JORGE NAGAO: Palavras Principiadas Por P

 

Muitos leitores se admiraram pelo fato d’eu ter publicado um texto utilizando apenas a letra G, “Gushiken, guerreiro com G”,  apesar das notas explicativas. Lembrei-me, então de um texto em que empreguei apenas a letra P.  Assisti a uma palestra do Professor Pasquale e do Reinaldo Polito, o mestre da oratória. Primeiro Programa era o site em que escrevia. Diante de tantos pês, escrevi:

 

Pasqualito

 

O Primeiro Programa & Partner promoveram uma palestra de Português com os professores Pasquale e Polito. Participantes partiram da Penha, Pinheiros, Pompéia e outras partes da Paulicéia para a paralisada Paulista, a poucos passos do Paraíso.

Português é uma prioridade profissional, um passaporte primordial para passar em provas públicas ou privadas, como Petrobras ou Perdigão. “Português é uma peste, uma parafernália de problemas para o pobre profissional”, proferiu uma participante da platéia. Um Português primoroso é uma porta, uma ponte, para a promoção profissional. Um Português pífio é preocupante, uma paranóia permanente.

O profissional precisa se preparar porque a pressão permanece por mais que se procure a perfeição. Uma pessoa com um Português pobre pode se preparar para o pior. Precisa se policiar com as palavras que podem provocar um piti do patrão. Por pura precaução.

O professor Pasquale é procurado por profissionais deste país e de Portugal. Pensa que a presunção é o pior pecado da pessoa que pena com o Português. Passa de primeira, passo a passo, o pensamento pasqualesco. O professor passeia pela prosa ou poesia como um pássaro passeia pelo parque. Projeta peças publicitárias de péssimo Português ou páginas prolixas perpetradas por profissionais da palavra para que a platéia perplexa perceba como é porreta o Português. Pergunta aos Paulos, Pedros, Patrícias e Priscilas, palmeirenses ou não, da platéia, se passou a sua proposta. Palavrão não poupa porque é partidário do “é proibido proibir”. Pasquale, que prr…fessor! Perdão, Pasquale, perco o professor, porém a piada, não.

O polido professor Polito, é um perito, um perfeccionista. Seu power point é de primeira. Profissional de ponta, prepara ponto a ponto, e  planeja até o pulo-do-gato. Permeia a palestra com piadas e projeções preciosas. Perscruta as pessoas na platéia e, se o público é de um  português precário, pode parecer piegas com um papo de pastor. Mas, se a platéia é de professores e parlamentares, pontifica com pompa e postura de  um Phd. O protocolar paletó do Polito é outro ponto para o professor. No palco ou no púlpito, Polito principia com perfeição, o público prestenção, parla, parla, e pronto. Palmas para o Polito.

O pessoal da platéia partiuem paz. Passapor problemas mas peleja para pousar num porto de paz, no porvir, para poder pescar de papo pro ar. Um programa como este é um presente tanto para o prefeito de Presidente Prudente quanto para o prudente Presidente do Palácio doPlanalto.

Parabéns, PP&P, Primeiro Programa & Partner! Parabéns, PPePP, Professor Pasquale e Professor Polito! Palestras em prol do Português sempre é prá lá de produtiva. Promovam mais papos e palestras de Português para que mais pessoas possuam mais predicados politistas e pasqualescos. Mais Pasqualito, please!

 

Jorge Nagao

além do Nippak e www.nippak.com.br,  também está na constelação do www.algoadizer.com.br.  E-mail: jlcnagao@uol.com.br

 

 

 

 

 

 

 

Redação

Redação

nippak@nippak.com.br
Redação

Últimos posts por Redação (exibir todos)

Related Post

MUNDO VIRTUAL: Responsabilidade por compra feita e... Uma das grandes propostas da internet e dos recursos tecnológicos é trazer mais comodidade para nossa vida cotidiana; por isto abordo hoje os sites de...
ERIKA TAMURA: Atitudes surpreendentes Esse ano faz 19 anos que vivo no Japão. Um país que eu amo, que me acolheu e me deu tudo que tenho hoje (e não estou falando de bens materiais). O...
JORGE NAGAO: Compadre Paulo   Inadmissível esse interminááável silêncio nosso, depois da partida da comadre Roseli, e você, Paulo, tem razão pensando assim. Parece estran...
SHIGUEYUKI YOSHIKUMI: Primeiro Grande Culto do Ano... Primeiro Grande Culto do Ano no Templo Taisenji, de Lins (Foto: Shigueyuki Yoshikumi)   Foi no dia 6 de janeiro, com a presença de umas 35...

One Comment

  1. Parabéns, Professor P… P… P… Nagao! Realmente é difícil. Não consegui finalizar… rs Abs

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *