NIPPAK PESCA: A sedução das iscas artificiais!!!

 

Esta modalidade já tem significado número de adeptos e, a cada dia os fabricantes inovam trazendo para o público muitos lançamentos, destinados a ludibriar e atrair os peixes predadores, principais alvos. E de quebra seduzem os pescadores, que aumentam consideravelmente suas caixas de iscas.

 

Mauro Novalo

 

 

Hoje é comum ver nas prateleiras das lojas muita variedade em tralha quando se fala de iscas artificiais. Seja varas específicas para trabalhar em determinada profundidade assim como muitas opções de modelos a disposição para outras ações.

Muitos produtos para o consumidor avaliar e testar nas suas pescarias, fazem também aumentar as dúvidas para o que é realmente necessário para pescar aqueles bitelos dos sonhos. Aliás muitas vezes, nem são grandes assim em tamanho, o que vale na verdade é seduzir e atrair o peixe. Conseguir capturar e fotografar então passa a ser o objetivo.

O primeiro passo é, como sempre, definir o peixe alvo e a partir daí determinar os locais que servirão de palco e, então começar a pensar nas iscas a serem utilizadas. Claro que vira e mexe, muitas serão adquiridas apenas pelo olhar do pescador, que tem muito de colecionador como característica principal.

Definido o local da pescaria e conhecido os peixes que fazem parte deste habitat, é hora de separar as iscas a serem utilizadas. Dentre as iscas ainda a orientação de trabalharem na superfície, meia água ou em profundidade.

 

 

Iscas

 

Você pode escolher entre diversos modelos, imitações de quase tudo da natureza. Sejam insetos, pequenos peixes e animais, tudo para cair no gosto do mais perfeccionista. O material utilizado na confecção que inicialmente era madeira, osso e etc hoje pode ser produzido com silicone, plástico e outras matérias primas, tudo para se ter uma cópia fiel do que queremos utilizar. Sem falar nas iscas de fly, verdadeiras obras de arte de tão próximas da realidade.

 

 

Camarões inclusive com pesos, para facilitar o trabalho como se fossem de verdade embaixo dágua, seduzem até os mais astutos dos robalos.

Para os frequentadores dos pesque-pagues, a ração artificial é para não passar vontade nestes locais. Claro que, utilização de plugs e outras iscas também revertem em capturas nestes ambientes. Afinal, os peixes não perdem as características de predadores mesmo acostumados com a ração, que é a alimentação do dia a dia.

 

 

Iscas como os spinners, no primeiro momento podem até não chamar a atenção dos leigos, mas ao serem trabalhados nágua mostram a que vieram, atraindo e capturando muitas das espécies de peixes. Encaixam neste caso também os jigs e iscas metálicas, que ao serem devidamente trabalhadas, revelam qualidades que satisfazem e muito os pescadores. Também para estes pode se escolher entre uma variedade de formatos, tamanhos e pesos.

 

As iscas de superfície trabalham na linha dágua ou até cerca de30 cmde profundidade. Aliam a emoção da pesca com o visual do ataque dos peixes às iscas. Podemos dizer que é uma das preferidas, embora não signifique que  traduza em mais resultados positivos. Ver o ataque de uma traíra, de um tucunaré é simplesmente de cair o queixo, deixar sem fala. Ainda mais quando se consegue visualizar o peixe indo direto para a isca. Errar o alvo nesse caso, não vai representar tristeza ao pescador ao contrário, vai fazer com que capriche mais no próximo arremesso e, trabalhe bem melhor na próxima vez.

Cabe dizer que para que isto aconteça, é preciso fazer uso de óculos polarizados, que diminuem os reflexos na superfície dágua, permitindo ao pescador visualizar melhor o que está acontecendo embaixo dágua.

 

E dependendo do peixe, por exemplo o robalo, variedade de trabalho e de iscas acrescido da experiência do pescador (em determinar qual o melhor trabalho para a isca na ocasião) significa ter ou não o peixe posando para a foto no final. Fora a necessidade de muitos, mas muitos arremessos executados, para colocar a isca na cara do peixe!

 

Varas

Depende muito da adaptação do pescador com trabalho rápido ou lento da vara e, ou seja a escolha vai depender diretamente da vara escolhida. Seja ela rápida, lenta ou média rápida, os toques imprimidos na mesma vão resultar num trabalho melhor ou mais eficaz para atrair os predadores.

 

Claro que dependendo da isca – seja ela de superfície, meia água ou de fundo – vai facilitar conforme a ação que a vara tem. Por exemplo, se estiver trabalhando com jigs em profundidade o ideal é ter uma vara específica para esta modalidade, sem cansar demasiadamente o pescador e, fazendo a isca desenvolver corretamente o seu trabalho em grande profundidade.

 

Em alguns casos o ideal é ser de ação rápida para não deixar o peixe perceber o engodo e, largar a isca antes do tempo necessário para a fisgada.

 

Linhas

A indicação recai nas multifilamentos, justamente por serem mais duras (sem elasticidade) e, assim qualquer toque vai ser rapidamente transmitido para a outra extremidade da linha. Se o local apresentar estruturas é preciso ter um líder de fluorocarbono pois o multifilamento é sensível a abrasão e, facilmente pode romper ao tocar numa pedra ou toco submerso. Outra finalidade do líder é evitar o enrosco dos anzóis das iscas na própria linha, matando o trabalho destas.

Muitos testes são realizados pelos fabricantes para desenvolver linhas que praticamente somem após mergulhar nágua, para atender quem prefere linhas quase invisíveis. Preciosismo? Talvez, mas se funcionar mais é o que vale!

 

Importante é a observação e constante adaptação do pescador ao local, isto é, perceber as nuances apresentadas sejam na água, no clima e nas ações dos peixes. Poder escolher entre várias opções de modelos, cores, trabalhos e profundidades significam melhores chances de ter bons resultados na modalidade.

 

Segurança

Imprescindível usar bonés ou chapéus, óculos e roupas leves com camisas de mangas compridas. Além do conforto isto vai lhe propiciar prevenção de danos maiores no caso de acidentes com iscas.

 

 

Ótimas pescarias!

 

 

NIPPAK PESCA
Texto:  Mauro Yoshiaki Novalo
Revisão: Aldo Shiguti
Publicidade
nippak@nippak.com.br
Tel.   (11) 3208-4863

 

 

Apoio:

MTK Fishing Adventure Outdoor    www.mtkbrasil.com.br 

Produtos Petersen    http://pescabrasil.net/boias.html

Moro e Deconto    www.iscasartificiais.com.br

Piscicultura Chang   www.pisciculturachang.com.br

Alkalis www.alkalis.com.br ou www.yumebrasil.com.br

 

 

Redação

Redação

nippak@nippak.com.br
Redação

Últimos posts por Redação (exibir todos)

Related Post

NIPPAK PESCA: Curtas   Saia Double MTK     Para aqueles momentos de lazer e passeios a MTK contempla a ala feminina, adepta aos esportes Outdoor...
NIPPAK PESCA: Curtas   Bobbin para unir multifilamento com mono       Quem pesca com multifilamento e precisa de um líder em monofilamen...
NIPPAK PESCA: Curtas Camarões Maré     Para facilitar a vida do pescador a Maré tem as iscas soft no formato de camarões . Em vários tamanhos, já vem ...
PESCA: Anzóis – Parte II Dimensionar o anzol a utilizar pode significar o sucesso da pescaria ou uma dificuldade a mais na hora de brigar com o peixe e sair na foto. Seguem a ...

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *