NIPPAK PESCA: Anteninha, boiadão, cacho de uva, escorpião…o que estas palavras tem em comum com pesca?

Apelidos são corriqueiros na vida das pessoas e estes são alguns dos adotados para iscas artificiais, comuns de se ver nos pesque-pagues.

 

Por Mauro Yoshiaki Novalo

 

 

Desde pequenos, os peixes destinados aos pesque-pagues são acostumados a ter a ração lançada como alimento, então o instinto os impele a ir em direção a algo que simule isto. A união da cortiça ou eva com a isca coringa dos pesque-pagues, resultou nestas anteninhas que desde que montados na cor e formato adequados para o momento, podem significar a diferença em conhecer de perto ou não os espécimes do lago.

Quem visita estes estabelecimentos já percebeu que é comum ver idéias ou sugestões variadas de iscas sendo apresentadas e testadas nestes locais, uns funcionando e outros nem tanto.

Seja uma adaptação ou novidade, quando a pescaria não é considerada sucesso, a mente do pescador logo inicia um processo para desenvolver outra isca para o próximo embate. Mesmo que o resultado seja satisfatório, sempre vai ter uma coisinha a mais para aperfeiçoar. Tendo o mínimo de conceito a novidade tende a funcionar, e como tudo na vida, depois vai ser suplantada por outra. O outono pela característica da estação é uma boa oportunidade de testar novos protótipos pois alguns peixes já começam a não se interessar tanto pelas tradicionais, que fazem a festa no verão, quando o sol e o calor típico literalmente esquentam as aguas incentivando os peixes a se alimentarem, atacando tudo que cair a sua frente.

 

 

Uma das que vieram para ficar, tem variadas formas e estruturas sendo o básico a ração artificial e tudo que pode imita-la. Pode-se usar eva, cortiça, espuma e tudo que flutue, finalizando num conjunto, que na água procura mostrar ao peixe um amontoado de comida (como se tivessemos lançado um punhado de ração flutuante). Confeccionado em cima do anzol wide gap ou outro que atenda a especificação de prender a miçanga, mas deixando a ponta do anzol livre para fisgada. Os nomes são sugestivos: boiadão, o diminutivo boiadinha, anteninha e assim por diante – dependendo do formato apresentado. Como revela o primeiro nome anotado, consiste numa fileira de x imitações de rações flutuando tendo ao final a miçanga escolhida pouco abaixo da linha dágua.

 

 

Outra versão um pouco menor, denominada: escorpião, tartaruga e etc, consiste em ter o anzol com parte da sua haste adornado com 2 ou 3 bolinhas de eva ou cortica (imitando ração), finalizando também com miçanga ou artefato similar de cor e desenhos preferidos.

Para acrescentar mais bolinhas (eva, cortiça ou similar) ou montar o conjunto delas, usa-se linha monofilamento, pedaços de arame ou aço, acompanhando o formato final que o pescador desejar para o conjunto. O detalhe é que o mesmo tenha flutuabilidade.

A isca principal, ou seja a miçanga ou outro artefato, dever ser apresentado pouco abaixo da superficie, para direcionar o peixe a abocanha-la primeiro, dependendo do dia, da hora, a cor ou formato (bola de basquete, futebol, tambor, semente, caroço de azeitona e etc) vai determinar a eficácia e eficiência da mesma, sendo ideal que possa ser trocada com facilidade. O risco que se corre, além de enfrentar uma baita briga se entrar um grandão, é ter facilmente a mesma literalmente detonada pela brutalidade e força das mordidas. Assim sempre é bom ter um bom número de iscas reservas para não se lamentar na chamada hora do “espanto”.

É comum apreciarmos novos experimentos, muitas outras iscas serem testadas, aprovadas ou não, a efetividade vai depender de como cada um interpreta e analisa aquele momento, aquele dia de pesca. Apesar de ser um ambiente confinado e de certa forma controlado, ainda assim existem algumas variantes que podem determinar o sucesso ou não da pescaria. Características do local, fator climático e temperatura são parâmetros a serem considerados. Conversar com os frequentadores assíduos, vai ajudar muito a eliminar etapas pois eles seguramente terão indicações do que funciona melhor naquele local.

Obvio que a partir de modelos já consagrados e experimentados, o desenvolvimento de novas criações baseado nas experiências vividas por cada um, resultarão sempre – com novas dicas, novos macetes e novos materiais – em melhores iscas. E nada mais gratificante para um pescador do que ver sua invenção funcionando.

 

Tralha

O chicote a ser utilizado vai precisar de uma boia de arremesso ou cevadeira para levar a anteninha até o local desejado. No caso da cevadeira, não custa aproveitar a opção de cevar em volta da sua isca o que certamente vai aumentar e muito suas chances. O porte da tralha vai depender do tamanho do lago e claro do tamanho dos peixes. Se forem grandes exemplares sempre é aconselhável material pesado para não cansar em demasiado os espécimes. Para melhorar a visualização a grandes distâncias, pintar com cores chamativas a partes superior do conjunto vai ajudar na hora da fisgada.

Importante atentar na construção para que no caso de rompimento da linha, o peixe se livre facilmente da mesma. Pois não é difícil perde-las, seja na bocada, seja na luta que vai travar com os grandes. Não custa lembrar que a alegria do lugar é o peixe e, salvaguardar a vida deste além de ser a continuidade do lazer, pode significar não onerar seu bolso, pois um troféu vai custar caro se for sacrificado.

Fale sempre com o responsável do local para ter as dicas dos peixes e os seus hábitos, e conhecer as regras praticadas no estabelecimento.

Todo pescador tem na sua mente invariavelmente as iscas com formatos e cores que considera ideais, e será sempre com estas que iniciará sua pescaria. Novidades surgem a cada dia, já acrescentar elas na sua caixinha de iscas é outra conversa. Coisas de pescador!!!

Ótimas pescarias!!!

 

 

 

Agradecimentos: Italo Losco, do Alto da Serra Pescarias www.altodaserrapescarias.com.br Estrada do Capivari, 6323 – São Bernardo do Campo/SP. Localizado no Km 37 da Rodovia dos Imigrantes, sentido Litoral-São Paulo. Consulte sobre refeições, tralha, melhores iscas, preços, pescarias noturnas e forma de pagamento. Celular e whatsapp: (11) 94707-9838

 

 

 

Apoio:

Alto da Serra Pescarias   www.altodaserrapescarias.com.br

Cachaça Coluninha   www.coluninha.com.br

Caiaques Lontras    www.caiaquelontras.com.br

Maré Iscas    www.mareiscas.com.br

Moro e Deconto    www.morodeconto.com.br

Mustad    www.mustad.com.br

Piscicultura Chang www.pisciculturachang.com.br

SPOTcOmSAT   www.spotcomsat.com.br

Top Fishing Tur   www.topfishingtur.br

União Pesca   www.uniaopesca.com.br

 

 


 

 

CURTAS

 

 

Cachaça Coluninha – A verdadeira Cachaça Mineira

 

 

 

A Coluninha Golden 7 armazenada em carvalho e amburana foi agraciada com a Medalha de Ouro no Concurso Mundial de Bruxelas 2017 ! A Fazenda Tabocal, no município de Coluna-MG, é auto-suficiente na produção de cana-de-açúcar, sendo a garapa obtida após a moagem depositada em dornas de inox, protegidas por telas contendo fermento natural (extraido da própria cana de açúcar misturada com fubá ou canjiquinha de milho) totalmente isento de aditivos químicos. Após alambicagem/destilagem a cachaça Coluninha vai para tonéis de carvalho, amburana, castanheira do pará, jequitibá e jatobá, ficando armazenado por um período mínimo de 2 anos. Participou em vários festivais: ExpoCachaça, Campeão dos Campeões (pela ABM – Associação Mineira de Barman) e Cachaça Gourmet, onde foi premiada em 1°Lugar em 2011,2012 e 2014. É exportada para países da Europa, USA e Mercosul. Informações www.coluninha.com.br fone: (31) 3422 0309  e-mail: coluninha@coluninha.com.br  Beba com moderação e se for dirigir não beba!

 


 

 

Camarão articulado – Maré Iscas

 

 

 

O camarão articulado da Maré tem as seguintes características: não derrete ao sol, flexível e com imitação de ovas. Idealizado para capturas de peixes em água salgada, salobra (mangues) ou água doce como: robalo, corvina, pampo, xaréu, badejo, olho de cão, garoupa, guaivira, peixe-galo, dourado, pescada, linguado, pirauna, caranha, cioba, xerelete, tarpon, ubarana, tucunaré e outros. Em 22 cores diferentes e 3 tamanhos. Procure nossos produtos nas melhores lojas de pesca. Informações no site www.mareiscas.com.br e www.facebook.com/iscas.mare

 

 


 

 

Livro – JAPONESES IMIGRANTES…  E ELES FICARAM RICOS NO BRASIL?

 

あなたはどうして1941年に日本がアメリカ合衆国を攻撃したかを知っていますか。この本で真実の物語を読んでください。(Você sabe por que o Japão atacou os Estados Unidos em 1941? Leia neste livro a verdadeira história)

 

jose-carlos 

 

Apresentação do livro pelo saudoso psiquiatra e educador Dr. Içami Tiba: “… como psiquiatra e educador, agradeço ao Ferreira por ser um “gaijin” que fala sobre “nihonjin”. Principalmente porque pela tradição japonesa, não se fala bem de si mesmo…” O leitor vai encontrar relatos da história da imigração japonesa, ilustrados por casos de amizade, de amor, de incompreensão, de perseverança, de determinação, de sofrimento, mas finalmente, de sucesso. Poderá ler também as trapalhadas da contra espionagem do serviço secreto americano, cujos elementos terminavam frustrados diante das tolices que inventavam. Nippak Pesca assinala que conhecer o seu passado é primordial para consolidar no presente as diretrizes do futuro!  José Carlos Ferreira, advogado aposentado, escreveu este romance para revelar fatos omitidos na História oficial. Contate o autor no email: jcferr@terra.com.br À venda pela internet nas Livrarias Asabeça, Cultura e Martins Fontes. Informações no link www.scortecci.com.br/lermais_materias.php?cd_materias=4955&friurl=_-JAPONESES-IMIGRANTESE-ELES-FICARAM-RICOS-NO-BRASIL–Jose-Carlos-Ferreira-

 

 


 

 

Massa para pesca – União Pesca

 

 

 

Outono a pleno vapor e os peixes ainda ativos, é ter sempre a isca certa para aumentar ainda mais suas chances de sucesso na pescaria. Com esta massa, basta acrescentar água e estará pronto para lhe propiciar a fisgada certeira. Sabores: goiaba, doce de leite, cereais, batata, leite, pão, pêssego, queijo, mandioca, morango, erva-doce, goiaba, banana, milho verde, mel, bichinho da laranja, carnívora, amendoim, natural vermelha e natural amarela, em embalagem de 500g. Procure nas melhores lojas de pesca. Suas pescarias com sossego, tranquilidade e segurança! Informações e compras no tel: (42) 3524 4505 ou 3524 3748 site: www.uniaopesca.com.br e facebook.com/uniaopesca

 


 

 

SPOT Gen3 – Rastreador pessoal via satélite

 

rastreador2

 

 

Rastreador pessoal via satélite resistente a água, umidade, maresia, temperaturas adversas e com bateria de longa duração. Quando suas aventuras exigem segurança o SPOT Gen3 permite que sua família e amigos saibam que você está bem e envia mensagens de emergência com sua localização GPS, isto tudo apertando um único botão. Informações e compra no site www.spotcomsat.com.br (11)98343 1521 ou email: empreendedorismonautico@gmail.com  Nippak Pesca recomenda o site que tem a nossa confiança e, é qualificado para oferecer com responsabilidade equipamentos de tamanha importância.

 

 


 

 

 

 

 

SITE MORO DESCONTO

 

 

 

Perfeitos para deixar suas pescarias ainda mais proveitosas! Além de toda linha das consagradas iscas artificiais, você terá à disposição também componentes como: argolas, grubs, hélices, olhos, pitões e garatéias. Tudo dividido por estilo ou peixe. Iscas para peixes de água doce ou salgada, com garantia da marca, no site www.morodeconto.com.br  Visite, veja e compre!  www.morodeconto.com.br – email:contato@morodeconto.com.br ou fone (41)3244 5353

 

 

 

NIPPAK PESCA

NIPPAK PESCA

Texto:Mauro Yoshiaki Novalo
Revisão: Aldo Shiguti
Publicidade
nippak@nippak.com.br
Tel. (11) 3208-4863
NIPPAK PESCA

Últimos posts por NIPPAK PESCA (exibir todos)

    Related Post

    NIPPAK PESCA: FEIPESCA 2016 Programe-se!!! Tudo na Pesca Esportiva acontece primeiro na Feipesca!!!     Pescadores de todo o Brasil, desde os de primeira...
    KOBUDO: Niten comemora Dia do Samurai com ‘Guardiã...     O Instituto Niten celebrou o Dia do Samurai – comemorado oficialmente no dia 24 de abril, data de aniversário do fundador do Niten...
    TÊNIS DE MESA: Caroline Kumahara e Eric Jouti são ... A paulista Caroline Kumahara, no feminino, e Eric Jouti, no masculino, foram os grandes campeões do 67º Campeonato Brasileiro Intercolonial de Tênis r...
    RIO DE JANEIRO: Consulado do Japão doa novos equ... Equipamentos serão utilizados em aulas de judô para crianças da comunidade   O Consulado do Japão no Rio de Janeiro, dentro do programa de As...

    Faça seu comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *