NANOTECNOLOGIA E INOVAÇÃO: Conferência Internacional terá presença da cientista Priscila Kosaka

Durante os dias 13 a 15 de outubro, a capital paulista será sede da Nano TradeShow e da Conferência Internacional de Nanotecnologia e Inovação, principal encontro nanotecnológico do país, onde diversas start-ups e institutos de pesquisas apresentarão soluções nano para os mais diversos setores.

Priscila Kosaka (Foto: divulgação)

Priscila Kosaka (Foto: divulgação)

Em paralelo ao evento destaca-se a Conferência Internacional de Nanotecnologia e Inovação, que contará com palestrantes e pesquisadores do mundo todo, dentre eles Priscila Monteiro Kosaka, 35 anos, brasileira, doutora em química e integrante do Instituto de Microeletrônica de Madri, na Espanha, que recentemente anunciou o desenvolvimento de um nanosensor híbrido mecânico e optoplasmônico que pode contribuir e muito com o tratamento do câncer, pois detecta a doença antes de qualquer sintoma surgir e sem biópsia ou outros procedimentos invasivos.

A tecnologia desenvolvida pela brasileira é capaz de identificar o biomarcador da doença. Dessa forma, ao ser usado em uma amostra de sangue de um paciente que tenha câncer, o sensor captura a proteína biomarcadora.

 

Alzheimer – Segundo a cientista, a previsão é que o nanosensor esteja no mercado em até dez anos. A expectativa é que ele também seja aplicado para identificar hepatites e testar sua eficiácia para biomarcadores da doença de Alzheimer.

Durante sua palestra, a cientista explanará sobre um dos pontos chave para atingir este objetivo, e o quanto a nano é uma tecnologia capaz de detectar com elevada reprodutibilidade concentrações ultrabaixas destes biomarcadores de proteína segregados pelo tumor para o fluxo de sangue e que coexistem com outras mais de 10.000 proteínas do plasma sanguíneo, algumas delas em concentrações 12 ordens de magnitude mais elevadas.

A palestra ainda mostrará que o sensor combina novos fenômenos físicos na fronteira entre a nanóptica e a nanomecânica para detecção de concentrações ultrabaixas de biomarcadores de câncer em sérum, além de mostrar um ensaio sanduíche que envolve o reconhecimento do biomarcador do câncer primeiro por um anticorpo ancorado à superfície e em seguida por um segundo anticorpo livre em solução que reconhece uma região livre do biomarcador capturado foi desenvolvido.

 

 

 

Related Post

KARAOKÊ: Regionais divulgam lista de classificados... Conforme já se tornou tradicional, a seletiva conjunta de sete regionais (ABCD Baixada Santista, Centro, Leste, Norte, Oeste, Sul I e Sul II) para que...
TOCANTINS: Embaixada japonesa doa equipamentos hos...   O HGPP – Hospital Geral Público de Palmas foi contemplado na tarde dessa segunda-feira, 28, com 06 instrumentos de respiração artificial e 0...
NIPPAK JOVEM: Vicky Nina, a cachorrinha que come c...   Vicky Nina, a cachorrinha que come com hashi (Foto: arquivo pessoal)   (foto: Arquivo Pessoal) Para ser celebridade não requ...
Julio Okubo : a nobreza da joia Cinquenta anos , três gerações, muitas pérolas, muitos diamantes e muito amor. Assim é a Julio Okubo, um marco na história brasileira !   ...

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *