MÚSICA: Cantar, a paixão de Isadora Kataoka

 

Cantar é a paixão de Isadora Kataoka. Desde pequena, com sete anos, já demonstrava  amor pela música e palco.  Tudo começou no Nipo de Campinas, quando Aquico e Jorge Miyamura convidaram as irmãs Kataoka: Isadora, Isabela e Mariana a treinarem várias canções em sua casa. E aos pouco, elas cantavam nos dias de ensaio, às sextas-feiras. E passaram a participar de concursos de karaokê realizados em Campinas e região, nas cidades pertencentes à Liga Centro Oeste da Canção Japonesa, depois passaram a participarem São Paulo. Como professor Renato Chibana, aprenderam melhor as técnicas musicais e “a cantar com alma e coração”, chegando a emocionar os que a as ouviam.

 

Isadora Kataoka (foto: divulgação)

 

Isadora começou a conquistar muitos prêmios. Foi bicampeã paulista no tibiko em 2008 e 2009, campeã brasileira nessa categoria em 2009 e no juvenil em 2010 e 2011. Recebeu a maior nota da Grande São Paulo em 2010 e 2011. Campeã brasileira juvenil em 2012 e vice-campeã brasileira no Grand Prix com o prêmio “saiyushukashosho” em 2012. No Paulistão deste ano, conquistou o primeiro lugar no Juvenil na categoria kashosho. Enfim, em tudo que faz, procura dar o seu máximo e quer sempre superar o seu limite.

“Gostaria de agradecer a todos que torceram e escreveram no facebook para mim. Não esperava conquistar o Golden Grand Prix. Aprendi muito e uma das coisas importantes que vivi é que ninguém conquista nada sozinha, tive apoio de muitas pessoas que admiro, meus ídolos, meus pais Marcos e Célia, minhas irmãs Isabela e Mariana, do meu sensei Renato Chibana e muitos outros. Realmente a vida não é fácil e quando queremos alcançar um sonho temos que lutar com todas as nossas forças”, disse Isadora. Ela se dedica ao canto diariamente e procura entender a letra e o que o compositor quis passar nas músicas.

 

Orgulho – Isadora é uma jovem ativa. Gosta de andar de bicicleta, piscina e de um bom lanche, além de estudar. Nos fins de semana, passeia e curte Sampa, além de participar de shows e apresentações, quando convidada. Já esteve em festivais realizados em Campinas, Piracicaba, Vinhedo, São Paulo, Recife, Londrina e em Brasília.

“Eu, como mãe, tenho orgulho de estar escrevendo sobre um pouco da sua história e sempre tenho acompanhado, de perto, a sua fascinante trajetória musical”, disse Célia. Já o pai, Marcos Volpato, está perplexo ao ver a jovem sair-se tão bem. Para ele, o título do Golden Grand Prix do 3º Renato Chibana Kiyoshitsu Karaokê Taikai é fruto da educação que recebeu e do apoio de muitos, entre eles do  professor Renato.

(Célia Kataoka, jornalista e mãe de Isadora Kataoka)

 

 

 

 

Redação

Redação

nippak@nippak.com.br
Redação

Últimos posts por Redação (exibir todos)

Related Post

ESPETÁCULO: Apresentação de Yuko Maki no Brasil lo... Foi realmente um sucesso o show beneficente, comemorativo aos 120 Anos do Tratado de Amizade Brasil-Japão, apresentado pela cantora Yuko Maki, trazida...
CULTURA: Pavilhão Japonês abre exposições neste sá... Duas exposições simultâneas, uma de bonecos japoneses e outra de cerâmica, destacam as habilidades manuais (detalhe especial na cultura japonesa) e o ...
PALESTRA: Palestra sobre “História do Japão” – Uma...   Uma promoção da Associação Nihon Kaigi do Brasil, Hidemitsu Miyamura,  autor de livro de crônicas em japonês e de crônicas publicados no “si...
JAPÃO: Casais brasileiros podem dar entrada de ped... Casais brasileiros que pretendem se separar no Japão podem dar entrada em processos de divórcio nos Consulados Brasileiros de Nagoya, Hamamatsu ou Tok...

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *