MEMÓRIA: Livro homenageia artista Iwao Nakajima

O Instituto de Recuperação do Patrimônio Histórico no Estado de são Paulo (IPH) em parceria com a Prefeitura de Embu das Artes, por meio da Secretaria de Cultura, lançam neste sábado (3), a partir das 11 horas, no Centro Cultural Mestre Assis do Embu, em Embu das Artes, o livro “Iwao Nakajima e seu Mundo Naif”. Na ocasião, será aberta exposição com obras do pintor.

Iwao Nakajima. Foto: divulgação

Iwao Nakajima. Foto: divulgação

Escrito por Emanuel Von Lauenstein Massarani, com projeto gráfico de Raphael Pighinelli Stefanini, o livro tem capa dura e conta a história desse pintor tão apaixonado pela cultura brasileira e pela arte naif, tradição em Embu das Artes. “A essência da pintura de Nakajima repousa sobre uma substância poética própria. O pintor é muitas vezes um poeta que escreve poesia com o pincel; uma poesia ingênua e pura, que tem suas raízes na memória, na sensação íntima da própria realidade”, escreve o crítico Emanuel von Massarani.

Segundo Sumiko Nakajima, viúva do pintor, trata-se de um álbum com algumas das principais obras de Iwao Nakajima. Seu lançamento era um desejo antigo do artista, que faleceu em 2011, aos 77 anos e 55 de Brasil. Autodidata, criou um estilo próprio onde os personagens não tem rosto.

Iwao Nakajima nasceu em Gumma, Japão, em 1954. Estudou pintura e desenho na Escola de Artes de Cerâmica de Nagoya. Chegou ao Brasil em 1955, como técnico de pintura e esmalte. Naturalizou-se brasileiro em 1977, mesmo ano em que passou a morar em Embu das Artes. Em 2010, representou a cidade na 10ª Bienal Naïfs do Brasil, em Piracicaba, surpreendendo com suas obras que encantam pelos traços leves dessa arte tão primitiva, ingênua e popular. Também em 2010, o pintor recebeu da Câmara Municipal a Comenda de Mérito Legislativo Padre Belchior de Pontes.

Capa do livro. Foto: Reprodução

Capa do livro. Foto: Reprodução

Em 2004, ele recebeu a medalha de ouro no 55º Salão da Paisagem, em São Paulo, e em 2005, mais um ouro no 63º Salão Livre da Associação Paulista de Belas Artes (APBA). Também foi premiado com a medalha de prata no Salão Comemorativo dos 450 Anos de São Paulo, 44º Salão de Belas Artes e em exposições em Nova York, EUA. Participou das últimas exposições Nikkei de Arte e Craft, do Festival da Cultura Japonesa.

Em homenagem ao pintor, em 2013, a Prefeitura de Embu das Artes inaugurou o Viaduto Iwao Nakajima, que liga o centro da cidade aos bairros Jd. Mascarenhas, Jd. Maria Auxiliadora e Engenho Velho, através da Estrada dos Orquidófilos.

Membro da Associação Paulista de Belas Artes de São Paulo desde 1969, Iwao Nakajima participou de diversas exposições individuais e coletivas, entre elas: Grupo Naifs Brazilian, Milão, Itália; Os Melhores da Praça, Galeria Eucatexto, São Paulo; Grupo 8 Artistas, Banco América do Sul, São Paulo; 4º, 6º, 7º e 20º Salão Bunkyo, São Paulo (1974, 1977, 1978 e 1997); Grupo Seibi, Galeria Niterói, São Paulo (1974); 7º Salão Paisagem Paulista, São Paulo; Mostra de Artes Plásticas de Maceió, AL; Galeria do Sol, São José dos Campos, SP (1975); Associação Cristã dos Moços, São Paulo; Grupo Sakai do Embu, Clube Homes, São Paulo; 40º, 42º e 45º Salão Paulista de Belas Artes, Galeria Prestes Maia, São Paulo (1976, 1978 e 1981); VII Salão da Primavera, São Paulo; Clube Hípico de Campinas, SP; 1º Grupo Liberart, Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa, São Paulo (1976); XV e XVI Salão Oficial de Embu, SP (1977 e 1978); Grupo 8 Artistas, Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa, São Paulo; 2º e 3º Salão do Movimento Paulista de Artes Plásticas, Itaquera, São Paulo, e São João da Boa Vista, SP; Japoneses na Arte Brasileira, Clube Paineiras, São Paulo; Issen, Museu de Artes de Ueno, Tóquio, Japão; 10º Salão Paisagem Paulista, São Paulo (1978); Galeria Panorama, Salvador, BA (1979, 1980 e 1982); Mostra de Arte em Nova York, EUA (1981); Prefeituras Municipais de Embu e Guarulhos, SP (1982); Galeria Kanekiti, Nagoya, Japão (1983); Galeria Shoka-Do, Handa, Japão; Galeria Daimaru, Kobe, Japão (1985); Mostra Individual Clube Paulistano, São Paulo (1986); Kork Gallery, Lincon Center, Nova York; Galeria Sogo, Kobe, Japão (1987); 80 Anos da Imigração Japonesa, Masp, São Paulo; Mostra Matsuzakaya, Japão (1988); Mostra Latino-Americano de Arte Primitiva, Galeria Onuma, Japão; Festival Nipo-Brasileiro, Prefeitura de Maringá, PR (1989); Galeria Suzuran, Gumma, Japão (1990); III Mostra de Arte Bikoo-Tem, Rio de Janeiro (1991); Galeria Hakuzen, Nagoya, Japão (1993); I Bienal Paulista de Arte Contemporânea, Valinhos, SP, Bienal Brasileira de Arte Naïf, Piracicaba, SP (1996); Galeria Wachi, Tóquio, Japão (1998); Mostra Individual, Brasil 500 Anos, no Brasil e Japão (2000); 1º, 2º, 3º Salão Figurativo Bunkyo, São Paulo (2001, 2002 e 2003); Galeria Horikawa, Kobe, Japão (2004).

(Com site da Cidade de Embu das Artes)

 

 

Lançamento do livro

Iwao Nakajima e seu Mundo Naif

Quando: Dia 3 de dezembro, às 11 horas

Onde: Centro Cultural Mestre de Assis do Embu (Largo 21 de Abril, 29, Centro, Embu das Artes)

No dia, o livro estará sendo vendido a R$ 50,00.

Após o lançamento poderá ser adquirido pelos telefones: 11/4704-3089 / 98142-9309 (com Sumiko Nakajima)

 

 

Related Post

ITU: MÚSICA E SUSHI EMBALAM O MÊS DE MAIO NO PARQU... O Parque Maeda, em parceria com a Acendi (Associação Cultural Esportiva Nikkey de Itu), se prepara para mais uma edição da Noite do Sushi. O evento – ...
KARAOKÊ: Organizadores fazem balanço positivo do 2...   “É na hora da dificuldade que conhecemos os verdadeiros amigos”. A frase, que pode parecer um desabafo, define bem o perfil do coordenador g...
TRAVESSIAS EM CONFLITO: Imigrantes okinawanos: uma...   O Núcleo Hana realiza no dia 12 de dezembro um Ciclo de Palestras, filmes e debates sobre o tema "Imigrantes okinawanos: uma minoria na mino...
EXPOSIÇÃO: TOMIE OHTAKE – DESENHO, PROJETO, ESPAÇO... Curadoria: Paulo Miyada Onde: Instituto Tomie Ohtake (Rua Coropés 88, Pinheiros) De 04/09/2014 a 03/05/2015 Horário: de 3ª a domingo das 11h às 2...

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *