MÚSICA: Ligia Kamada lança ‘Yermandê’ no Sesc Ipiranga

Com mistura de gêneros e ao lado de amigos conhecidos na cena paulistana, Ligia Kamada estreia “Yermandê” (Independente) no próximo dia 6 de novembro no Sesc Ipiranga, em São Paulo, fazendo world music e cantando compreensão e irmandade.

O disco foi concebido na Serra da Mantiqueira, na cidade de Monteiro Lobato, onde Ligia se encontrou novamente com a rica mata brasileira e mergulhou em suas raízes, após sete anos morando, compondo e tocando por diversas cidades da Europa.

 

Yermande. Foto: Leiticia Kamada

Yermande. Foto: Leiticia Kamada

 

No Vale do Paraíba, ela lapidou letras e organizou sons da natureza com batidas eletrônicas. “Yermandê” traz o que a artista sentiu ao ver refugiados africanos desembarcando no Velho Mundo em busca de dignidade. Ligia incorporou seus ritmos e esperanças. É possível sentir esse clima na faixa de abertura, “Au-Delá de Soi”, com trechos da letra em francês. Como uma prece, a canção emoldura o assustador sentimento de imprevisibilidade do futuro, arranhado pelo preciso e minimalista trompete de Daniel Gralha: “o que nos sobra? / se ali ou alá? / o que te importa? / se o cais já perdeu o chão / a nau se perdeu do irmão / que chora”.

Não perca tempo tentando achar um carimbo ou um rótulo que descreva a música feita por Ligia Kamada. Na transição da faixa 1 para a 2, o que era pesado, sombrio e poético se transforma em uma celebração afro-brasileira. O que antes sufocava pela poética realidade, agora enche de energia em “Abriu a Porta”. E a esperança abastece a coragem de enfrentar o mundo com “Ando a Pé”, a terceira. “Ando e subo a pé essas ladeiras / vou provando a fé / e as surpresas que o vento sopra / e a cada dia as nuvens são únicas / a cada passo avanço sem certezas / vou seguindo a correnteza”, canta a percussionista.

Aliás, aqui vale um desafio: você se lembra de algum artista que canta e toca percussão ao mesmo tempo? Ligia faz isso. Mais um obstáculo na missão de tentar rotulá-la. Na verdade, essa é a graça do século 21. Poder ser tudo, trazer tudo para perto. Cantar em francês, batucar um suingue africano no meio da mata.

No show de lançamento, Ligia terá ao seu lado Gabriel Salve (guitarra e vocal), Eduardo Cezar (baixo), Passarinho (bateria e vocal) e Rafael Pessoto (guitarra), além das participações especiais de Daniel Gralha (trompete), poeta arrudA e Peri Pane (violoncelo).

Figura conhecida da cena paulistana, Peri Pane também participou da gravação de “Yermandê”, no estúdio Traquitana, em São Paulo. O disco foi produzido de forma primorosa por Marcelo Dworecki e Cris Scabello, que souberam dosar de forma precisa o minimalismo conceitual do trabalho, com momentos de avalanche sonora.

Marcelo e Cris também fizeram parte da banda, baixo e guitarra respectivamente. O time ainda contou com Gralha (trompete), Décio 7 (programação), Rômulo Nardes (percussão), Otávio Ortega (piano), o próprio Peri Pane (violoncelo) e o velho parceiro de aventuras na Europa, Pipo Pegoraro (programação). Parceiro de letras em duas canções, o poeta arrudA também participou declamando um belo poema na linda “Água da Fonte”, uma mistura perfeita com o canto delicado de Ligia nessa faixa.

Todo esse caldeirão de ideias está bem explícito na faixa-título. A voz agora poderosa de Ligia conduz todas as pulsações, um manifesto ao livre-pensamento, um abraço ao risco da existência: “some / não avisa, respira / segue a intuição / além da tua rotina / o que é de direito / abre tua vista / os ouvidos / tuas mãos / além do asfalto, do alto / do teu eco”.

Yê, yermandê! Yermandê, palavra Wolof – um dos idiomas falados em Senegal – significa “compaixão”. Uma lembrança em agradecimento aos povos africanos e um olhar atento aos corpos deixados ao mar. Compaixão, palavra gasta em tempos de endurecimento com o outro, com o diferente, seja no Mediterrâneo, seja no planalto brasileiro. Não é à toa que “Yermandê”, o disco, começa perguntando “o que te assusta?” e termina, em francês, sugerindo olhar o próximo como os pássaros veem seu reflexo na água. Ligia Kamada não faz world music. Mas podemos dizer que “Yermandê” é um perfeito exemplo da música do mundo.

 

Antes do show em São Paulo, Ligia lançou o trabalho no Sesc São José dos Campos, no dia 22 de outubro. Conhecida na região, ela levou grande público à apresentação e teve canções cantadas em coro, com destaque para “Atravessa”. A canção, inclusive, será relançada pelo renomado produtor Victor Rice.

 

 

SERVIÇO

Show Yermandê, de Ligia Kamada

Quando: 6 de novembro, domingo, às 18h

Onde: no Sesc Ipiranga (rua Bom Pastor, 822, Ipiranga, São Paulo)

Quanto: R$ 6 a  R$ 20

 

Yermandê

Artista: Ligia Kamada

Gravadora: Independente

Quanto: R$ 30 (https://ligiakamada.com)

Também disponível em todas as plataformas de streaming (SoundCloud, Spotify, Shazam, Xbox Music, iTunes, Deezer, YouTube, Google Play)

 

Ligia Kamada

Nascida em São Paulo, a cantora, percussionista e compositora atua em espetáculos e projetos ligados à música, dança e teatro desde os 14 anos de idade. Em 2005, junto ao grupo Q’Saliva, gravou o disco “Dela” e partiu em turnê pela Europa, tocando em importantes festivais e casas de shows da Bélgica e Holanda, tais como Leffingeleuren (Oostend), Supernatural Festival (Ultrecht), Paradiso (Amsterdã). Já cantou e tocou ao lado de Arnaldo Antunes, Dominguinhos, Jair Rodrigues, entre outros. Atualmente, também integra as bandas Ô delà e Salve as Kamadas Líricas.

 

 

 

Related Post

EVENTO: 2º Ishin Matsuri na Associação Hokkaido   Dia 21 de abril, acontece a 2ª edição do Ishin Matsuri, evento criado e organizado pelo Grupo ISHIN Yosakoi Soran com a finalidade de di...
KARAOKÊ: Vitória masculina desempata o Kouhaku da ... O 21º Brasil Kouhaku Utagasen, realizado pelo Instituto NAK do Brasil (INB), no dia 6 de dezembro, foi coroado de pleno sucesso após acirrada disputa ...
TRADIÇÃO: “Desfile de Kimono” neste domingo realiz... A Associação Cultural e Esportiva Piratininga e a Escola de Dança Japonesa Terutiyokai realizam neste domingo (1º de julho), no Piratininga (zona Oest...
ESPETÁCULO: Ingressos para o show de Mizumori Kaor... Os fãs da cantora japonesa Mizumori Kaori já podem agendar. Em agosto ela pisará em solo brasileiro pela primeira vez para duas únicas apresentações n...

One Comment

  1. Parabéns pelo trabalho..sucesso nesse longe Estrada bjs

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *