JORGE NAGAO: MasterText

resized_23-bienal-do-livro-de-sp-0

 

Foi um sucesso o programa MasterText Brasil transmitido pela TV Bandida para revelar novos escritores. Hoje é dia de muitas emoções.

Com a palavra, a apresentadora Ana Paula Camões.

– Depois de uma competição acirradíssima, estamos na final. Boa noite, Jacquin Marcelino, Silvério Fogazar e Paola Coelho. Boa noite, finalistas: Fernando, Clarice e Cecília. Boa noite, convidado especial desta final, Luis de K. Braz, a quem passo a palavra.

– Agradeço ao Mastertext pelo convite. Caros escritores, vocês terão uma hora para fazer um texto sobre o ofício de escrever. Vocês têm três  minutos para ir à biblioteca e escolher dois livros para ajudá-los nesta tarefa mas sem fazer qualquer citação porque o texto não pode passar de quatro linhas.

Uma hora depois.

– Clarice, por favor, traga o seu texto- pediu Fogazar.

– Aqui está, Mestre!

– Quais livros você escolheu?

– O dicionário analógico e um livro de culinária. – disse Clarice.

– Boa escolha. Leia, por favor. – disse Silvério.

– “ Escrever é uma terapia e para cozinhar basta ter a pia e um bom fogão. A comida nutre o corpo, o bom texto alimenta a alma. O texto precisa ter molho e pimenta pra ficar um shoyu de bola. De cair o queijo.

– Gostei da pitada de humor. – disse Fogazar.

– Nessa salada de culinária com literatura, faltou um pouco de sal no texto mas gostei, garota. – disse Paola Coelho.

– Sua escrita tem molho e está bem “tomperado com metáforras” – disse Jacquin Machado.

– Seu texto, Fernando!- disse Paola.

– Aqui está, mestre! – disse o candidato.

– Que livros você escolheu? – perguntou a mestre.

– O dicionário Houaiss e Grandes Sertões: Veredas.

– Ok, pode ler. – disse Coelho.

“ Para escrever bem – não é você, meu bem – faça com que a sua redação seja concisa, enxuta – não a lavadora. Portanto não encha linguiça – não a toscana – se não ela será tosca e sem charme – não o cigarro.”

– Tá legal, Fernando. Mas você precisa esquecer que é redator publicitário. – disse Paola Coelho.

– Pegou o Rosa pra quê? Não tem um neologismo. Mas tá muito bom. – disse Jacquin Marcelino.

– O texto é bom – não o bril; é incrível – não o Hulk – mas veja – não a revista – dá pra melhoral – não o comprimido.- disse Fogazar.

– Cecília, sua vez! Quais livros você escolheu? – disse Jacquin Marcelino.

– O Aurélio e a minha xará Meireles. – disse Cecília.

– Pode ler, querida – disse Jacquin.

– “ Escrever é entrar numa canoa

no meio de um grande temporal

sem saber se você vai se dar mal

ou se, no final, ficará numa boa.”

– Que escolha arriscada, menina. Acho que você ficou numa boa.- disse Jacquin Marcelino.

– Até que ía bem mas, no final, você se deu mal.- disse Paola Coelho.

– Cecília, leia mais a sua xará, que você chega lá. – disse Silvério Fogazar.

– Chegou a hora, gente! Quem levará o troféu MasterText? Vamos ouvir a opinião do mestre, nosso convidado especial, Luiz de K. Bras. – disse Ana Paula Camões.

– Muito interessante. São três estilos distintos. Creio que quem foi mais fiel ao tema e escreveu com mais lirismo e clareza, foi a Clarice – disse Luiz Bras.

– Quem deve ganhar o MasterText, Jacquin Marcelino? – perguntou Ana Camões.

– Os três estão no mesmo nível mas como o Fernando é o mais novo, acredito que ele evoluirá mais que as meninas. – disse messiê Marcelino.

– Você pensa o mesmo Fogazar? – perguntou a apresentadora.

– Escolha difícil mas o meu voto vai para, vai para, vai para… Cecília! – disse o mestre Silvério.

– Sobrou pra você, Paola. Quem escreveu melhor? – perguntou a Ana Maria Camões.

– Minha mãe mandou votar em você mas como sou teimosa vou votar no na na Clarice. – disse Coelho.

Clap clap clap uhuuu uhuuu

– Clarice, parabéns! Aqui está o seu troféu MasterText, o prêmio de R$ 150 e uma passagem para São Tomé das Letras, só de ida. Obrigada a tod@s e até o próximo MasterText. Boa noite!

 

Related Post

ERIKA TAMURA: Paulinho Gogó no Japão Queridos leitores, eu não estou acreditando que já estamos no final do ano. Meu Deus, como passou rápido! Ao mesmo tempo que paro para pensar s...
MEMAI: O TRANSPORTE COLETIVO NO JAPÃO   Por Eduardo Mesquita Pereira Alves / Memai   Estação de Kamakura. Foto: Nihon Go!   O sistema de transporte do Japão ...
ERIKA TAMURA: Ideias Empreendedoras fazem a difere... Há alguns anos atrás assisti a uma palestra com o diretor da Tam, na Ásia e, le mencionou que as profissões promissoras no futuro, são aquelas que ain...
SHIGUEYUKI YOSHIKUMI: Cremação de Corpos – Em Lins...   Crematório (foto: divulgação) Nesta época em que tanto se fala na prevenção do meio ambiente, de sustentabilidade, essa medida deve ser ...

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *