JORGE NAGAO: FELIZES EX-MENORES APRENDIZES

No sábado, 30 de setembro, na AABB Cantareira, paguei de ex-menor aprendiz do BB-AgCen-SP.

Um encontro emocionante e divertido.  Valeu rever os meninos que já estão de cabelos brancos e alguns estão até se aposentando.

 

 

O programa Menor Aprendiz do Banco do Brasil foi criado em 1971 e passou por 3 fases: Menor Aprendiz com jornada de 6h/dia; Menor Auxiliar de Serviços Gerais e Menor Auxiliar de Serviços de Apoio, ambos com trabalho de 4 h/dia. O menor deveria ter, no mínimo, 13 anos e 10 meses para ser admitido através de indicação da diretoria da escola por serem os melhores alunos. Saía quando completava 17 anos e dez meses, com muita festa na agência. Ele atendia no balcão, levava papeis de uma seção à outra, arquivava e fazia a expedição de correspondência para outras agências.

Todos tinham o maior carinho com os meninos. Eles vinham de escolas pública, a maioria de família humilde. Vestiam com orgulho o azulão, o inesquecível uniforme azul que  muitos guardam até hoje. A todo momento, recebiam conselhos e orientações dos colegas adultos e assim se tornavam responsáveis e disciplinados para o resto da vida. Aos 17 anos, prestavam o concurso interno. Os aprovados tomavam posse como escriturários quando completavam 18 anos. Os ex-menores, confiantes, iniciavam uma promissoracarreira com garra e determinação. Em 2001, mais de 7 mil ex-menores eram associados da Previ, a caixa de  previdência do BB, e alguns já sonhavam com a aposentadoria. Hoje, os ex-menores aprendizes sub-50 temem, de Temer, a possibilidade de ficar no Banco até os 65 anos, com a anunciada deforma da imPrevidência.

Muitos ex-menores  brilharam no BB, na Previ, Cassi, e em outras empresas. Pena que o ex-menor Aldemir Bendine  que chegou à presidência do BB e da Petrobrás, e foi considerado, em 2013,  o 11º o homem mais  poderoso do Brasil pela revista Istoé, passou de presidente a presidiário.

Dizem que o Rogério Ceni,o M1to, dos tricolores, foi menor aprendiz que se destacou jogando na AABB de Pato Branco-PR, foi para Sinop-MT, e em 1990, desembarcou no Morumbi, até sair de Ceni neste ano.

 

O grande encontro dos ex-menores aprendizes

Em 2015, os ex-menores aprendizes do BB-AgCen-SP, espalhados pelo Brasil, realizaram o primeiro encontro na AABB-Cantareira, um oásis nesta pauliceia poluída e desvairada. Foi um sucesso, claro. Neste ano, no mesmo aprazível local, Kenji, Marcão e cia. organizaram a festa de arromba. 75 ex-menores compareceram para comer e, principalmemente, beber bem, curtir o som da banda de ex-menor, rir muito relembrando os bons tempos. Como era gostoso o meu BB! Para eternizar a efeméride foi plantada uma jabuticabeira com uma placa alusiva ao memorável encontro de 30.09.2017. Se você é sócio da AABB, passe em frente do Quioscão e acompanhe o crescimento da jabuticabeira, árvore típica brasileira.

Nos anos 80, no auge do sucesso da música Pavão Misterioso, do Ednardo, fiz uma paródia para os meninos do BB, se fosse ousado, cantaria no Encontro, mas fica aqui o registro: “Menor Estagiário: Menorestagiáro/ menino e já bancário/ é um caso muito sério/ este teu penar./ Ah, se eu tivesse assim/ tantos chefesruins/ muita bronca eu tinha/ pra contar.//  Menor estagiário/ nesta agência ou no Cesec/ não esqueça que  és moleque/ de eterno brincar/ Se poupa do vexame/ de viver tão pouco/ muita coisa ainda/ tens pra olhar.//Menor estagiário/ trajando azul e branco/ no apuro deste banco/ não vá se assustar/ Salário é uma isca/ Descanso é que é bom/ Despreza teu estudo não/ que não é certo não.// Menor estagiário/ calmo e  cauteloso,/ um chefe raivoso/ não tarda a chegar/ Não seja muito sério/ só por causa destes velhos./ Eles  são muitos/ mas não não podem zoar.

Alguns anos depois, bolei um diploma na despedida de um menor aprendiz que li no Encontro mas ninguém entendeu naga porque o nunca me dei bem com o microfone. Taí o que tentei ler, Marcão.

 


 

UNIVERSIDADE DO DETRA 

D I P L O M A

 

Conferimos – porque bancário confere tudo – ao ex-menor, porém menor ainda,  FÁBIO MAURO DE MEDEIROS, o popular Apolo, este certificado (que não é CDB pelos excelentes serviços malotísticos, almoxarifáticos, xerográficos, carimbológicos, suquísticos, cafeínicos, extratológicos etc. e tal, neste posto efetivo e comissionado.

PAB da Agcen-SP na Delegacia do Trabalho, agosto/1990.

Lenilson, Maria Rita, Marcelo Fernandes, Segrio Lindgren, Ana Otília e JN.

Valeu,  Chiquinho e Kenji que me convidou para este encontro inesquecível.

 


 

Olhar o luar

No céu azul, a lua

Caminha lentamente

E nós aqui na rua

Curtimos como sempre.

Essa lua continua,

Vê-la, sem estrelas, tente,

Antes que censurem, gente,

Nossa lua linda e nua.

 

JORGE NAGAO

JORGE NAGAO

além do Nippak e www.nippak.com.br,também está na constelação do www.algoadizer.com.br.
E-mail: jlcnagao@uol.com.br
JORGE NAGAO

Últimos posts por JORGE NAGAO (exibir todos)

     

     

     

    Related Post

    ERIKA TAMURA: Japão e o juros bancário negativo Será que alguém, entendedor de economia ou não, já ouviu falar de um caso como esse que está acontecendo no Japão? Entrou em vigor essa semana, o n...
    JORGE NAGAO: Bancário, vai que é tua!     Dia 28 de agosto é o dia do bancário. Leitor, vá ao guichê de sua agência, deposite um sorriso e saque muitos outros. Salve ...
    MUNDO VIRTUAL: A lei que está vindo na contramão d... Nesta última semana, me chamou atenção a notícia de que a Câmara dos Deputados está discutindo um projeto cuja finalidade originária era proibir o Ube...
    SILVIO SANO > NIPÔNICA: Eleições? Novo martírio à ... “Volto a bater na tecla das não eleições de candidatos nikkeis e, dessa vez, extrapolando as fronteiras de Sampa. Acompanhei, no domingo, a contagem d...

    2 Comments

    1. Muito honrado pela matéria
      Nós, ex menores e para a turma que nos acolheram, eternos menores, somos muito gratos pelo carinho e formação que você é todos os outros colegas nos proporcionaram.
      Muito obrigado!

      Edu Tamura

    2. Nelson Francisco Espósito Jr says:

      Grande Colega e Ser Humano, Nagao.
      O meu agradecimento a VC, pela bela mensagem sobre os Ex-Menores, os AZUIS DO BB.
      Alguns já, com cabelos brancos e outros, como Eu, com poucos fios.
      Como bem disse, fomos formados por essa Grande Instituicao chamada Banco do Brasil, a qual dedicamos Grande parte de nossas Vidas, desde pequenos.
      Muito obrigado e foi um prazer ve-lo em nosso 2o.encontro.
      Um grande abraço,
      Nelson Esposito

    Faça seu comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *