NIPPAK PESCA: Anzóis – Parte I

Muitas marcas e modelos estão presentes nas prateleiras das lojas especializadas. Para saber qual se adequa melhor ao seu estilo e pescaria é preciso conhecer um pouco sobre o tema.

Mauro Novalo

 

Os modelos de hoje

Um fio de aço, composto ou não de ligas metálicas, eventualmente com carbono, cortado no comprimento pré-determinado para o tamanho final, inicia o processo de fabricação. Tratamentos químicos acrescentam resistência e dureza. A diferença das marcas e modelos é observada na qualidade do aço e o acréscimo ou não de outros elementos. Variam desde leveza, força e elasticidade (ex:  os anzóis abrem num esforço mas retornam a posição original).

A etapa de afiação – processo manual em tempos antigos – é realizado em máquinas específicas  e trabalhadas de maneira a se formar a ponta. Cortando o fio num determinado ângulo, e abrindo a pequena ponta formada, surge a fisga (farpa).

Para dar forma a sua curvatura (gancho), fôrmas especiais para cada modelo e tamanho.

Depois da haste pronta, é fazer ou não o olho, que é a próxima etapa e define o modelo. Em alguns o olho é soldado, isto serve como reforço (utilizados na pesca oceânica).

Limpeza e preparação para receber uma camada protetora, finalizando com o acabamento (cores e brilho), antes da inspeção e empacotamento.

Sem um padrão internacional definido, seguindo as especificações próprias de cada fabricante, temos a oferta de diversos tipos e tamanhos para diferentes modalidades de pescarias e às vezes específicas para determinados peixes em determinadas situações.

 

Detalhes do anzol:

1) Ponta

Afiados de fábrica, sendo que muitos tem o processo através de tratamento químico. A lima que muitos pescadores carregavam na suas maletas está em desuso, mesmo porque ao limar a ponta, a camada protetora é retirada, abrindo caminho para oxidação. Entretanto alguns modelos grandes e rombudos necessitam ter suas pontas afiadas.

 

2) Olhal ou olho

– ângulo

. pode ser: aberto, fechado e reto

 

–       formatos comuns

Argola – apresentado na maior parte dos modelos

Agulha – usado para pesca oceânica

Pata – ausência do furo tradicional

 

2)Haste

A variação é no comprimento da mesma (longa, standard e curta) e quanto a presença ou não de farpas

 

 

MODELOS DE ANZOIS

– Bait Holder ou Interprise

Os mais comuns, com farpas na haste para fixar melhor as iscas mesmo em lançamentos longos. A fisga na ponta dificulta para o peixe soltar o anzol da boca

Peixes com bocas duras, os ideais são os de pontas curtas e fisgas pequenas, que facilitam a penetração do anzol. Utilizados na pescarias de dourado, tucunaré, pintado, jaú e demais espécies do pantanal, que façam uso das iscas naturais.

 

– Beak

Muito resistente e de fisgada firme.

 

– Bowed

Alta resistência e fisgada bastante profunda pela abertura maior do gancho

 

Haste longa ou Carslile

O comprimento da haste dificulta que dentes cortem a linha ou empates utilizados, mesmo assim é recomendável utilizar de empate de aço.

Indicado para peixes com dentição afiada (dourados, traíras, saicangas) em todas as modalidades que utilizem de iscas naturais.

 

– Carp hook

Muito usado na pesca de carpas, o seu formato facilita a fixação de bolas de massa, sendo indicados para carpas, tilápias e peixes de pequeno porte.

 

– Crystal

Apesar de finos sua constituição apresenta resistência superior se comparado a outros de mesmo tamanho. Tem grande elasticidade o que permite o uso de iscas vivas de insetos como grilos e outros.

Utilizados na pesca de peixes de boca pequena como lambaris, curimbatás, piaus e etc

 

– Garatéia

Construído a partir da união de anzóis, são comuns na montagem da maioria das iscas artificiais. Tem numeração específica tipo=strong que significa que este será mais resistente que o normal. Assim como um indicativo X que conforme aumenta o numeral, mais forte será. Ex: 2x, 3x etc.

Pescarias de água salgada onde se utilizam de iscas como sardinha inteiras ou toletes costumam utilizar destas em conjunto com um pedaço de arame de aço para melhor apresentar as iscas, além de protegerem contra os possíveis dentes.

 

Apoio:

MTK Fishing Adventure Outdoor    www.mtkbrasil.com.br    

Bem Bolado   www.bemboladome.com.br

Produtos Petersen    www.pescabrasil.net/petersen.html

TenkaraBR      www.rodsbyjorge.com.br

Moro e Deconto    www.iscasartificiais.com.br

 


Redação

Redação

nippak@nippak.com.br
Redação

Últimos posts por Redação (exibir todos)

Related Post

NIPPAK PESCA: Catfish Esta espécie se faz presente no inverno nos pesque-pagues e, além da esportividade propicia carne de excelente qualidade. Mauro Novalo   ...
TÊNIS DE MESA: Torneio do Piratininga por Equipes O tradicional Torneio do Clube Piratininga, em Pinheiros (zona Oeste de São Paulo), continua um sucesso, pois poucos eventos envolvendo equipes são va...
NIPPAK PESCA: Cachaça de alambique ou artesanal Etapas necessárias para ter um produto final de qualidade Por Mauro Yoshiaki Novalo   Muitos leitores, sejam pescadores ou não, apreciam u...
SOCIAL: GAMBARÊ, JAPÃO!   Cerca de 200 torcedores dos "Samurais Azuis", entre anônimos e vips,  se reuniram na noite do último sábado (14) no Salão Nobre do Bunkyo (S...

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *