JORGE NAGAO: MATHEUS, CHEF

 

resized_siteO-cozinheiro-atrapalhado_04-1024x512

 

Conheci um cozinheiro incrível, agitado, engraçado, que fala sem parar.

– Muito prazer,  sou  Matheus Chef, Alceu Dispor, cozinheiro, recém-chegado do Cordão B, de Parí, bairro do Brás, São Paulo, capital do capital.

– Meu nome … (não consegui  terminar a frase.)

-Você gosta de cozinhar ou só cozinha o galo? Ou só faz um miojo ramentável?

– Ahn…

– Cozinhar é alface pra chuchu. I like tomate. Para mim, cozinhar é terapia, ter a pia, fogão e companhia, é só alegria. Ponho um risoto no rosto e cozinho sem medo, sem recheio, ôps, com recheio, mas sem receio de errar. Levei muita “comida” para aprender a cozinhar. Tenho apetite para aprender sempre.-

– Continue assim.

-Cozinha não é lugar de sofrer mas de fazer uma far(r)inha. Manjar um pouco dessa arte de cozer é suficiente para criar iguarias. Quem gosta de souflée é um cozinheiro masoquista.

– Sei.

-Para crescer como cozinheiro não é preciso ingerir fermento. Por exemplo, a  gastronomia oriental é fácil, dois palitos. Mais fácil ainda é enrolar na cozinha. Tem  aki, temaki, sushi e harumaki. E tem que ser rápido porque tempurázo curto. Se preferir outro rolo, enrole um rocambole, doce ou salgado.

-Ahn…

– O bom cozinheiro não faz bagunça na bancada dele. Usou, guardou. Sujou, limpou. Ele não é porco, porco só na panela, muito bem temperado. Em toda mesa, cai bem um creme. O creme compensa porque é de fácil de degustar, fácil de gostar.

– Pois é.

– Sabe na casa de quem não entra carne de 2ª., nem no resto da semana? Na casa do vegetariano  que acha um absurdo “levar pedaço  de cadáver à boca”. Ora, a saúde é sua, estrague-a como quiser, como diria o Abu.

– Abu?

– Abu, que morreu há pouco tempo. Cozinheiro corre contra o relógio porque o tempo passa,  o tintureiro passa e até a uva passa. Ele não pode ser distraído. Se for, se diz traído pela distração.  Você gosta de comida erótica?

– Erótica?

– Ó o cardápio: picanha, maminha, pacu, bruschetta, cuscuz, sobrecoxas, essas coxas todas.

– !!!

– Cozinheiro bom  tem que ralar muito, além de assar, dourar, empanar, escaldar, escoar, fritar, untar, não é mole não! Tem que ficar de olhos nos óleos porque o ingrediente tem que estar como alguém esperando o ônibus: no ponto. E sirva o kibe logo, senão esfiha.

– E…

E frango? O Rogério Ceni  gosta de frango assim ou assado?

– De todo jeito.

– É assim que vendo  o meu peixe. Não sou nenhum cabeça-de-bagre, nem  escamoso.  Não gosto do pintado, nem de livro pra colorir. Peixe, pra mim, santista, é preto e branco, bagre e sardinha, como shoyo no tofu. Tá sem namorado, vá  à peixaria. Tá faltando água, tomara que anchova. Concorda?

– ??

– Tempero é essencial. Sal, pimenta,  erva-doce, mostarda, mostarda mas não falha. Não se esqueça  do louro mas se você preferir o moreno, fique à vontade. Essa foi broa, não foi?

(riso amarelo)

– Não preciso desses ingredientes que passam na tevê:  ciboulett,  ora-pro-nobis, curry, dill, shiitake, shimeji, funghi,  é muita frescura. Cebola, alho, pimentão, não preciso de muita coisa pra fazer um prato champi(gn)on.

– Legal!

– Ôpa, tá na hora de ir pra casa. Vou preparar o almoço. Se tiver só mussarela, vou almoçar ela.   Tá servido?

– Obrigado.

– Como diria a Marjorie,  Estiano, dois mil e crise, está brabo, mas sou cozinheiro, com muito orgulho, com muito humor. Minha batata está assando. Fui!

 

 

JORGE NAGAO

JORGE NAGAO

além do Nippak e www.nippak.com.br,também está na constelação do www.algoadizer.com.br.
E-mail: jlcnagao@uol.com.br
JORGE NAGAO

Últimos posts por JORGE NAGAO (exibir todos)

     

     

    Related Post

    JORGE NAGAO: O Banho-família   Num país parecido com o nosso, o Presidente, empolgado com o sucesso do programa Luz para todos, lançou uma espécie de Banho-Família, o Água...
    AKIRA SAITO: AÇÕES E BONS EXEMPLOS   “Uma boa ação e um bom exemplo valem mais do que mil palavras”   Há tempos nossa sociedade estava carente de bons exemplos, de pessoa...
    NOTÍCIAS DE BAURU: Festival de yakissoba em prol d... Realizada 12, 13 e 14 de setembro, o evento deste ano corre o risco de não se realizar por falta de voluntários. A produção do prato é feita sob...
    JORGE NAGAO: Leitor comenta mytext Histórias de Ka...   Um distinto leitor, que prefere ficar no anonimoita, com vasta experiência no Japão, discordou educadamente de algumas afirmações minhas...

    Faça seu comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *