JORGE NAGAO: Folhinha do Fiado

 

Fiado, o que é isso? Hoje compra-se com cartão de crédito que é o moderno fiado. Ai de você se não pagar ou pagar parcialmente suas dívidas, a encrenca será grande.

No século passado, o fiado era muito comum no pequeno comércio. O dono da venda anotava o que o freguês comprava, que pagava quando recebia o seu salário. O problema é que nem todos pagavam suas dívidas e o pobre comerciante que levava “canos”, às vezes, ía à falência.

Gabriel, um amigo da família, tinha um pequeno bar em São José do Rio Preto. Incomodado com tanto pedido de fiado, me pediu para bolar um cartaz para colar na parede de seu boteco.

Como tive muitas ideias, fiz uma folhinha do fiado, encontrei hoje os rascunhos. O original não durou muito pois o Gabriel/Bié morreu pouco tempo depois.

Para cada dia do mês, fiz uma frase mas como perdi algumas delas, tentarei recompor a folhinha. Lá vai!

 

Dia 01- Se você vai pagar só amanhã, fiado só amanhã!

Dia 02- Atenção! Atenção! No meu dicionário, não tem fiado, não!

Dia 03-  Fiado com F. Falência, também. Entendeu, freguês?

Dia 04- Fiado é incerteza, por isso não vendo fiado. Tô certo ou tô errado?!

Dia 05- Fiado, cinco letras que choram e fazem chorar.

Dia 06- Conversa fiada, sim, fiado, não!

Dia 07- Quem vende fiado não dorme. É melhor perder o freguês duvidoso do que perder o sono.

Dia 08- Se eu vender fiado, este bar pode acabar.

Dia 09- Fui à falência, fiado fiadumaégua!

Dia 10- Não vendo fiado porque sou um cara desconfiado.

Dia 11- Fiado é um absurdo, quando falam essa palavra eu fico surdo.

Dia 12- Quando eu puder vender fiado, te aviso. Por enquanto, não posso, não quero pensarem prejuízo.

Dia 13- Fiado dia 13, dá azar! Tô fora!

Dia 14- Fiado só pra minha mãe. E olhe lá!

Dia 15- Freguês tem sempre razão mas quando pede fiado, ah, não tem não!

Dia 16- Por ter confiado, levei um “cano”. Por isso, fiado, só no próximo ano.

Dia 17- Fiado me deixa desconfiado e eu quero confiar em você.

Dia 18- Prezado, não estrague o meu dia, pedindo fiado.

Dia 19- Um fiado aqui, outro ali, e de repente, fali. Fiado, tô fora, Temer! (não resisti. Rsrs)

Dia 20- 20 pedir pra você não pedir fiado.

Dia 21- O cara que vendia fiado foi rezar para que lhe paguem. Ave Maria!

Dia 22- No dia dos dois patinhos, meu prezado, não quero ser mais um, vendendo fiado.

Dia 23- Por causa de alguns que esquecem de pagar, quero lembra que fiado não há.

Dia 24- Ele fez fiado, foi à falência, fiu, freguês?!

Dia 25- Fiado, freguês fácil. Fiado falência, falência fácil.

Dia 26- Não aceitamos cartão. Fiado, também não!

Dia 27- 23 já pediram fiado, só falta você!

Dia 28- Você pedir fiado, eu negar, você chorar. Eu vender fiado, eu chorar. Melhor você chorar.

Dia 29- Fiado é um fantasma que deixa o comerciante apreensivo. Por isso só vendo em dinheiro vivo.

Dia 30- Fiado só em 30 de fevereiro.

Dia 31- No último dia do mês, o fiado também não tem vez.

 


 

 

No Google images, encontrei frases bem legais:

 

O fiado é assim… eu vendo, você acha bom. Eu cobro, você acha ruim.

 

Fiado, só para pessoas com mais de 90 anos, acompanhadas dos pais.

Fiado é igual barba, se não cortar, cresce.

Falecio Don Fiado, vítima de um colapso financeiro dejando sua mujer, Dona Cuenta; sus hijos Esperame, Aguantame y Manãna te pago. Piden em eta de dolor no mandar flores, mandar dinero.

 

Promoção do dia: peça fiado e leve um não, grátis!

 

JORGE NAGAO

JORGE NAGAO

além do Nippak e www.nippak.com.br,também está na constelação do www.algoadizer.com.br.
E-mail: jlcnagao@uol.com.br
JORGE NAGAO

Últimos posts por JORGE NAGAO (exibir todos)

     

    Related Post

    ERIKA TAMURA: 25 anos do movimento dekassegui Este ano de 2015, comemoramos os 25 anos do movimento dekassegui. Mas será que temos muito a comemorar? Na minha opinião, já se passaram muitos...
    SILVIO SANO > NIPÔNICA: Educação básica, só não vê...     Sempre que me valho do transporte coletivo sozinho, carrego um livro, como nesta semana. Título: “Os tortuosos caminhos da educaçã...
    MUNDO VIRTUAL: Divulgação de fotos íntimas na int... Considero totalmente baixa e desumana a atitude de submeter alguém a este tipo de constrangimento, principalmente ao se aproveitar de uma relação de a...
    ERIKA TAMURA: Jogada Bonita Morando no Japão há tanto tempo, ainda consigo me surpreender com as atitudes fantásticas de alguns brasileiros, atitudes essas que merecem destaque! ...

    Faça seu comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *