NIPPAK PESCA: Anzol com ou sem farpa?

 

Diante do aumento do número de adeptos do pesque-solte, anzóis sem farpa já são encontradas com mais facilidade nas lojas de pesca.

Por Mauro Yoshiaki Novalo

 

ANZOL-1

 

Até bem pouco tempo, utilizar anzol sem farpa seria inadmissível e, caso amassasse as farpas das garatéias da isca artificial, era tachado de inconsequente, isto para não citar outros adjetivos.

Com os peixes diminuindo tanto em quantidade como em tamanho, enquanto a pesca comercial considera a criação em cativeiro como uma das propostas, a pesca amadora abraça o pesque e solte, acatando opiniões de especialistas e tentando de alguma maneira abater menos ou nenhum peixe em comparação ao que acontecia anos atrás. Não deixaram de comer peixe, apenas agora se preocupam em praticar a pesca mas liberando seus peixes para poderem continuar pescar no futuro.

Como não adianta soltar peixe morto, para facilitar a empreitada o anzol é uma das peças chave. Farpas são amassadas para possibilitar ao peixe, facilidade na soltura, pois sem as mesmas a retirada do anzol é bem mais fácil e rápido. Com manuseio correto, a liberação da espécie para continuar sua sobrevivência na natureza tem mais chances de sucesso.

E por que os anzóis já não vem sem farpa? A resposta esbarra no grande número de pessoas que ainda vivem do que pescam, da pesca comercial e também porque embora, muitos apreciem a idéia da liberação, ainda não consideram a possibilidade de perder peixe durante a briga.

De no olho nesta fatia de mercado, muitos fabricantes já os tem nos seus respectivos catálogos, oferecendo ao consumidor para diversas modalidades de pesca.

Junto com a aceitação gradual do uso de iscas artificiais em substituição as iscas naturais, cresce também o uso destes artefatos. Óbvio que iscas naturais são eficientes e eficazes tanto em água salgada como em água doce, isto não se discute!

Assim, anzóis que antes tinham farpas na haste, hoje tem modelos onde não se vê nenhuma fisga, com a intenção clara e lógica de soltar o peixe!

 

 

PROCEDIMENTOS

O anzol tem por finalidade espetar a boca do peixe e ser o elo de ligação com a linha mesmo que este lute e pule. Se a linha ficar tensionada e não afrouxar, o anzol continua cravado. Na teoria é assimilável, mas na prática isto tem algumas dificuldades a mais. Em cima de um barco, o pescador além de equilibrar-se, terá de acompanhar os movimentos do peixe.

O ideal para quem usar destes anzóis é manter a vara com a ponta para cima, sempre de frente para os saltos do peixe, recolhendo a sobra da linha sem permitir a formação de muita barriga. Caso sejam peixes saltadores, tanto de mar como água doce é um trabalho a mais, pois quem já teve exemplares desses na ponta da linha, sabe como é.

Na pescaria do black bass percebe que é comum o guia utilizar de um anzol normal com a farpa inteirinha. Esta, não é para prender minhoca artificial e sim, não deixar o anzol escapar da boca do peixe quando salta, sinônimo da alegria do pescador. Estes anzóis utilizados nas iscas artificiais são resistentes mas flexíveis, assim a chance do peixe escapar na briga é grande devido a própria elasticidade do artefato que irá se soltar facilmente se não tiver a fisga.

O que fazer para substituir? É tentar acertar, ajustando o tamanho do anzol a boca do espécime e muita atenção na hora da briga. Outra maneira é utilizar de modelos compatíveis com a isca plástica mas de constituição mais rígida, sem perder a resistência.

Outro exemplo onde farpas são comuns, é na pescaria de robalos com camarão vivo, utilizando os anzóis wide gap – que como o utilizado para basses também são finos, resistentes e flexíveis. Se amassar a farpa, a adrenalina vai ser muito maior pois as chances do peixe escapar aumentam.

Pela sua boca frágil, recomenda-se tamanho somente para perfurar e encaixar sem folga dentro da mesma. A experiência é que vai valer para definir o vencedor no final.

 

Para iscar

Isca natural e mole, um pedaço de elastricot, linha de costura fina e em alguns casos um elástico (desses de dinheiro) resolvem o problema.

Isto evita também que caiam durante os arremessos, ou se desprendam facilmente com a mordida de pequenos peixes.

 

Pescaria de espera

O ideal é utilizar os anzóis circulares – desenvolvidos pela pesca comercial – pois mesmo que sejam engolidos, se trabalhados na maneira correta, cravam no “canivete (canto da boca).

Não é preciso dar o famoso tranco, isto é, não executar o ato de fisgar. Apenas, ao perceber a linha esticando, travar o equipamento e segurar a vara, para que o peixe tensione a linha. Com isto, o anzol se desloca e crava no ponto certo.

 

ANZOL-2

 

Corrico

Com isca natural e viva, a solução é aumentar o comprimento do empate para proteção contra os dentes. No caso de iscas mortas, usar os anzóis de haste longa.

Traíras, dourados, matrinxãs e outros com dentição afiada, sejam eles de água doce ou salgada, é estimar o tamanho dos exemplares e adotar um modelo adequado para a pescaria. Para os peixes citados, o modelo Maruseigo é uma boa escolha. Para os redondos (pacus, tambaquis), sargos de beiço e etc, é usar modelo shinu, que além da haste curta são reforçados o suficiente para aguentar a forte mordedura destes espécimes.

 

 

Iscas artificiais

Normalmente já vem com as garatéias, e estas se estiverem sem farpas, no duelo com peixes saltadores, a chance de serem lançadas fora da boca é grande. Dependendo da espécie, a simples troca por um anzol simples, resultará em mais capturas se comparadas com as garatéias.

Já para as que trabalham no fundo, sejam pescarias de água doce ou salgada, garatéias são mais fáceis de prender, no caso de existirem pedras e galhadas submersas. Com anzóis simples montados com “assist hook” ou “suport hook”, estes obstáculos são contornados.

 

ANZOL-3

 

Assist hook

Trocam-se as garatéias originalmente fornecidas com as iscas por um ou 2 conjuntos de anzóis colocados na argola dianteira. Sem gancho na extremidade final e com anzóis voltados para o corpo da isca, a chance de enrosco diminui nos trabalhos rente ao fundo.

Peixes de grande porte, se o anzol:

– cravar dentro do peixe, em local difícil de ser alcançado, manter o peixe dentro dágua, cortar a linha com folga de modo que a mesma não possa entrar – funcionar como agulha – e perfurar partes internas do peixe.

– for feito de material altamente propício a oxidação, é liberar com o mesmo cravado na boca, pois em poucos dias o peixe se verá livre do mesmo.

 

Dicas

Dimensionar o equipamento a utilizar pois se for pesado demais para o peixe resultará em pouca emoção mas, caso seja muito leve, apesar da alta adrenalina, isto poderá resultar na morte do espécime.

Molhar as mãos para manusear o peixe; não segurar o peixe pelo rabo posicionando na vertical e manter o peixe fora dágua o menor tempo possível. Para retirar a isca artificial ou anzol, conservar o peixe nágua. Caso vá fotografar, preparar tudo antes.

Se não achar o modelo sem farpa, amassar com alicate a fisga do que considera correto. O efeito é o mesmo.

Considerar que se o anzol cravar em alguém ou em você mesmo, será muito mais fácil, rápido e menos dolorido de retirar se estiver sem a farpa.

Ótimas pescarias!!!

 

ANZOL-4

 

 

Apoio:

BY Aventura    www.byaventura.net.br

EBF Pesca    www.ebfpesca.com.br

Fishing Co    www.fishingco.com.br

Karanda    www.karanda.com.br

Maré Iscas   www.mareiscas.com.br

Moro e Deconto   www.morodeconto.com.br

Mustad    www.mustad.com.br

União Pesca   www.uniaopesca.com.br


 

 

 

CURTAS

 

Produtos Karandá – Força Pantaneira

 

C1

 

KARANDAFundada em janeiro de 2002, a Empresa é fruto da ousadia e do espírito empreendedor dos seus proprietários. Anteriormente revendia produtos acabados como chapéus de palha, sentindo o mercado promissor que se descortinava a sua frente, começa a investir e passa também a produzir o seu próprio chapéu, apostando na qualidade do produto oferecido e na inovação. Fiel à sua missão de “surpreender os seus clientes com produtos inovadores e garantir a excelência dos produtos e serviços prestados” a empresa conta hoje com um vasto mix de produtos: chapéus produzidos com fibra, palha, tecido, couro e material reciclado como lona de caminhão, artigos para cutelaria e selaria em geral. Hoje a marca Karandá está consolidada em todo o Brasil, levando o sonho de uma família que com transparência, honestidade, valorização do potencial humano e respeito ao seu cliente, tem a cada dia conquistado seu espaço no mercado. Informações no site www.karanda.com.br – fone (67) 3292 1175 – email: contato@karanda.com.br facebook/  contatoKaranda e instagram: karanda_oficial

 


 

 

 

resized_FISHINGCO_testeFISHING CO.

Destaque e sucesso na recente Pesca Trade Show, nossa proposta é oferecer produtos de qualidade, com muito conforto, flexibilidade e proteção solar. As camisetas são produzidas com malha 91% poliamida e 9% elastano, com tecnologia Dry Fit, antibacteriano e protetor solar UFP 50+ (homologado). As bermudas e calças são produzidas com tecido Elastic 90% poliéster e 10% elastano, todas com regulador de de ajuste na cintura, para oferecer o máximo de conforto. Procure nas melhores lojas de aventuras. Informações no email:fishing.co@hotmail.com  e fone (11) 2692 5944

resized_logo

 

 

 

 

 

 

 


 

 

 

Bolsa APETRECHO GG STANDARD – EBF PESCA

 

resized_LOGO MAIOR

 

c2

 

Utilizado para proteger individualmente a carretilha (perfil baixo), na guarda do acessório durante o transporte, na navegação e no casting, sem necessidade de remoção durante a pescaria. O produto foi desenvolvido em neoprene, envolvendo toda a carretilha, incluindo o carretel de linha. Além da proteção contra riscos, possui função adicional de proteção para o dedo do pescador quando na necessidade extra da fricção da linha. Preço sob consulta. EBF PESCA – Especialista em Acessórios de Pescawww.ebfpesca.com.br

 

 


 

mareCamarão articulado – Maré Iscas

c3

 

Confira este camarão articulado da Maré com as seguintes características: não derrete ao sol, flexível e com imitação de ovas. Idealizado para capturas de peixes em água salgada, salobra (mangues) ou água doce como: robalo, corvina, pampo, xaréu, badejo, olho de cão, garoupa, guaivira, peixe-galo, dourado, pescada, linguado, pirauna, caranha, cioba, xerelete, tarpon, ubarana, tucunaré e outros. Em 22 cores diferentes e 3 tamanhos. Procure nas melhores lojas de pesca. Informações no sitewww.mareiscas.com.bre www.facebook.com/iscas.mare

 

 


UNIAO-PESCA

Massa para pesca – União Pesca

 

massabanana-uniaoPrimavera está aí e, a dica continua sendo ter sempre na mão a isca certa para aumentar suas chances de sucesso na pescaria. Com esta massa, basta acrescentar água e está pronta para lhe propiciar a fisgada certeira. Sabores: erva-doce, goiaba, banana, milho verde, mel, bichinho da laranja, carnívora, amendoim, natural vermelha e natural amarela, em embalagem de 500g. Procure nas melhores lojas de pesca. Suas pescarias com sossego, tranquilidade e segurança! Informações e compras no tel: (42) 3524 4505 ou 3524 3748 site: www.uniaopesca.com.br e facebook.com/uniaopesca

 

 

 

 

 


 

 

camiseta-pirarucuColeção VERÃO 2016 – Camiseta PIRARUCU da By

Para quem procura o melhor! Pratique o seu esporte com conforto e proteção! Camiseta raglan sublimada com zíper 100% poliéster, tecido em DRY nas cores: degrade preto e branco, nos tamanhos P, M, G, GG. A venda nas melhores lojas de pesca e aventuras. Informações: tel:(11)2781 9001    contato@byaventura.net.br     site: www.byaventura.net.br

 

 

 

 

 

 

NIPPAK PESCA

NIPPAK PESCA

Texto:Mauro Yoshiaki Novalo
Revisão: Aldo Shiguti
Publicidade
nippak@nippak.com.br
Tel. (11) 3208-4863
NIPPAK PESCA

Últimos posts por NIPPAK PESCA (exibir todos)

    Related Post

    BEISEBOL: Bastos é campeão Brasileiro Pré-Infantil... A categoria Pré-Infantil de Bastos sagrou-se campeã do 21º Campeonato Brasileiro de Beisebol, competição disputada nosa dias 3 e 4 de dezembro, na Ace...
    PESCA: Anzóis – Parte II Dimensionar o anzol a utilizar pode significar o sucesso da pescaria ou uma dificuldade a mais na hora de brigar com o peixe e sair na foto. Seguem a ...
    SOFTBOL: RESULTADO DO 27º CAMPEONATO BRASILEIRO I... Com promoção da Federação Paranaense de Beisebol e Softbol e realização da Acel (Associação Cultural e Esportiva de Londrina) foi realizado nos dias 2...
    REGISTRO: ABJ completa 1 ano e faz entrega de faix... A Associação Barbosa de Judô conta hoje com 60 alunos, sendo 30 atletas bolsistas, através de parceria com a Prefeitura de Registro A Associação Ba...

    Faça seu comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *