NIPPAK PESCA: Lambaru – Ginglimostoma cirratum

Por Marcelo Szpilman

 

resized_01_lambaru

 

Coloração: Dorso marrom amarelo escuro, com flancos um pouco mais claros e ventre amarelado. Os espécimes jovens apresentam manchas escuras no corpo e pintas nas dorsais, que desaparecem com o crescimento.

Características: Corpo arredondado com a cabeça larga e achatada e boca pequena. Cinco pequenas fendas branquiais muito próximas umas das outras. Possuem um curto barbilhão carnoso na margem de cada abertura nasal. Os olhos são pequenos e não possuem membrana nictitante. Dentes pequenos e dispostos em várias fileiras. As duas nadadeiras dorsais, com tamanhos semelhantes, estão posicionadas bem posteriormente. Caudal fortemente assimétrica, com lobo superior bem desenvolvido e um pronunciado sulco subterminal.

Medidas: Máximo de 4,3 m de comprimento total e 400 kg. Em média, medem 2,5 m de comprimento e pesam 200 kg. Os filhotes nascem com 25 a 30 cm de comprimento. O recorde brasileiro absoluto de pesca é de 143 kg.

Ocorrência: Nas águas tropicais e subtropicais do Atlântico e do Pacífico. No Brasil, são raros no Sul.

Habitat: Bentônicos costeiros de águas rasas, vivem junto aos fundos arenosos e/ou rochosas.

Hábitos: Lentos, sedentários e de hábitos noturnos são encontrados normalmente imóveis deitados na areia, junto às pedras e até mesmo dentro de tocas. Alimentam-se de peixes (bagres, tainhas e baiacus), crustáceos (lagostas e camarões), moluscos bivalves e alguns invertebrados que encontram na areia. Capturam suas presas através de uma forte sucção característica. É uma espécie ovovivípara e produzem de 20 a 30 filhotes por ninhada.

Status de ameaça de extinção: Estão na Lista da Fauna Ameaçada de Extinção (IBAMA).

Captura: Sua carne não é de boa qualidade, mas é encontrada nos mercados. Sua pele é usada na confecção de couro (agradável ao toque e durável), e seu fígado na produção de óleo rico em vitamina A. São capturados com linha de fundo e rede de pesca.

Considerados inofensivos, podem, no entanto, se molestados, atacar em defesa própria como demonstram os vários registros de ataque provocados por pescadores no ato de capturá-los. Ignorando a presença do pescador submarino, deixa-se arpoar com certa facilidade. Entretanto, ao sentir-se retido pelo arpão luta violentamente, contorcendo-se e mordendo raivosamente. Os aquários para visitação pública quase sempre possuem lambarus para demonstração. Devido à sua “docilidade”, costumem sempre aparecer ao lado de mergulhadores nas imagens de filmes sobre natureza quando o tema é tubarão e/ou ataque de tubarão, dando ao espectador a falsa impressão de coragem daqueles que chegam bem perto do lambaru.

Outros nomes vulgares: Barroso, cação-lixa, lixa, tubarão-enfermeira, tubarão-pajem.

 

 


 

 

Aquários

 

Simples atrações turísticas ou importantes equipamentos?

Por Marcelo Szpilman

 

 

resized_02_aquário-marinho-do-rio de-janeiro-rj-5

 

Assim como eu, inúmeros conservacionistas conhecidos e respeitados por décadas de trabalho verdadeiramente relevante a favor da proteção e preservação de seres marinhos, como o oceanógrafo Guy Marcovaldi, criador do Projeto Tamar, o veterinário José Truda Palazzo Jr, criador do Projeto Baleia Franca, e o biólogo Maurício Hostim, criador do Projeto Meros do Brasil, são explicitamente favoráveis aos bons aquários, fundamentados no tripé educação, pesquisa e conservação e sempre oferecendo ótimas condições de acomodação e tratamento pautado pelo respeito à vida e ao bem-estar dos animais.

E antes que se pense no SeaWord como modelo de comparação é importante destacar que esse parque marinho não é um aquário, mas sim uma espécie de circo. A própria diretora do documentário Blackfish que trata dos perigos de se manter orcas em cativeiro, como ocorre no SeaWorld, Gabriela Cowperthwaite, declarou em entrevista à revista Variety, no final de 2013, que não é contra zoológicos e aquários e admitiu apoiar os esforços de pesquisa e conservação do Monterey Bay Aquarium, na Califórnia. De acordo com ela, lugares como o Monterey Aquarium, abrigam animais com fins educativos e não para puro entretenimento: “Ver os animais nos aquários é muito mais magnífico do que vê-los fazendo truques numa piscina”.

Voltando ao tema do artigo, aquários (e zoológicos) vêm desempenhando, desde o início do século XX, importantes funções de conservação, educação e aproximação e desmitificação dos animais. A partir da década de 1990, no entanto, esses equipamentos adquiriram duas novas funções a fim de atender às demandas do mundo em transformação.

 

resized_03_mangona

 

Em parceria com universidades e centros de estudo, aquários tornaram-se excelentes locais (controlados e acessíveis) para a realização de valorosas pesquisas científicas e para a capacitação de pesquisadores. Desde então, relevantes linhas de investigação científica têm produzido trabalhos sobre os hábitos, comportamentos, modos de crescimento e estratégias reprodutivas (em cativeiro) dos mais diversos seres marinhos, beneficiando sobremaneira a conservação das populações desses animais que vivem livres nos mares e oceanos. Essas atividades carregam ainda um componente adicional para os visitantes dos aquários, especialmente para as crianças: ter seu interesse despertado para as ciências e sua vocação descoberta como futuros cientistas.

 

resized_04_aqua

 

Devido aos graves problemas ambientais que todos já conhecem, aquários (e zoológicos) adquiriram também a função de servir como bancos de biodiversidade do planeta. Um bom exemplo real é o caso do mico-leão-dourado. Extinto na natureza, só não foi extinto no planeta porque havia diversos exemplares mantidos em zoológicos espalhados pelo mundo. Através de um excelente trabalho de reprodução em cativeiro, realizado em zoológicos da Alemanha, foi possível repovoar populações de mico-leão-dourado na Mata Atlântica brasileira, mais especificamente na Reserva Biológica de Poço das Antas (RJ).

 

resized_05_aquario-aquário-marinho-7

 

Assim, com o correto manejo e a adequada manutenção dos animais em cativeiro, zoológicos e aquários passaram a ter a importante função de preservar parte de nossa fauna ameaçada de extinção. Diversas espécies de peixes e tubarões, devido à pesca predatória e à sobrepesca, estão caminhando para se tornarem novos exemplos reais de extinção na natureza. Ou seja, daqui a alguns anos poderemos só ter exemplares vivos dessas espécies em aquários espalhados pelo mundo.

Por tudo isso, e por aproximarem as pessoas dos animais e ecossistemas marinhos, fortalecendo a consciência da preservação, aquários podem e devem ser vistos como importantes equipamentos de sustentabilidade para a sociedade.

Visite www.aquariomarinhodorio.com.br

 

MARCELO SZPILMAN

MARCELO SZPILMAN

*Marcelo Szpilman, biólogo marinho formado pela UFRJ, com Pós-graduação Executiva em Meio Ambiente (MBE) pela COPPE/UFRJ, é autor dos livros Guia Aqualung de Peixes (1991) e de sua versão ampliada em inglês Aqualung Guide to Fishes (1992), Seres Marinhos Perigosos (1998), Peixes Marinhos do Brasil (2000) e Tubarões no Brasil (2004). Indicado à personalidade 2015 na categoria Sociedade/Sustentabilidade do Prêmio Faz Diferença do Globo, atualmente, é diretor-presidente do Aquário Marinho do Rio de Janeiro, diretor-executivo do Instituto Ecológico Aqualung, diretor do Projeto Tubarões no Brasil, membro do Conselho da Cidade do Rio de Janeiro (área de Meio Ambiente e Sustentabilidade) e colunista do site Green Nation.
MARCELO SZPILMAN

Últimos posts por MARCELO SZPILMAN (exibir todos)

     


     

     

     

     

    Apoio

    Catauá Queijos     wwwcataua.com.br

    EBF Pesca    www.ebfpesca.com.br

    Gafanhotos Team   www.gafanhotosteam.com.br

    Karandá     www.karanda.com.br

    Maré Iscas    www.mareiscas.com.br

    Moro e Deconto   www.morodeconto.com.br

    Mustad    www.mustad.com.br

     

     

     


    CURTAS

    cataua-qCatauá – queijo da Mantiqueira

    logoMais que um produto artesanal com denominação de origem, saudável e saboroso, o Queijo CATAUÁ resgata hábitos seculares de uma civilização rural que ainda sobrevive nas encostas da Serra da Mantiqueira. Com personalidade, o Catauá preserva características das antigas fazendas mineiras. Uma pequena e rústica produção queijeira que, em sintonia com a natureza, em um processo totalmente manual, leva ao consumidor sabor e história. Um queijo único que acompanha o café, um bom vinho ou como ingrediente para os mais diversos quitutes. Informações no site: www.cataua.com.br e email: queijodamantiqueira@gmail.com e Instagram: @queijocataua

     

     

     


    SEGURADOR DE ÓCULOS FLUTUANTE – EBF Pesca

    salvo-oculos

    resized_LOGO MAIORUtilizado para segurar os óculos durante a pescaria, evitando a queda. Possui material que permite que o mesmo flutue na água, oferecendo uma segurança maior. Lançamento da EBF PESCA na FEIPESCA  2016, produto teve grande sucesso e repercussão no evento. Preço sob consulta. EBF PESCA – Especialista em Acessórios de Pesca www.ebfpesca.com.br

     

     

     


    spiner varejeiraSpinner Varejeira – MORO DECONTO

    Logo-Mororesized_Logo DecontoPara este outono é utilizar este spinner, excelente para a pesca de lambaris, tilápias, saicangas e outros predadores. Pela sua leveza recomendamos no bait usar vara leve com bóia de arremesso Deconto nº 1 e, no Fly vara 5-6. Especificações: isca afundante com peso de 0,5g e tamanho de corpo = 1 cm. Você encontra no site www.morodeconto.com.br – visite, veja e compre!  www.morodeconto.com.br – email:contato@morodeconto.com.br ou fone (41)3244 5353

     

     


    Camisas Gafanhotos Team

    A0009_azul

    PARA JORNAL LOGOS COM LETRASQualidade, conforto, segurança, proteção, leveza e liberdade nos movimentos. Peças 100% sublimadas, 100% poliéster, confeccionadas com tecido de tecnologia TrueLife Dry (que simula a transpiração e transporta o suor para as camadas mais externas do tecido), TrueLife Bio (que simula o sistema imunológico a fim de prevenir o surgimento de bactérias que se proliferam na umidade e no calor) e TrueLife UV (que simula a ação da melanina, a fim de proteger a pele contra os raios UV. Tamanhos P, M, G, GG, XG, XGG, EGG, GG1, GG2 e GG3. Personalize e vista sua equipe de aventuras. Veja os produtos, modelos e cores no site www.gafanhotosteam.com.br contato no email contato@gafanhotosteam.com.br fone (47) 3395 0295 ou WhatsApp (47) 9166 8529

     

     


    Produtos Karandá – Força Pantaneira

    C1

    KARANDAFundada em janeiro de 2002, a Empresa é fruto da ousadia e do espírito empreendedor dos seus proprietários. Anteriormente revendia produtos acabados como chapéus de palha, sentindo o mercado promissor que se descortinava a sua frente, começa a investir e passa também a produzir o seu próprio chapéu, apostando na qualidade do produto oferecido e na inovação. Fiel à sua missão de “surpreender os seus clientes com produtos inovadores e garantir a excelência dos produtos e serviços prestados” a empresa conta hoje com um vasto mix de produtos: chapéus produzidos com fibra, palha, tecido, couro e material reciclado como lona de caminhão, artigos para cutelaria e selaria em geral. Hoje a marca Karandá está consolidada em todo o Brasil, levando o sonho de uma família que com transparência, honestidade, valorização do potencial humano e respeito ao seu cliente, tem a cada dia conquistado seu espaço no mercado. Informações no site www.karanda.com.br – fone (67) 3292 1175 – email: contato@karanda.com.br facebook/  contatoKaranda e instagram: karanda_oficial

     

     

     


    pampoCamarão articulado – Maré Iscas

    mareO camarão articulado da Maré tem as seguintes características: não derrete ao sol, flexível e com imitação de ovas. Idealizado para capturas de peixes em água salgada, salobra (mangues) ou água doce como: robalo, corvina, pampo, xaréu, badejo, olho de cão, garoupa, guaivira, peixe-galo, dourado, pescada, linguado, pirauna, caranha, cioba, xerelete, tarpon, ubarana, tucunaré e outros. Em 22 cores diferentes e 3 tamanhos. Procure nas melhores lojas de pesca. Informações no site www.mareiscas.com.br e www.facebook.com/iscas.mare

     

     

     

    NIPPAK PESCA

    NIPPAK PESCA

    Texto:Mauro Yoshiaki Novalo
    Revisão: Aldo Shiguti
    Publicidade
    nippak@nippak.com.br
    Tel. (11) 3208-4863
    NIPPAK PESCA

    Últimos posts por NIPPAK PESCA (exibir todos)

       

       

       

      Related Post

      SUMÔ: Equipe da Sudoeste vence Campeonatos Brasile... O sumô brasileiro viveu um fim de semana especial nos dias 15 e 16, no doyo do ginásio de sumô do Conjunto Esportivo e Cultural Brasil-Japão, no Bom R...
      TÊNIS DE MESA: Jovens surpreendem o mundo do mesa-... No último fim de semana, Tomokazu Harimoto, do Japão, sagrou-se campeão e a grande sensação do Aberto da República Checa. Harimoto, que completou 14 a...
      TÊNIS DE MESA: LIGA NIPO-BRASILEIRA REÚNE CERCA DE... Os aficionados mesatenistas parece que se dedicaram e praticaram intensamente a modalidade nas férias. Pelo menos é o que mostrou a última etapa da Li...
      TÊNIS DE MESA: A IMPORTÂNCIA DAS MARCAS PARA O TÊN... Existem atualmente mais de 100 fabricantes de materiais de tênis de mesa no mundo, desde mesas, placares, kit de arbitragem, redes, bolas e suportes, ...

      Faça seu comentário

      O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *