MEDICAMENTOS: Deputado federal Walter Ihoshi ganha apoio da bancada para impedir aumento de alíquotas

Durante a votação dos destaques à Medida Provisória 668/15, no Plenário da Câmara, o líder do PSD, deputado Rogério Rosso (DF), defendeu o destaque do deputado Walter Ihoshi (SP), para impedir o aumento das alíquotas sobre a aquisição de medicamentos e produtos farmacêuticos de países estrangeiros.

 

Ihoshi: “Os mais pobres não tem acesso aos medicamentos” (Foto: divulgação)

Ihoshi: “Os mais pobres não tem acesso aos medicamentos” (Foto: divulgação)

 

Rosso pontuou que a sigla não pode “simplesmente” onerar a população no que diz respeito aos medicamentos. “Entendemos que, em se tratando de vida, em cuidados com os pacientes, não é possível acompanhar o governo nessa votação. Não vamos onerar insumos usados em medicamentos para câncer e outros tratamentos de alta complexidade. Cerca de 20% da compra do governo é em medicamentos e insumos importados.”

Ihoshi alertou para o fato de que o imposto sobre a importação de matérias-primas para fabricar remédios vai passar de 9% para 11%, inclusive as utilizadas nos genéricos. “O impacto para os consumidores no preço final será de 6,18%. Mais de 50% da população, sobretudo as pessoas mais pobres, não têm acesso a medicamentos. Esse destaque é em defesa da saúde e da qualidade de vida dos brasileiros”, ressaltou.

União – A MP 668/15 altera percentuais das contribuições do PIS/Pasep-Importação e da Cofins-Importação para equilibrar a retirada do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços (ICMS) da base de cálculo dos tributos incidentes sobre a importação.

Na votação mais apertada do dia dentre as seis propostas que estiveram na pauta, o destaque foi rejeitado por 230 a 221 votos. “A nossa bancada demonstrou união por uma causa justa, que apesar do resultado – com cinco votos inverteríamos o resultado – saiu vencedora por demonstrar coerência e alinhamento com os anseios verdadeiros da sociedade. A nossa luta não se encerra por aqui.”, justificou Ihoshi ao analisar o resultado.

 

 

 

 

Related Post

GATEBOL: Gatebol da ACENBI reúne praticantes de In...   Torneio mensal, realizado no centro esportivo da entidade no último dia 18, reuniu 10 equipes da região     Praticante conce...
ELEIÇÕES 2012: Candidatos nikkeis pedem para eleit...   Existe um jargão no futebol que diz que “uma partida só termina quando o juiz apita o final do jogo”. E se o futebol está enraizado na cultu...
LITERATURA: Livro conta a história da colônia japo...   Jornalista Sérgio Coelho relata trabalho da Ucens e do povo que "arregaçou as mangas" na agricultura, no comércio, na indústria   Por...
JAPÃO/COMUNIDADE BRASILEIRA: Brasileiro é recebido...   Faixa preta em Brazilian Jiu-jítsu, categoria até 76kg, o paulista Roberto Satoshi de Souza, 22, residente em Iwata, província de Shizuoka, ...

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *