MEMAI: KODOMO – BATOQUIM, UMA HISTÓRIA DA MONGÓLIA

Duas artistas nipo-brasileiras, Thais Ueda e  Yumi Takatsuka se uniram para produzir , ilustrar e adaptar um livro sobre uma narrativa da tradição oral da Mongólia. Batoquim – um conto oriental (Lote 42, 2015). Batoquim  conta a história da amizade entre um menino e um cavalo, que resulta na origem do instrumento de cordas mongol. É um dos contos mais famosos da Mongólia e se tornou conhecido também na China e no Japão.

 

Ilustração para a capa de “Batoquim”. Foto: Divulgação.

Ilustração para a capa de “Batoquim”. Foto: Divulgação.

 

Todo o texto é ilustrado por pinturas feitas pelas mãos das autoras. Enquanto Yumi focou nas pinceladas e escolhas de cor, Thais cuidou dos desenhos e dos traços dos personagens.  Thais,  jornalista e designer, recebeu uma bolsa de estudos na área de design gráfico em 2009 e ficou na província de Toyama. Lá, teve duas colegas da Mongólia que falavam muito a respeito dos costumes e histórias de seu país. Yumi Takatsuka nasceu em São Paulo, mas com 3 meses mudou para o Japão. Formou-se em Artes na Universidade de Kyoto Saga. Só conheceu o Brasil aos 27 anos . Apaixonada pela Mongólia, foi ela quem trouxe a lenda deBatoquim ao conhecimento de Thais.

Batoquim é um instrumento musical, uma espécie de violino com uma talha da cabeça de cavalo no cabo. Seu nome deriva de uma aproximação fonética de “morin khuur” (no idioma mongol). Segundo o conto, o instrumento nasceu da amizade inseparável entre Suho, um menino de origem humilde, e seu cavalo branco, que o protegia e ajudava a superar as dificuldades enfrentadas por sua família.

 

Thais Ueda e Yumi Takatsuka no lançamento, em São Paulo. Foto: divulgação.

Thais Ueda e Yumi Takatsuka no lançamento, em São Paulo. Foto: divulgação.

 

Leia entrevista com as autoras feita por Camila Eleutério aqui.

Fonte: 

MARILIA KUBOTA

MARILIA KUBOTA

é editora do JORNAL MEMAI, mestranda em estudos literários (UFPR) e organizadora do livro “Retratos Japoneses no Brasil” (2010), e integrante de 7 antologias de poesia e prosa.
MARILIA KUBOTA

Últimos posts por MARILIA KUBOTA (exibir todos)

    Related Post

    30º UNDOKAI – AECNB – CAMPO GRANDE/MS A Associação Esportiva e Cultural Nipo-Brasileira de Campo Grande - AECNB convida para a tradicional gincana poliesportiva. Onde: Sede de Campo da ...
    FUTEBOL FEMININO: Jogadoras do São José Esporte Cl... No último dia 18, as jogadoras da equipe feminina do São José Esporte Clube, que no 16 conquistou o título da Copa de Libertadores Feminina ao vencer ...
    MEIO AMBIENTE: Vereador Aurélio Nomura participa d... O vereador Aurélio Nomura (PSDB) participou, no último dia 30, no Teatro da Paróquia Nossa Senhora dos Remédios (zona Centro-Oeste de São Paulo), da P...
    HAICAI BRASILEIRO O Jornal Nippak publica aqui os haicais enviados pelos leitores. Haicai é um tipo de poema que se originou no Japão. Seu maior expoente é Matsuo Bashô...

    Faça seu comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *