JORGE NAGAO: Velha Jovem Guarda

https://luciazanetti.files.wordpress.com/2015/02/50-c3a1lbuns-da-jovem-guarda.jpg (para ampliar)

https://luciazanetti.files.wordpress.com/2015/02/50-c3a1lbuns-da-jovem-guarda.jpg (para ampliar)

 

Menin@s, eu vi! Vi, ouvi e curti muito a Jovem Guarda que está completando 50 anos! Parece que 1965 foi anteontem. Sem comprar os Lps, compactos simples ou duplos, a gente sabia de cor os hits da JG,o “sertanejo” da época. Rock jovem enlouquecia a moçada que esquecia a ditadura que engatinhava.

Se Você Pensa que foi um movimento fútil, Nem Vem Que Não Tem, Pode Vir Quente que eu estou fervendo. Não foi um Filme Triste, foi uma Festa de Arromba.

“ Renato e seus Blue Caps tocavam na piscina, The Clevers no terraço, Jet Blacks no salão,   OS Bells de cabeleira não podiam tocar, enquanto a Rosemary não parasse de dançar.”

Eu era apenas um Bom Rapaz, Alguém na Multidão, que vivia Pensando Nela, a Menina Linda, Meu Bem, que cantava no Ritmo da Chuva e achava que eu tinha Coração de Papel.

Eu Daria a Minha Vida para ter A Volta daquelas Jovens Tardes de Domingo, velhos tempos, belos dias. Eu também Era Um Garoto que como eu amava os Beatles e os Rolling Stones, Rebelde que curtia Minha Fama de Mau e dizia “Quero que vá tudo pro Inferno”, que ía pra Pescaria pra esquecer a Namoradinha de um amigo meu.

 


 

 

Jovem Guarda e o Futebol

Por incrível que pareça, a Jovem Guarda surgiu porque a Federação Paulista de Futebol cancelou a transmissão ao vivo dos jogos, alegando que havia pouco público nos estádios.

A Direção da TV Record contratou a agencia de propaganda Magaldi, Maia e Prósperi para criar um programa para substituir o futiba no Morumba. Carlos Manga, diretor artístico da Record, ao receber a proposta do programa e ouvir “Splish, Splash”, na voz de Roberto Carlos que comandaria a atração, duvidou do sucesso do programa. Ao encontrá-lo, porém, sentiu firmeza, gíria da época, e aprovou o projeto.

Aprovado o programa musical com cantores emergentes como Roberto, Erasmo e Wanderléa, o nome óbvio era Festa de Arromba. Carlito Maia, ele mesmo, convenceu a todos, mencionando a frase do revolucionário russo Lênin: “ o futuro pertencia à jovem guarda”, informa o Ricardo Cravo Albim em seu site http://www.dicionariompb.com.br/jovem-guarda/dados-artisticos.

Assim começou o fenômeno Jovem Guarda que reinou até 1969, por coincidência até a chegada do AI-5 que mergulhou o país nas trevas.

George Israel, do Kid Abelha, concorda coma a ideia de que a Jovem Guarda faz parte do DNA do pop nacional. Skank, Titãs e outras bandas de todas as bandas do país concordam que o legado da Jovem Guarda influenciou e muito o rock nacional.

O tempo passou até que nos anos 80, deparo-me com a cantora Martinha, minha vizinha, no elevador. Ela notou que a reconheci e, gentil, se apresentou:

– Muito prazer, “Queijinho de Minas”!

E eu, meio sem graça, respondi:

– Tofu de Vera Cruz, muito prazer!

 


 

 

Jovens Tardes de Domingo (Roberto e Erasmo)

Eu me lembro com saudade
O tempo que passou
O tempo passa tão depressa
Mas em mim deixou
Jovens tardes de domingo
Tantas alegrias
Velhos tempos
Belos dias
Canções usavam formas simples
Pra falar de amor
Carrões e gente numa festa
De sorriso e cor
Jovens tardes de domingo
Tantas alegrias
Velhos tempos
Belos dias

Hoje os meus domingos
São doces recordações
Daquelas tardes de guitarras
Sonhos e emoções
O que foi felicidade
Me mata agora de saudade
Velhos tempos
Belos dias

Velhos tempos
Belos dias

Vocês me desculpem mas tenho que ir embora. Agora vou parar para ouvir as músicas da Jovem Guarda, sem parar. Obrigado,Rei, Tremendão, Ternurinha & todos que fizeram a trilha sonora da minha adolescência. Bye, bye, vruuuuuuuuuum

 

 

JORGE NAGAO

JORGE NAGAO

além do Nippak e www.nippak.com.br,também está na constelação do www.algoadizer.com.br.
E-mail: jlcnagao@uol.com.br
JORGE NAGAO

Últimos posts por JORGE NAGAO (exibir todos)

     

     

     

    Related Post

    ERIKA TAMURA: Luiz França, Felipe Hamachi e Gus F... Essa semana tive o prazer de ir almoçar e passear pelas ruas de Tóquio com os humoristas Luiz França e Felipe Hamachi, que juntamente com Gus Fernande...
    SILVIO SANO > Nipônica: Moradores de rua letrados Nesta semana, tendo de ir ao Poupatempo da Sé, fui de metrô. Da estação até lá tive ainda de fazer boa caminhada e grande parte subterrânea. Fiz esse ...
    AKIRA SAITO: KOKORO “Mais do que fazer algo com empenho, é preciso fazer com amor, com espírito, com a alma”   Na Cultura Japonesa há diversas palavras que não p...
    SILVIO SANO: Koohaku Utagassen   Anos atrás, escrevi que achava exagerada a quantidade de Koohaku Utagassen nos finais de ano, em São Paulo, preferindo que houvesse um só......

    Faça seu comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *