JORGE NAGAO: Últimos prefeitos de Sampa | Entrevista com JQ

Últimos prefeitos de Sampa

 

 

Quem será o próxim@?

Quem será o próxim@?

 

 

1983-86, Mário Covas, do PMDB foi biônico, nomeado pelo governador Franco Montoro.

 

1986-89, Jânio Quadros, do PTB. O favorito era FHC, que até sentou na cadeira de Prefeito

certo de que venceria a eleição. No dia da eleição, os FHCistas foram `a praia e Jânio se

elegeu. A primeira coisa que a alcaide fez foi desinfetar a cadeira antes da posse.

 

1989-93, Luiza Erundina, PT. A vereadora, assistente social, surpreendeu o favorito Maluf. Para evitar a vitória de um partido pequeno, mudaram a regra eleitoral: nas cidades mais populosas, haveria segundo turno  na eleição seguinte.

 

1993-97, Maluf, PDS, venceu no segundo turno. Como o prefeito não podia se reeleger, Maluf lançou o seu braço direito, Celso Pitta: – Se o Celso não for um bom prefeito, nunca mais vote em Maluf!

 

1997-2000- Celso Pitta, PPB, que fez um péssimo governo, foi cassado mas voltou para completar o mandato.

 

2001-05, Marta Suplicy, PT, fez um governo voltado para as classes baixas mas não conseguiu se reeleger.

 

Jan 2005 a março de 2006, José Serra, PSDB, mas deixou o cargo para se eleger governador de SP em 2006.

 

Mar 2006 a jan 2009, Gilberto Kassab, PFL, vice de Serra.

 

Jan 2009 a jan 2012, se reelege Kassab, PFL.

 

2013 a 2016, Haddad, PT. Fez um governo voltado para os pobres. O corredor de ônibus diminuiu o tempo dos passageiros em engarrafamentos. Diminuindo a velocidade nas avenidas e na Marginal, reduziu o número de acidentes e mortes no trânsito. Tenta a reeleição e tem a minha torcida.

 

Como alguém já disse, paulistano é doido: “Elegeu um corrupto, uma madame dos Jardins, um afro-descendente, uma nordestina, um professor universitário, um tucano-coxinha e o pefelista Kassab.”

 

E agora, quem sabe? Vá e vote mas não em M e R, D, Ah, de jeito nenhum, a ciddad não merece.

 

 


 

 

Jânio é fogo, paulista!

 

14502958_1178108462249394_8055109306085316896_n

 

Jânio Quadros foi prefeito de Sampa em 1953 e presidente da República por sete meses em1961 quando renunciou e causou uma grande confusão no país. Em 1985, se elegeu prefeito.

Sua fama de alcoólatra tem como testemunhas o jornalista Augusto Nunes e Jaguar que contou que, depois de uma entrevista no Pasquim, o desafiou numa disputa alcóolica e ambos acabaram dormindo no jardim da residência de Jânio.

Aproveitando esse mote, durante o mandato do prefeito janial, fiz o texto abaixo e enviei ao Pasquim. Passou-se uma semana, duas, três, e nada. Esqueci o assunto. Meses mais tarde ao comprar o tablóide, encontrei a “entrevista” que, fí-la porque (te)quila, com o então prefeito de São Paulo. Aprecie-a, com moderação.

 

 

 

JÂNIO É FOGO, PAULISTA!

 

P- O senhor bebe? Sim ou não?

JQ- Gin.

 

P-  É verdade que o senhor é rico, que tem muitas casas e 3 Fazendas?

JQ-  É mentira pura. Ou com limão. Tenho apenas um Cavalinho.

 

P-  E quem toma conta desse Cavalinho?

JQ- É um Velho Barreiro de 51 anos.

 

P- O senhor tem filhos?

JQ- Tenho uma filha. Não tive filhos porque não quí-los.

 

P- Por que o senhor viaja tanto ao Exterior?

JQ- Pra não esquecer o meu Passaport.

 

P- Por que tantos outdoors em sua campanha?

JQ- Porque adoro ver meu nome em letras garrafais.

 

P- Dizem que o senhor é uisquezofrênico…

JQ- Uisquezofrênico é a vodken falou!

 

P- Se o Sarney lhe oferecesse um ministério, o senhor aceita-lo-ia?

JQ- Aceitaria o antigo MEC. Gostava muito DOMECQ.

 

P- Qual é a sua canção favorita?

JG- Steinhager in the night e Eu bebo, sim.

 

P- Como o senhor reage em caso de uma agressão física ou moral?

JQ- Peço logo uma “cana” para o agressor.

 

P- Essa goteira em sua casa, não o incomoda?

JQ- De jeito nenhum. Aprecio sobremaneira a goteira porque pinga, pinga, pinga…

 

P- E essa história de labirintite. É verdade.

JQ- Cá pra nós, sofro mesmo é de birinaitite.

 

P- Como o senhor gostaria de morrer?

JQ- Como a Joana D’Arc: no maior fogo.

 

P- Um Jânio D’Álcool?

JQ- Hic!

 

P-  Por que o senhor toma todas?

JQ- Porque nunca se deve dizer “dessa aguardente jamais beberei.”

 

P- O que o senhor tem a dizer a respeito de sua histórica renúncia?

JQ- Mé, a culpa! Mé, a culpa! Mé, a culpa!

 

JORGE NAGAO

JORGE NAGAO

além do Nippak e www.nippak.com.br,também está na constelação do www.algoadizer.com.br.
E-mail: jlcnagao@uol.com.br
JORGE NAGAO

Últimos posts por JORGE NAGAO (exibir todos)

     

     

    Related Post

    Beleza by YUMI KATAOKA: LÁBIOS GLITTER ROSA Hellooo meninas e amantes de beleza e maquiagem. Hoje vou mostrar um tutorial simples e super fácil para você destacar seus lábios em qualquer ocas...
    SILVIO SANO > NIPÔNICA: Tristeza não tem fim? Pode... Bom, pelo título e pelas últimas Nipônicas, além do “clima” ainda no ar, é fácil entender minha referência. Né, não?! Pois é, eleições 2014, com vitór...
    SHIGUEYUKI YOSHIKUNI: MINICONTO   Pegaram-no roubando eletrônico no carro. Por azar, presenciei o ato. Testemunha na delegacia. Quando chegava em casa, o ladrão passou em fre...
    BELEZA BY YUMI KATAOKA: Olho gatinho – Delin...   Olá Amigas!   Neste tutorial da semana, vou ensinar um truque para você que quer fazer aquele delineado perfeito, mas tem um pouc...

    Faça seu comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *