KARAOKÊ: Nobuhiro Hirata é tricampeão do Paulistão de Karaokê

O cantor Nobuhiro Hirata venceu o Grand Prix do 21º Concurso de Karaokê do Estado de São Paulo , o Paulistão, que aconteceu de 6 a 8 de fevereiro, em São Caetano do Sul (Região do ABC paulista), e levou para casa R$2.500,00, uma viagem para Maceió AL) com estadia e  passagens aéreas oferecidas pelo Matsubara Hotel, além de mais R$ 1.000,00 pela conquista do prêmio melhor do Interior. E, é claro, o carinho do público que lotou o teatro Municipal Paulo Machado de Carvalho. “Os concorrentes me surpreenderam e todos demonstraram muito talento. Não esperava, tanto que demorou para eu perceber que era a minha música”, disse Nobuhiro, que, bastante emocionado, agradeceu a todos os cantores, amigos e diretores que estavam no palco.

Com realização da regional ABCD Baixada Santista e promoção da UPK – União Paulista de Karaokê, o concurso teve o apoio da Prefeitura local e premiou três grandes cantores: Kazue Fuji como a melhor da Capital, Sergio Tanigawa, o melhor da grande São Paulo e Nobuhiro  Hirata como o melhor do Interior. Todos receberam R$1.000,00 e mais um presente da Roland.  O dantaissen (pontuação por equipe) ficou para a regional Leste e em segundo a Centro-Oeste. Foram pontuados também a regional Centro (3º ), Sudoeste (4º ) e a Oeste (5º ). A regional Centro ganhou o prêmio de melhor torcida, em segundo a Centro-Oeste e em terceiro a regional Oeste. Amélia Anzai ganhou uma estadia no Costão do Santinho e Sergio Tanigawa ganhou estadia em Búzios oferecido pela Blue Tree.

 

Finalistas do GP do 21º Concurso de Karaokê do Estado de São Paulo realizado em São Caetano (foto: Célia Kataoka)

Finalistas do GP do 21º Concurso de Karaokê do Estado de São Paulo realizado em São Caetano (foto: Célia Kataoka)

 

O campeão – Nascido em Presidente Prudente, professor de Matemática e de língua japonesa, Nobuhiro Hirata  se consagrou como cantor  enka, estilo de sua preferência, mas canta miyou, romântico, pop, new enka e infantis. Foi levado para a música pelas mãos de seu pai Katsuhiro . “Ele sempre acreditou em mim e agora que não está mais entre nós eu sempre canto pensando nele”, disse comovido, mas desta vez” dedico esta vitória a minha mãe, que sempre me apóia”

Nobuhiro venceu muitos concursos e coleciona troféus, mas o que marcou a sua carreira foi vencer  o concurso Nippon Taishu Ongaku Kyoukai realizado em Shinzuku Tokyo  no Japão em 2007, foi quando prometeu não tomar refrigerante durante 10 anos, se ganhasse. Enfrentou cantores de várias partes do mundo e Nobuhiro recebeu o troféu das mãos do 1º  ministro japonês Shinzo Abe. É fã do cantor Hossokawa Takashi, mas canta  também músicas nacionais internacionais, MPB e até de doyo. “Canto enka e miyou porque são músicas que representam a raiz do  povo japonês, mas infelizmente está acabando” disse Nobuhiro.  “ Nos shows organizo um repertório conforme o público do evento, normalmente é 90% de músicas japonesas, mas é preciso ser versátil e agradar todos, pois o  objetivo é entreter, levar felicidade para as pessoas e sempre os não descendentes participam.”

As conquistas de Nobuhiro foram muitas. Entre elas, campeão na categoria Adulto pela UPK oito vezes, campeão Juvenil e Adulto no Abrac sete vezes, venceu o Concurso de Karaokê do Estado de São Paulo em 1998, 2005 e agora em 2015. Foi campeão do Grand Prix no Brasileirão em 2007  e campeão no Japão Taishu Ongaku Kyokai.“A minha trajetória foi trágica pois não gostava de cantar e eu era forçado pelo meu pai mas com o tempo passei a gostar, passando a me dedicar mais e aprendendo com todos. O Tayo abriu as portas para os shows e aprendi muito com Karen Ito e Edson Saito”, disse. Em 1997, fiquei em segundo lugar e meu pai disse que faltava treino. No ano seguinte, em 1998, Nobuhiro venceu o Grand Prix no dia 3 de maio, dia que completava um ano de morte de seu pai. “Me emocionei e de lá para cá, a minha vida se transformou , faço shows em vários eventos que me convidam  em Brasília, Recife, Rio de Janeiro, Bahia, no estado de São Paulo me dedicando totalmente a música”, disse Nobuhiro, que deixa uma mensagem: “Acredite no seu sonho, corra atrás e faça a alegria do seus  pais, ditians e batians,  é só você querer, que tudo de bom acontece”, completa.

 

Cerimônia de abertura com autoridades e convidados ao fundo (Foto: Célia Kataoka)

Cerimônia de abertura com autoridades e convidados ao fundo (Foto: Célia Kataoka)

 

 

Abertura Oficial – A abertura oficial do evento  foi prestigiada por autoridades locais e políticos. Estiveram presentes Elzo Sigueta, presidente da UPK – União Paulista de Karaokê,  o coordenador geral Morio Minami,Masahiro Nishikawa, os deputados federais Keiko Ota (PSB-SP) e Walter Ihoshi (PSD-SP) e os estaduais Hélio Nishimoto (PSDB) e Jooji Hato (PMDB), Luis Yabiku, o vereador Aurélio Nomura (PSDB), Yuki Minami, Pedro Mizutani, Toshio Yamao, Tadayoshi Hanada, Tiyomi Takase, Chieko Aoki  Massao Kamioka  e Paulo Kubo, entre outros.

(Célia Kataoka, especial para o Jornal Nippak)

Redação

Redação

nippak@nippak.com.br
Redação

Últimos posts por Redação (exibir todos)

Related Post

MARINGÁ/PR: Flávio Arns recebe comitiva japonesa d...   O governador em exercício Flávio Arns recebeu nesta segunda-feira (13/05), no Palácio Iguaçu, em Curitiba, uma comitiva japonesa de Kakogawa...
COMUNIDADE: Associação Okinawa do Carandiru celebr... No último domingo, 9, a AOC - Associação Okinawa do Carandiru, uma das recentes associações nikkeis da zona norte da Capital, realizou a sua 7ª Festa ...
ARTE E CULTURA: Workshop “Taiko – O tambor japonês...   O músico de taiko, Setsuo Kinoshita, realizará um workshop divulgando o instrumento em 10 cidades do estado de São Paulo entre os meses de m...
BRASIL-JAPÃO: Márcia Nishie é nomeada Embaixadora ... A cantora Márcia (foto divulgação) Márcia Nishie, cantora e atriz popular no Japão, foi nomeada “Embaixadora dos 120 Anos de Amizade Japão-Brasil”...

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *