JORGE NAGAO: Sinta-se na pele do outro

 

Quando você for ao Ibirapuera, curta a novidade: entre numa enorme caixa de sapato em que está escrito “Caminhando em seus sapatos…”, escolha um entre 25 calçados, calce-o e ouça a história do dono do sapato, por dez minutos. Ele/ela pode um refugiado, uma prostituta, um presidiário, sapatão, ôps, um trans, enfim, são 25 relatos que geralmente emocionam os ouvintes-cinco.

A idéia é conduzir o público a uma viagem empática e sensorial, ouvindo depoimentos que refletem sobre os temas diversidade, violência social e direitos humanos, LGBTfobia, gordofobia, educação, cultura e acessibilidade, informa o site catraca livre.

O escritor Xico Sá que passou por lá, recomenda: “ calçar o sapato e ouvir o drama de alguém resulta numa sensação  muito forte. Você entende porque , de repente, por uma escolha ou ato impensado, sua vida vira do avesso. Qualquer um de nós poderia ser o protagonista daqueles relatos.

Andréa Buoro, diretora do Intermuseus, complementa: “ ao por o sapato do outro, você se conecta com ele, e vai se despindo do seu julgamento e passa a caminhar no modo do outro, entendendo-o melhor”. Ela conta que o “Caminhando” é o resultado de uma parceria com 4  organizações sociais que discutiu temas e situações e selecionaram essas 25 histórias.

Segundo o Wikipedia, empatia significa ter a capacidade psicológica para sentir o que outra pessoa estaria sentindo caso estivesse na mesma situação vivenciada por ela. Consiste  em tentar compreender sentimentos e emoções, procurando experimentar de forma objetiva e racional o que sente outro indivíduo.

A empatia leva as pessoas a ajudarem umas às outras. Está intimamente ligada ao altruísmo – amor e interesse pelo próximo – e à capacidade de ajudar. Quando um indivíduo consegue sentir a dor ou o sofrimento do outro ao se colocar no seu lugar, desperta a vontade de ajudar e de agir seguindo princípios morais.

A capacidade de se colocar no lugar do outro, que se desenvolve através da empatia, ajuda a compreender melhor o comportamento em determinadas circunstâncias e a forma como o outro toma as decisões.

Ser empático é ter afinidades e se identificar com outra pessoa. É saber ouvir os outros, compreender os seus problemas e emoções. Quando alguém diz “houve uma empatia imediata entre nós”, isso significa que houve um grande envolvimento, uma identificação imediata. O contato com a outra pessoa gerou prazer, alegria e satisfação. Houve compatibilidade. Nesse contexto, a empatia pode ser considerada o oposto de antipatia.

Na psicanálise, por exemplo, a empatia significa a capacidade de um terapeuta de se identificar com o seu paciente, havendo uma conexão afetiva e intuitiva.

Você já teve a curiosidade de saber o porquê o cara virou um craqueiro, um sem-teto ou um mendigo?

Quem trouxe este presente aos ibirapuerenses foi o Museum of Empathy, sediado em Londres, foi criado a partir do ditado norte-americano “ nunca julgue alguém sem antes caminhar uma milha com os sapatos dele”.

Lançado em 2015, o Museu da Empatia é dedicado a nos ajudar a olhar para o mundo através dos olhos de outras pessoas. Através de uma série de projetos de artes participativas com foco na narração e no diálogo, ele explora como a empatia não só pode transformar nossas relações pessoais, mas também ajudar a enfrentar desafios globais como preconceitos, conflitos e desigualdades.

O apresentador Gugu obteve a sua maior audiência na TV com o quadro Sentindo na Pele. Aparentando um mendigo, pediu moedas na fila para poder pagar a sua refeição. Muito negaram até que um sujeito solidário deu as moedas que faltavam. O generoso doador das moedas foi ao programa do Gugu e ganhou um caminhão de alimentos (menos o caminhão) e uma viagem de volta à sua cidade natal.

Vá ao Museu da Empatia, simpatia, e se sinta na pele do outro. A Caixa de Sapato fica até 18 de dezembro, de terça a domingo, das 10 às 19h. É de grátis. Seu olhar ficará diferente após essa experiência com o shoe/xulé alheio. Você vai ser outro cara, literalmente.

 

JORGE NAGAO

JORGE NAGAO

além do Nippak e www.nippak.com.br,também está na constelação do www.algoadizer.com.br.
E-mail: jlcnagao@uol.com.br
JORGE NAGAO

Últimos posts por JORGE NAGAO (exibir todos)

     

    Related Post

    ERIKA TAMURA: Eleições no Japão Não é só o Brasil que passa por turbulências políticas, o Japão também está num período decisivo. O primeiro ministro japonês, Shinzo Abe, conv...
    CANTO DO BACURI > Francisco Handa: Sem palavras | ... Sem palavras O silêncio que buscamos Seja nos conventos Seja em meio ao tumulto Alcançamos às vezes. Nada mais incomoda Das vozes em soprano...
    SHIGUEYUKI YOSHIKUNI: Ceramista Internacional vem ... Nos dias 10 a 13 de dezembro, em parceria com o Blue Tree Park Lins, Prefeitura Municipal e a Empresa Farias(Cerâmica), YUKIO TSUKADA estará ensin...
    CANTO DO BACURI > Francisco Handa: A casa antiga |... A casa antiga   Uma escuridão percorre aquelas Paredes, não sei bem Se de desgosto consentido Se de tristeza que perdura Numa...

    Faça seu comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *