEE e MONDEO a um amigo, tá oKA?

 


 

Tempos depois, em julho de 2002, mytext estava na página 70, na edição especial O mundo curioso de Quatro Rodas, e o editor Alfredo Ogawa me chamava de automaníaco. Logo eu? A bem da verdade, até à metade e o final o texto é meu. Algum enxerido, talvez automaníaco de verdade, inseriu outras marcas de carro. Não sei porque não escrevi à Quatro Rodas para reivindicar a autoria. Talvez por não ser automaníaco. Agora, 15 anos depois, é muito tarde. Mas fica o registro.

 

 

 

JORGE NAGAO

JORGE NAGAO

além do Nippak e www.nippak.com.br,também está na constelação do www.algoadizer.com.br.
E-mail: jlcnagao@uol.com.br
JORGE NAGAO

Últimos posts por JORGE NAGAO (exibir todos)

     

    Related Post

    MUNDO VIRTUAL: Novos passos na regulamentação do U... No final do ano de 2016 abordei aqui a situação do projeto de lei 5.587/16, que estava tramitando na Câmara dos Deputados, cujo propósito originário p...
    JORGE NAGAO: Salve, Borges! – diz Augusto!   Sábado à tarde, saí da Fundação Japão e fui à casa vizinha, a Casa das Rosas. Lá estava o festejado poeta e tradutor Augusto de Campos a...
    ERIKA TAMURA: Queda da natalidade no Japão Mais uma vez, minha filha dando show. Domingo passado foi dia de oratória em japonês  no Nipo de Araçatuba, minha filha Melissa, participou. At...
    MUNDO VIRTUAL: Crimes contra a honra em redes soc... Vivemos época em que os recursos tecnológicos cada vez mais ocupam espaço em nossa vida cotidiana, e muitas vezes nos tornamos dependentes deles; a gr...

    Faça seu comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *