JORGE NAGAO: Cirque du Soleil

 

No filme “Antes de partir”, dois pacientes idosos dividem o mesmo quarto do hospital, ficam amigos e elaboram uma lista de coisas para fazer antes de morrer. Foi o que fizeram, viveram aventuras emocionantes que só vendo o filme. Se eu fizesse uma lista semelhante, assistir ao Cirque du Soleil estaria no top ten das prioridades. Não estaria mais pois, recentemente,  estava lá debaixo da lona atento, rindo e aplaudindo, o espetáculo que vale cada vinte centavos investidos. Agora, só faltam 99 coisas para fazer, 100 pressa.

Serginho Groisman fez o seu programa Altas Horas no Cirque du Soleil, em São Paulo, assim milhares de pessoas puderam ver as principais atrações do melhor circo do mundo e ainda curtir os grandes sucessos do Skank. Algumas das 6,5 milhões de pessoas que assistiram Corteo desde 2005, puderam rever com detalhes o que vira ao vivo e conhecer alguns artistas especialmente a anã Valentina que voa com alguns algumas megabexigas e  a plateia participa tornando o número mais sensacional do Circo. O simpático apresentador encarnou Mauro, o palhaço-protagonista, o arlequim e um anjo, ensaiou duas semanas para receber o ok da direção du Cirque. Além disso mostrou os bastidores, entrevistou alguns artistas desta trupe como o cara que assombra a plateia quando se equilibra subindo e descendo doidamente numa grande escada; porém, confessa ao Groisman que caiu dela e ficou três dias em coma para depois voltar como se nada tivesse acontecido.

O espetáculo espetacular dura duas horas e meia, com intervalo de meia hora para as crianças e adultos fazer uma boquinha, tirar água do joelho, ou comprar algum souvenir no shopping Soleil. Tempo suficiente para retomar o fôlego para curtir, por exemplo,  o ato Paradise um show de acrobacia, força e habilidades circenses onde a brasileira Camila, ex-ginasta olímpica, é lançada pelos fortes ucranianos arrancando Nossa! Caramba! da plateia embasbacada.

Os equipamentos são construídos pelo pessoal do Soleil para sintonizar com a cenografia. Tudo é concebido para entreter e divertir para nos remeter ao velho circo de nossa infância. Davi Brandão, depois de assistir à pré-estreia, escreveu no DCI Shopping News: “Considerado pela crítica como um elogio às artes, Corteo integra o grande com o pequeno, o ridículo com o trágico e a mágica da perfeição com o charme da imperfeição, evidenciando a força e a fragilidade do palhaço, bem como sua sabedoria e bondade, para ilustrar a parte da humanidade que há dentro de cada um de nós. A música, lírica e lúdica, transporta Corteo através de uma celebração atemporal onde a ilusão brinca com a realidade”.

Depois de presenciar um espetáculo irretocável, irrepreensível, os privilegiados espectadores, encantados, voltam pra casa feliz, bem feliz. A temporada paulistana encerra em 14 de julho. Você que viu o Circo do Seu Léo merece assistir o Cirque du Soleil. Você que vive na corda bamba, faz mágica para sobreviver, quando lê o jornal fica com cara de palhaço, mesmo que estiver na lona, tente assistir Corteo. Se não der, tudo bem, o Cirque du Soleil, como diz o Serginho Groisman, volta já!!

 

 

 

Jorge Nagao

além do Nippak e www.nippak.com.br,  também está na constelação do www.algoadizer.com.br.  E-mail: jlcnagao@uol.com.br

 

 

 

 

Redação

Redação

nippak@nippak.com.br
Redação

Últimos posts por Redação (exibir todos)

Related Post

SILVIO SANO > NIPÔNICA: NOBUHIRO, O GRANDE CAMPEÃO...   Terminado o XXI Concurso de Karaokê do Estado de São Paulo, no ótimo Teatro Paulo Machado de Carvalho, em São Caetano do Sul, e tendo fe...
NOTÍCIAS DE LINS: Esposas de executivos japoneses ... As visitantes no interior do Museu (FOTO: divulgação)   Em frente à antiga estação ferroviária (foto: divulgação)     ...
Alimentos Saudáveis por ERIKA MIZUTANI: Alimentos ...     Vivemos expostos à muitas toxinas alimentares...agrotóxicos, conservantes e outros aditivos alimentares, álcool, metais pesado...
CANTO DO BACURI > Francisco Handa: Final de ano | ... Final de ano Belém bem bem... Estas festas chegam cansadas Com suas olheiras baixas Carregando alegria Nas bolsas vazias. Belém bem bem... ...

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *