KENDÔ: Brasil busca manter hegemonia no 4º Campeonato Latino-Americano em Mérida, no México

A seleção brasileira de kendô inicia amanhã (14), em Mérida, no México, sua participação do 4º Campeonato Latino-Americano de Kendô, que prossegue até este domingo (16), com a participação de cerca de cerca de 200 atletas de 14 países: Argentina, Aruba, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, Equador, El Salvador, México, Panamá, Peru, Trinidad e Tobago, Venezuela e Uruguai.

O presidente Ciutoco Kogima com o diretor Takeshi Omasa (foto: Aldo Shiguti)

O presidente Ciutoco Kogima com o diretor Takeshi Omasa (foto: Aldo Shiguti)

A programação tem início hoje (13), com a realização de seminários. As disputas começam nesta sexta-feira nas categorias individual e por equipes. A delegação brasileira é formada por cerca de 30 atletas, entre homens e mulheres, incluindo juvenis.

É a segunda vez que o México sedia a competição. A primeira foi em 2012. O Brasil, considerado uma potência na modalidade, nunca sediou o evento.

Segundo o presidente da Confederação Latino-Americana de Kendô, Ciutoco Kogima, a ideia é “desenvolver outros centros”. “Além disso, realizar o evento no Brasil acaba saindo caro em função de sua localização geográfica”, conta Kogima, lembrando que, desde que assumiu a diretoria da entidade, em 2009, o número de países praticantes na América Latina vem aumentando ano a ano. “Para se ter uma ideia, quando assumimos, o kendô estava estruturado apenas no Brasil, Argentina, Chile, Equador, Guatemala e Uruguai”, destaca o dirigente, afirmando que, pelo menos no kendô, “o Brasil é o país a ser batido”.

“Isso é bom porque acaba elevando o nível também dos outros países”, justifica o diretor da Confederação Latino-Americana, Takeshi Omasa. Segundo ele, o país também passa por uma renovação. “Hoje, vemos muito mais não descendentes de japoneses do que antigamente”, destaca Omasa.

Para Kogima, dos cerca de mil praticantes registrados na CBK, cerca de 30% são de não descendentes. “Antes, esse número era de apenas 5%”, afirma o dirigente, explicando que a própria Federação Internacional de Kendô, entidade com sede no Japão, orienta para que o trabalho seja direcionado nesse sentido.

(Aldo Shiguti)

Redação

Redação

nippak@nippak.com.br
Redação

Últimos posts por Redação (exibir todos)

Related Post

TÊNIS DE MESA: Tudo pelo esporte Há alguns anos, veio em nosso escritório em São Paulo uma famosa empresa de marketing com o intuito de verificar como andava nossa modalidade, ou seja...
TÊNIS DE MESA: Cuiabá sediará Campeonato Intercolo... De 20 a 22 deste mês, Cuiabá, no Mato Grosso, será a capital brasileira de tênis de mesa com a realização da 67ª edição do Campeonato Brasileiro Inter...
KARAOKÊ: Harumi afirma que o Bunkyo também quer se... Conforme antecipou o Jornal Nippak na edição de 19 de maio, representantes das entidades nikkeis do interior do Estado de São Paulo, liderados por Tos...
MÚSICA: Show ‘Moments’ de Joe Hirata no Bunkyo têm... Uma boa notícia para os fãs do cantor Joe Hirata. Os ingressos para o show de lançamento do seu mais recente trabalho, Moments, o oitavo de sua carrei...

One Comment

  1. Almejamos que o Brasil seja MUITO BEM SUCEDIDO nesse 4º Campeonato Latino-Americano em Merida, no México!!!

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *