MEMÓRIA: Livro homenageia artista Iwao Nakajima

O Instituto de Recuperação do Patrimônio Histórico no Estado de são Paulo (IPH) em parceria com a Prefeitura de Embu das Artes, por meio da Secretaria de Cultura, lançam neste sábado (3), a partir das 11 horas, no Centro Cultural Mestre Assis do Embu, em Embu das Artes, o livro “Iwao Nakajima e seu Mundo Naif”. Na ocasião, será aberta exposição com obras do pintor.

Iwao Nakajima. Foto: divulgação

Iwao Nakajima. Foto: divulgação

Escrito por Emanuel Von Lauenstein Massarani, com projeto gráfico de Raphael Pighinelli Stefanini, o livro tem capa dura e conta a história desse pintor tão apaixonado pela cultura brasileira e pela arte naif, tradição em Embu das Artes. “A essência da pintura de Nakajima repousa sobre uma substância poética própria. O pintor é muitas vezes um poeta que escreve poesia com o pincel; uma poesia ingênua e pura, que tem suas raízes na memória, na sensação íntima da própria realidade”, escreve o crítico Emanuel von Massarani.

Segundo Sumiko Nakajima, viúva do pintor, trata-se de um álbum com algumas das principais obras de Iwao Nakajima. Seu lançamento era um desejo antigo do artista, que faleceu em 2011, aos 77 anos e 55 de Brasil. Autodidata, criou um estilo próprio onde os personagens não tem rosto.

Iwao Nakajima nasceu em Gumma, Japão, em 1954. Estudou pintura e desenho na Escola de Artes de Cerâmica de Nagoya. Chegou ao Brasil em 1955, como técnico de pintura e esmalte. Naturalizou-se brasileiro em 1977, mesmo ano em que passou a morar em Embu das Artes. Em 2010, representou a cidade na 10ª Bienal Naïfs do Brasil, em Piracicaba, surpreendendo com suas obras que encantam pelos traços leves dessa arte tão primitiva, ingênua e popular. Também em 2010, o pintor recebeu da Câmara Municipal a Comenda de Mérito Legislativo Padre Belchior de Pontes.

Capa do livro. Foto: Reprodução

Capa do livro. Foto: Reprodução

Em 2004, ele recebeu a medalha de ouro no 55º Salão da Paisagem, em São Paulo, e em 2005, mais um ouro no 63º Salão Livre da Associação Paulista de Belas Artes (APBA). Também foi premiado com a medalha de prata no Salão Comemorativo dos 450 Anos de São Paulo, 44º Salão de Belas Artes e em exposições em Nova York, EUA. Participou das últimas exposições Nikkei de Arte e Craft, do Festival da Cultura Japonesa.

Em homenagem ao pintor, em 2013, a Prefeitura de Embu das Artes inaugurou o Viaduto Iwao Nakajima, que liga o centro da cidade aos bairros Jd. Mascarenhas, Jd. Maria Auxiliadora e Engenho Velho, através da Estrada dos Orquidófilos.

Membro da Associação Paulista de Belas Artes de São Paulo desde 1969, Iwao Nakajima participou de diversas exposições individuais e coletivas, entre elas: Grupo Naifs Brazilian, Milão, Itália; Os Melhores da Praça, Galeria Eucatexto, São Paulo; Grupo 8 Artistas, Banco América do Sul, São Paulo; 4º, 6º, 7º e 20º Salão Bunkyo, São Paulo (1974, 1977, 1978 e 1997); Grupo Seibi, Galeria Niterói, São Paulo (1974); 7º Salão Paisagem Paulista, São Paulo; Mostra de Artes Plásticas de Maceió, AL; Galeria do Sol, São José dos Campos, SP (1975); Associação Cristã dos Moços, São Paulo; Grupo Sakai do Embu, Clube Homes, São Paulo; 40º, 42º e 45º Salão Paulista de Belas Artes, Galeria Prestes Maia, São Paulo (1976, 1978 e 1981); VII Salão da Primavera, São Paulo; Clube Hípico de Campinas, SP; 1º Grupo Liberart, Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa, São Paulo (1976); XV e XVI Salão Oficial de Embu, SP (1977 e 1978); Grupo 8 Artistas, Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa, São Paulo; 2º e 3º Salão do Movimento Paulista de Artes Plásticas, Itaquera, São Paulo, e São João da Boa Vista, SP; Japoneses na Arte Brasileira, Clube Paineiras, São Paulo; Issen, Museu de Artes de Ueno, Tóquio, Japão; 10º Salão Paisagem Paulista, São Paulo (1978); Galeria Panorama, Salvador, BA (1979, 1980 e 1982); Mostra de Arte em Nova York, EUA (1981); Prefeituras Municipais de Embu e Guarulhos, SP (1982); Galeria Kanekiti, Nagoya, Japão (1983); Galeria Shoka-Do, Handa, Japão; Galeria Daimaru, Kobe, Japão (1985); Mostra Individual Clube Paulistano, São Paulo (1986); Kork Gallery, Lincon Center, Nova York; Galeria Sogo, Kobe, Japão (1987); 80 Anos da Imigração Japonesa, Masp, São Paulo; Mostra Matsuzakaya, Japão (1988); Mostra Latino-Americano de Arte Primitiva, Galeria Onuma, Japão; Festival Nipo-Brasileiro, Prefeitura de Maringá, PR (1989); Galeria Suzuran, Gumma, Japão (1990); III Mostra de Arte Bikoo-Tem, Rio de Janeiro (1991); Galeria Hakuzen, Nagoya, Japão (1993); I Bienal Paulista de Arte Contemporânea, Valinhos, SP, Bienal Brasileira de Arte Naïf, Piracicaba, SP (1996); Galeria Wachi, Tóquio, Japão (1998); Mostra Individual, Brasil 500 Anos, no Brasil e Japão (2000); 1º, 2º, 3º Salão Figurativo Bunkyo, São Paulo (2001, 2002 e 2003); Galeria Horikawa, Kobe, Japão (2004).

(Com site da Cidade de Embu das Artes)

 

 

Lançamento do livro

Iwao Nakajima e seu Mundo Naif

Quando: Dia 3 de dezembro, às 11 horas

Onde: Centro Cultural Mestre de Assis do Embu (Largo 21 de Abril, 29, Centro, Embu das Artes)

No dia, o livro estará sendo vendido a R$ 50,00.

Após o lançamento poderá ser adquirido pelos telefones: 11/4704-3089 / 98142-9309 (com Sumiko Nakajima)

 

 

Related Post

JOJOSCOPE: Naomi Kawase na TV Cultura   A diretora Naomi Kawase, em Cannes, recebendo o prêmio por A Floresta dos Lamentos, em 2007.   Uma das diretoras mais independen...
MÚSICA: Pianista japonês se apresenta no Espaço Cu... Yoshihiko Naya (foto: divulgação)     Nesta sexta-feira (27), às 18hs, o músico japonês Yoshihiko Naya encerra sua temporada inédi...
RIBEIRÃO PRETO: 3º Festival Bon Odori de Ribeirão ...   A Associação Cultural Japonesa de Ribeirão Preto realiza neste final de semana, dia 31 de agosto,  o seu terceiro Festival Bon Odori, a ser ...
ACONTECE: Itariri comemora o Centenário de Imigraç... Para celebrar os 100 Anos de Imigração Japonesa em Itariri, os habitantes nikkeis da cidade, em sua maioria descendentes da província de Okinawa irão ...

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *