LÍNGUA JAPONESA: Casa da Cultura Japonesa da USP debate importância sobre ensino da língua japonesa

 

O curso de graduação em Letras – bacharel em Japonês da FFLCH-USP completa 50 anos de existência em 2013. Desde sua fundação como a primeira instituição de ensino superior – leciona lingua japonesa e literatura do país em 1963 – o curso tem se dedicado à formação de pesquisadores e docentes universitários principalmente nesta área de Língua japonesa e literatura e tem contribuído para o desenvolvimento da pesquisa da área.

Para comemorar esse momento histórico, o curso realizou o Simpósio Internacional de Estudos Japoneses de Língua, Literatura e Cultura Japonesa no mês de setembro, cujo objetivo foi comemorar o cinquentenário não somente com homenagem aos fundadores do curso, mas também despertar reflexões sobre temas ligadas a área através de palestras e debates com especialistas.

 

Simposio comemorou os 50 anos do curso de graduação em Letras – Habilitação em japonês (foto: Shiho Tanaka)

 

Na abertura do evento, que contou com a presença de cerca de 150 pessoas relacionadas à universidade e também as autoridades japoneses, foi confirmada a importância e relevância da instituição que sempre tomou a liderança da pesquisa de estudos japoneses no Brasil.

Depois da fundação do primeiro curso em 1963, o Centro de Pesquisa da Cultura Japonesa se organizou em 1968, o ano comemorativo de 60 anos da imigração japonesa, com o objetivo de apoiar o curso e formar de professores da lingua japonesa que lecionem nas escolas públicas e pesquisadores especializadas, com a inciativa do saudoso Teiichi Suzuki entre outros.

Em 1976, foi construída a Casa da Cultura Japonesa, que virou o espaço fixado voltado para o ensino, pesquisa, e divulgação da cultura japonesa para o público geral. Foi em 1981 que lançaram a revista acadêmica Estudos Japoneses, única publicação especializada na área.

Depois da década de 80, em que começou a se fundar as outras instituições especializadas na área, o curso de pós-graduação (mestrado) foi criado na USP primeiramente no Brasil em 1996. Até hoje, os trinta se sete mestres se formaram neste curso.

Para Leiko Matsubara Morales, professora do curso desde 2002, os pilares da atividade da casa são as pesquisas com alta qualidade para aumentar a presença do curso dentro da universidade, e realização do curso especializado que forma professores de japonês os quais atuariam no ensino público.  “Faltam os professores no nosso curso, mas é o grande desafio. Precisamos elaborar a metodologia que combinaria aos alunos não nikkeis, e ao mesmo tempo reforçar a capacidade dos alunos de leitura e interpretação de texto. E objetivamos abrir o curso de doutorado futuramente”, explicou.

 

Homenagens – Entre os homenageados, a ex-diretora Jenny Wakisaka, de 87 nos, se emocionou bastante na cerimônia de abertura. Lembrou da época em que ela não tinha ligação com o mundo acadêmico, quando vivia como mãe de quatro filhos, e se inspirou no curso de extensão voltada para o público geral realizado na década de 80.

Nesse curso, encontrou na leitura e interpretação de Genji Monogatari, um dos grandes clássicos da literatura japonesa e também considerado como primeiro romance literário no mundo, uma paixão pelo mundo profundamente rico e lírico de romance. Foi partir daí que entrou na graduação, se interessando na literatura clássica, começando também ao lecionar ainda como estudante.

Conseguiu o título de doutorado em 1987 e continuou atuando como professora até se aposentar em 1996. “A instituição possui o papel significativo que cultiva os futuros pesquisadores. Os graduados atuam como professores nas outras instituições que estão espalhadas no país”, afirma.

 

(Shiho Tanaka, especial para o Jornal Nippak)

 

Redação

Redação

nippak@nippak.com.br
Redação

Últimos posts por Redação (exibir todos)

Related Post

CIDADES/CURITIBA: Festival das Flores comemora nas... A comunidade budista de Curitiba promove neste fim de semana, dias 14 e 15 de abril, o Hanamatsuri (Festival das Flores e Natal Budista do Paraná). O ...
IMIGRAÇÃO: Embaixador do Japão prestigia lançament... O lançamento do livro “Do Conflito à Integração –  Uma História da Imigração Japonesa no Brasil – volume II (1941/2008)”, de autoria do professor Shoz...
LÍNGUA JAPONESA: Simpósio Internacional começa nes... Em comemoração aos 120 anos de amizade entre Japão e Brasil, acontece de 10 a 13 deste mês, na Casa de Cultura Japonesa da USP (Universidade de São Pa...
CUIABÁ-MT: 3º Festival do Japão de Mato Grosso ...   Aproximadamente 80 mil pessoas devem prestigiar os três dias da terceira edição do Festival do Japão Tanabata Matsuri, em Cuiabá. A maior expr...

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *