LITERATURA: Marília Kubota e Alvaro Posselt apresentam poemas japoneses

 

Acontece sábado (6), a partir das 10h30, na Livraria do Paço da Liberdade, em Curitiba (PR), o lançamento dos livros “Esperando as bárbaras”, de Marília Kubota, e “Tão breve quanto o agora”, de Alvaro Posselt. Os dois livros foram publicados pela Editora Blanche, de Curitiba.

 

Capa do livro de Marília Kubota (foto: divulgação)

 

Esperando as bárbaras traz 55 poemas longos e Tão breve quanto o agora, apresenta 59 poemas em forma de tercetos. Embora Marilia Kubota seja descendente de japoneses, nem um de meus poemas tem a forma do haicai.

Por outro lado, sem ter sequer qualquer traço nipônico, Alvaro Posselt é um praticante convicto do poema japonês. Os amigos se conheceram através da poeta Teruko Oda, que indicou o haicaísta para escrever sobre o tema no Jornal Memai, um jornal voltado para as artes japonesas, do qual Marilia é editora.

Esperando as bárbaras é uma seleção de trabalhos que refletem sobre o fazer poético, sua inquietação e inutilidade como sobra de luminosidade no mundo pós-moderno.

 

 

 

Capa do livro de Álvaro Posselt (foto: divulgação)

O poema-título tem origem no poema “À espera dos bárbaros”, do grego Konstantin Kaváfis. “Minha japonesidade está relacionada ao intimismo com o qual os orientais veem a vida, e não à forma poética. A ‘ brevidade’ ou ‘síntese’ pelas quais é conhecida a poesia japonesa estão presentes no meu trabalho, privilegiando os tons delicados e a tendência à solidão”, garante a autora.

Tão breve quanto o agora é todo composto por poemas de três versos cada. Não se trata de haicai tradicional, pois a maioria privilegia o humor, o lúdico e a metalinguagem, e algumas características da poesia são bem marcantes, como a rima, principalmente. O livro é apresentado pelo poeta Lau Siqueira e ilustrado por Luiza Nogueira.

 

POEMAS

 

wabi sabi

 

a vida quebra

sonhos em pedaços

mas sonhando no espaço

nada quebra:

mais um elo,

um motivo,

ser mais belo

que a beleza

destruída.

(já havia aviso de asas)

(Esperando as bárbaras) 

 

Não cresceu com fermento

Para o pão ficar grande

usei lentes de aumento

***

A vida é um flash

entre quem está parado

e quem se mexe

***

Curitiba não nos poupa

Ontem eu tomei sorvete

Hoje eu tomo sopa

(Tão breve quanto agora)

 

 

Raio X

 

Marilia Kubota (Paranaguá/PR, 1964) é escritora, jornalista. Participou das antologias Pindorama, Passagens, 8 Femmes, Antologia da Poesia Brasileira do Início do Terceiro Milênio, Blablablogue e Todo Começo é Involuntário – Poesia Brasileira no Início do Século 21, Em 2010, organizou a antologia Retratos Japoneses no Brasil – Literatura Mestiça. Em 2008 publicou o livro de poesia Selva de Sentidos.

Em 2008, organizou o Concurso Nacional de Haicai Nempuku Sato. Em 2009, passou a ser editora do JORNAL MEMAI – Letras e Artes Japonesas, do qual foram impressas 9 edições e publicados, na internet, 14 números. Escreve no blogue Micrópolis: www.micropolis.blogspot.com

Alvaro Posselt (Curitiba/PR, 1971) é professor de português e poeta. Participou das antologias Poetrix 3 e 4, da coletânea de minicontos A brisa é você e recentemente da coletânea de haicais A lâmpada e as estrelas. Tem minicontos e haicais classificados em concursos e publicados em diversas revistas, jornais e sites da internet.

 

 

Redação

Redação

nippak@nippak.com.br
Redação

Últimos posts por Redação (exibir todos)

Related Post

LITERATURA: Livro aborda aspectos peculiares da hi... Os aficionados pela cultura japonesa têm, agora, acesso à coletânea de textos publicados semanalmente na coluna cultural do jornal Nikkey Shimbun e co...
JORGE NAGAO: Profestories   Profestories Aos mestres com humor e carinho, alguns micos inesquecíveis.     Marriô Pense num professor rigoro...
CIDADES/ANDRADINA: Jamil recebe premio “Liderança ... O prefeito de Andradina Jamil Ono (PT) recebeu nesta segunda-feira (25), pelo Instituto Mind Group, o troféu “Liderança Inovadora”, que reconhece as a...
BELEZA BY YUMI KATAOKA: CORRETIVOS – Para que serv...   Olá meninas, Hoje vou falar um pouquinho dos corretivos faciais, dos tipos,  cores e para que serve cada um. Como sabemos, o corretivo...

One Comment

  1. Pingback: Intime-se. Publique-se.

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *