JORGE NAGAO: Lembranças das Copas

Mascotes da Copa do Mundo de 1966 a 2010 (foto: divulgação)

1930, 1934, 1938, 1954 – Não lembro de nada.

1958- Meninos, eu não vi.  O Brasil acompanhou a Copa da Suécia pelo rádio.  Depois do fiasco de 1950, no Maracanã, Nelson Rodrigues carimbou que o Brasil tinha o complexo de vira-lata, na hora h, amarelava.  Na final, o Brasil goleou os suecos, donos da casa, por 5 a 2. A lembrança que ficou foi o céu repleto de balões, era dia de São Pedro, enquanto o povo cantava: “a taça do mundo é nossa/ com o brasileiro não há quem possa/ eh eta esquadrão de ouro/é bom no samba/é bom no couro”.

1962- Meninos, também não vi. O Brasil foi ao Chile buscar o bi. Todo mundo grudado no rádio. Pelé se contundiu logo no começo da Copa, entrando Amarildo em seu lugar. Garrincha, inspirado por Elza Soares, fez gols de cabeça e até de fora da área, e Amarildo marcou 3 gols. O Brasil  derrotou  a Tchecolosváquia, na final, 3 a 1. A lembrança é o frevo do bi: “quando a partida esquentar/ E Vavá de calcanhar /Entregar a pelota a Mané/ E Mané Garrincha, Didi/ Didi diz é por aqui / Aí vem o gol de Pelé/ Goool!”

1966- Meninos, eu não vi, de novo.  TV era para poucos. Com alguma sorte, a gente assistia algum programa na TV em branco e preto na casa de algum vizinho rico. Televisão, não, a gente assistia televizinho. Mais uma vez, o velho rádio cumpria o seu papel. Ainda bem que não vimos porque a seleção deu o maior vexame: dançou na primeira fase. A Inglaterra, dona da casa, na final, derrotou a Alemanha Ocidental por 4 a 2.  O jogo mais emocionante foi  aquele Portugal x Coreia do Norte. Depois de estar perdendo por 3 a 0, Portugal virou  5 a 3.

1970- Meninos, eu vi.  Entre a copa anterior e esta, muita gente adquiriu o sonhado televisor.  Aquele timaço jogou muito. Jairzinho, Tostão, Rivelino, Gerson e Clodoaldo deram um show de bola. E Pelé, precisa dizer alguma coisa? A Itália tomou de 4 a 1, na final. A lembrança musical, Pra frente Brasil: “Setenta milhões em ação/ Pra frente, Brasil,/Do meu coração…” e Sou tricampeão, dos irmãos Valle, cantado pelos Golden Boys.

1974- Como Pelé havia encerrado a carreira em 1973, o Brasil até que deu sorte e chegou à semifinal quando rodou frente ao carrossel holandês. A Alemanha Ocidental, que sediou a Copa, derrotou a Holanda, na final, por 2 a 1.  Ademir da Guia jogou apenas na disputa pelo terceiro lugar. Ficamos em quarto.

1978- A Copa, na Argentina, foi a mais questionada da história. Deu Argentina, na final bateu a Holanda por 3 a 1. Jogando contra o Peru, precisava de ganhar por 4 gols de diferença para ir à final. O goleiro Quiroga, argentino de nascença,  tomou 6 gols, eliminando o Brasil. No retorno ao Peru, os torcedores jogaram moedas em seus atletas que confessaram, décadas depois,  que sofreram pressão dos militares argentinos e entregaram a partida.

1982- Para os fãs do futebol-arte, esta foi a nossa melhor seleção de todos os tempos apesar da eliminação nas quartas. O Brasil só precisava de um empate mas deu Itália que seguiu vencendo, e surpreendeu a Alemanha, na final,  3 a 1. A lembrança é uma foto de um menino chorando  que ocupou a capa do Jornal da Tarde no dia seguinte.

1986- Outra Copa no México, outra Copa conquistada pela Argentina que derrotou a Alemanha por3 a 2, na decisão. Maradona foi o cara da Copa. O Brasil caiu novamente nas quartas diante da França. A lembrança dolorosa foi a perda do pênalti de Zico que levou a decisão aos pênaltis, vencida pelos blues.

1990- Outra Copa para esquecer. Na Itália, A Argentina eliminou o Brasil, nas oitavas, 1 a 0. Na final, a Alemanha se vinga da Argentina, vencendo-a por 1 a 0. Sebastião Lazaroni, técnico da seleção, sumiu do mapa e só voltou ao noticiário quando assumiu a seleção de Qatar em 2011.

1994- Copa nos EUA, o Brasil venceu a Itália, na final, graças ao pênalti perdido por Roberto  Baggio. Lembrança ruim: a expulsão do lorde Leonardo que deu uma cotovelada no lateral norte-americano . Destaque para o goleiro Taffarel e a dupla de ataque Romário e Bebeto. Lembrança boa: a faixa “Senna, Aceleramos Juntos. O Tetra é Nosso“.

1998- Fomos à França muito confiantes. Tudo foi bem até a final quando perdemos por 3 a 0. O apagão do Fenômeno desestabilizou o time e os bleus faturaram a sua primeira Copa.

2002- Copão, Coreia do Sul e Japão, sedes da Copa. Na final, o Brasil derrotou a Alemanha por 2 a 0. Chico Xavier morreu nesse dia, ele que anunciara que morreria no dia em que o Brasil estivesse muito feliz.

2006- Copa na Alemanha, na final, após o 1 a 1, a Itália derrotou a França na disputa de pênaltis. O Brasil foi eliminado pela França pela terceira vez na história das Copas. A Itália venceu sua quarta Copa e encostou no Brasil.

2010- Na Copa da África do Sul, o Brasil rodou nas quartas quando perdeu para a Holanda por 2 a 1. E a Espanha venceu a sua primeira Copa derrotando a Itália por 1 a 0. O técnico cabeça-Dunga preferiu levar volantes brucutus em vez de Neymar e Ganso  e deu no que deu.

2014- A 20ª.Copa do Mundo começa daqui a 22, 21, 20 dias. A expectativa é muito grande. Greves e manifestações agitam o país. O mundo está de olho em Lisboa onde, no sábado,  o Real Madrid e o Atlético também de Madri decidem a Champions. Depois começa  a contagem regressiva para a abertura da Copa, no Itaquerão. Quem levantará o caneco? Alemanha? Argentina? Brasil? Japão? Por que não?

 

 

 

===================================================================

 

 

Jorge Nagao

além do Nippak e www.nippak.com.br,  também está na constelação do www.algoadizer.com.br.  E-mail: jlcnagao@uol.com.br

 

 

 

 

 

Redação

Redação

nippak@nippak.com.br
Redação

Últimos posts por Redação (exibir todos)

Related Post

SILVIA IN TOKYO: Maior Exposição de Rosas do Japão... Confira as novidades do 17º Show Internacional de Rosas e Jardinagem, no Seibu Prince Dome de Tokorozawa (Saitama).   Cenas do show de rosas...
LEGISLAÇÃO com FELÍCIA HARADA: Excesso de ruído em... Todos têm o direito, entre outros, a paz, ao sossego e a saúde dentro do próprio lar em homenagem ao princípio constitucional da dignidade humana. ( A...
SILVIO SANO > NIPÔNICA: Dia do Pedestre 8 de julho, foi o Dia Internacional do Pedestre. Caramba! Tem até esse dia?! Bom, não sei se ter dia “disso ou daquilo” funciona como meio para se lev...
ERIKA TAMURA: Meu emprego de pesquisadora no japão...   Recebo muitas mensagens e e-mail, me perguntando sobre o meu emprego no Japão. Muitas pessoas não sabem, ou acham que vivo integralmente do ...

One Comment

  1. Bem, meu amigo, você reclamou que ninguém curtiu seu texto, então aqui vai: Amei!!Refrescou a pouca memória que tenho de copas do mundo. Me lembro muito bem, ou melhor, não muito bem, afinal não sei se foi a de 58 ou de 62(você me confundiu com o fato de ter sido em dia de S.Pedro), um tio estava com seu radinho de pilha colado ao ouvido para ouvir, claro, ao jogo que rolava e então, muito emocionado, ele disse aos demais(toda parentada estava na nossa casa-indício de que era um domingo ou dia de festa junina), que o Brasil tinha ganho a copa do mundo!! e eu pensava: e eu com isso?

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *