NIPPAK PESCA: Marimbá – Diplodus argenteus

 

 

Por *Marcelo Szpilman e ilustração de Antônio Woyames

 

Coloração: Corpo branco-prateado com dorso mais escuro e uma evidente mancha negra arredondada no dorso do pedúnculo caudal, alongada para baixo e ultrapassando a linha lateral. A membrana opercular é enegrecida. Dorsal, anal e pélvicas escurecidas. Caudal e peitorais claras.

Características: Corpo alto, ovalado e comprimido lateralmente. Ambas maxilas possuem oito dentes incisiformes e três séries de dentes molariformes laterais. Escamas ciclóides. Caudal furcada.

Ocorrência: Nas águas subtropicais e temperadas quentes do Atlântico ocidental, do Leste do Brasil (20.º S) à Argentina. Podem chegar ao comprimento total de 0,31 m e pesar 1,9 kg, porém o comum são espécies de 20 cm e 150 gramas.

Habitat: Nectônicos demersais costeiros de águas rasas, vivem junto aos fundos coralinos, rochosos e/ou arenosos, especialmente nas zonas de marés e entremarés. Gostam das águas claras e agitadas e são comuns nas áreas de arrebentação das ondas nas praias arenosas, junto aos costões e ao redor das ilhas.

Hábitos: São encontrados em pequenas a grandes agregações nadando por entre as rachas e tocas do fundo, que compartilham com os sargosde – beiço , piranjicas , sargentos e cocorocas. Alimentam-se de algas, moluscos, crustáceos e outros invertebrados. Ariscos, mantêm uma distância segura.

Captura: Sua carne é considerada de boa qualidade, porém não possui importância comercial. São mais consumidos pelos pescadores amadores e parte da população mais pobre das áreas onde são mais abundantes. São capturados com vara de pesca, linha de mão, armadilhas e arrastão de praia.

Outros nomes vulgares: Chinelão (RJ – grande porte), maria-chinelo, marimbá-chinelo, marimbau, pargobranco (RS), pinta-no-rabo (ES).

*Marcelo Szpilman, biólogo marinho formado pela UFRJ, com Pós-graduação Executiva em Meio Ambiente (MBE) pela COPPE/UFRJ, é autor dos livros Guia Aqualung de Peixes (1991) e de sua versão ampliada em inglês Aqualung Guide to Fishes (1992), Seres Marinhos Perigosos (1998), Peixes Marinhos do Brasil (2000) e Tubarões no Brasil (2004). Indicado à personalidade 2015 na categoria Sociedade/Sustentabilidade do Prêmio Faz Diferença do Globo, atualmente, é diretor-presidente do Aquário Marinho do Rio de Janeiro, membro do Conselho da Cidade do Rio de Janeiro (área de Meio Ambiente e Sustentabilidade) e colunista do site Green Nation.

 

MARCELO SZPILMAN

MARCELO SZPILMAN

*Marcelo Szpilman, biólogo marinho formado pela UFRJ, com Pós-graduação Executiva em Meio Ambiente (MBE) pela COPPE/UFRJ, é autor dos livros Guia Aqualung de Peixes (1991) e de sua versão ampliada em inglês Aqualung Guide to Fishes (1992), Seres Marinhos Perigosos (1998), Peixes Marinhos do Brasil (2000) e Tubarões no Brasil (2004). Indicado à personalidade 2015 na categoria Sociedade/Sustentabilidade do Prêmio Faz Diferença do Globo, atualmente, é diretor-presidente do Aquário Marinho do Rio de Janeiro, diretor-executivo do Instituto Ecológico Aqualung, diretor do Projeto Tubarões no Brasil, membro do Conselho da Cidade do Rio de Janeiro (área de Meio Ambiente e Sustentabilidade) e colunista do site Green Nation.
MARCELO SZPILMAN

Últimos posts por MARCELO SZPILMAN (exibir todos)

     


     

     

    Cachaça, aguardente ou pinga?

    Apesar de ser chamado por nomes variados, só pode ser rotulado como cachaça o produto que estiver enquadrado dentro de algumas normas específicas.

    Mauro Yoshiaki Novalo

     

     

    Da mesma forma que fizeram os produtores da tequila, o Ibrac – Instituto Brasileiro da Cachaça – com o apoio do Sebrae, trabalha no reconhecimento mundial da cachaça como produto genuinamente nacional. Isto é possível através de acordos com os países pertencentes a OMC (Organização Mundial do Comercio). É um trabalho árduo e demorado, mas que certamente abre as portas do mundo para esta bebida, e vai render muitas divisas para o país, ao mesmo tempo colaborar para o fortalecimento desta cultura tão importante e singular para os produtores nacionais, principalmente para os estados de São Paulo e Minas Gerais, onde se concentram o maior número de produtores industriais e artesanais.

    Necessário ao mesmo tempo regular e ajustar toda a produção nacional, fazendo os produtores enquadrarem os seus produtos dentro dos padrões e leis vigentes. Também é preciso que as autoridades governamentais estabeleçam critérios e normas que não sejam tão burocráticas que impeçam ou dificultem em demasiado a sua regulamentação, isto é que sejam objetivas e claras para facilitar principalmente para os pequenos produtores ou associações (responsáveis por grande parte das denominadas “artesanais de alambique”) a saírem do mercado informal.

     

    Aguardente, cachaça e pinga

    Por definição, aguardente é uma bebida alcoolica obtida pela fermentação e destilação de mostos açucarados oriundos do caldo de macerados vegetais ou não. A de cana-de açúcar poderá ou não ser cachaça (industrializada ou artesanal) pois se tem normas e critérios pré-estabelecidos a serem cumpridos para receber essa denominação. Pinga é o nome vulgar dado a cachaça, assim como caninha, branquinha, amarelinha e etc.

    Para o consumidor final, importante é saber se a bebida está dentro das normas estabelecidas pelo Ministerio da Agricultura, Pecuaria e Abastecimento e autoridades competente, pois cada etapa da fabricação: a escolha da cana; plantio; condições locais; colheita; processos de produção e armazenagem influenciam, e muito na qualidade final do produto.

    O Certificado de Origem é um exemplo de aplicação de atestado que poderia indicar a qualidade do produto, um fator a mais a se considerar no cálice do apreciador na ponta final do balcão.

    Atualmente, os produtores procuram expor seus produtos em concursos nacionais e internacionais para obter certificações e reconhecimento, e com resultados positivos, valorizar e destacar sua marca para conseguir sua fatia de mercado entre tantas outras bebidas já conhecidas.

     

     

    Cachaça Coluninha

    É política de qualidade da Cachaça Coluninha a busca constante da excelência na produção da cachaça de alambique, objetivando satisfazer plenamente seus clientes com a fabricação de um produto artesanal de qualidade e sabor.

    A fazenda é de rara beleza, cercada de lagoas naturais, verdes pastagens, canaviais, horta e pomar com diversas frutas. Nas matas virgens, vivem diversos animais em extinção, exemplo do lobo guará, que deu origem ao nome da fazenda (Tabocal Guará) ou simplesmente Fazenda Tabocal, referência em qualidade na produção da tradicional bebida brasileira.

    A Cachaça Coluninha iniciou o processo de fabricação em 1988 na cidade de Coluna, nordeste de Minas Gerais, localizada à 360 km de Belo Horizonte.

     

     

     

    Destaca-se no mercado pelo sabor, aroma e suavidade. Fabricada artesanalmente desde a plantação da cana-de-açúcar até o engarrafamento. Totalmente isenta de aditivos químicos e por isso recebeu o Selo de Certificação Orgânica – IMA.

     

     

    Alambicagem e destilagem

    Os alambiques são confeccionados em cobre, metal apropriado para fornecer o “bouquet” característico da cachaça mineira, e possui capacidade para 1670 litros. O teor do cobre na bebida é controlado por métodos de higienização e análises laboratoriais, para atender os índices permitidos pelo Ministério da Saúde.

     

     

     

    Na destilação são retirados a cabeça – cachaça obtida no início da alambicagem/destilagem – pois concentram alto teor de aldeídos e também o rabo (ou cauda = final da destilação) que possui graduação muito baixa.

    Continuando o processo, é armazenada em dornas de carvalho, amburana, jequitibá e jatobá, e envelhecida no mínimo por dois anos. A embalagem final tem variados formatos, e é engarrafada em garrafas de vidro, cerâmica ou revestidas em couro.

    Atende todos os requisitos internacionais para exportação, sendo comercializada nos Estados Unidos, Portugal e Alemanha. Sempre destaque nos festivais que participa, foi premiada com 1º lugar no Concurso Campeão dos Campeões de Coquetéis feitos com Cachaça (BH/MG – 1999), Cachaça Gourmet (Festival BH em 2011, 2012 e 2014), e 3º lugar no Festival de Qualidade de Cachaça (BH/MG – 1996).

    Pode ser encontrada nos tradicionais supermercados, bares, restaurantes e “delicatessen”. Se o estabelecimento perto da sua casa não tiver, peça para contatar no site www.coluninha.com.br  telefone (31)3422 0309 e-mail: comercial@coluninha.com.br

    Se for dirigir não beba, e se beber não dirija. Beba com responsabilidade. Ótima degustação!!!

     

    Apoio:

    Cachaça Coluninha   www.coluninha.com.br

    Caiaques Lontras    www.caiaquelontras.com.br

    Maré Iscas    www.mareiscas.com.br

    Moro e Deconto   www.morodeconto.com.br

    Mustad    www.mustad.com.br

    Piscicultura Chang www.pisciculturachang.com.br

    SPOTcOmSAT   www.spotcomsat.com.br

    Top Fishing Tur www.topfishingtur.br

    União Pesca   www.uniaopesca.com.br

     

    NIPPAK PESCA

    NIPPAK PESCA

    Texto:Mauro Yoshiaki Novalo
    Revisão: Aldo Shiguti
    Publicidade
    nippak@nippak.com.br
    Tel. (11) 3208-4863
    NIPPAK PESCA

    Últimos posts por NIPPAK PESCA (exibir todos)

       

       


       

       

      CURTAS

       

       

      Cachaça Coluninha – A verdadeira Cachaça Mineira

       

       

      A Fazenda Tabocal, no município de Coluna-MG, é auto-suficiente na produção de cana-de-açúcar. A garapa obtida é depositada em dornas de inox, protegidas por telas contendo fermento natural (extraido da própria cana de açúcar misturada com fubá ou canjiquinha de milho) totalmente isento de aditivos químicos. Após alambicagem/destilagem a cachaça Coluninha é depositada em tonéis de carvalho, amburana, castanheira do pará, jequitibá e jatobá e totalmente fechados, por um período mínimo de 3 anos. Tem participação em vários festivais tais como ExpoCachaça, Campeão dos Campeões (pela ABM – Associação Mineira de Barman), e Cachaça Gourmet, onde foi premiada em 1°Lugar em 2011,2012 e 2014. É exportada para países da Europa, Usa e Mercosul. Informações no site: www.coluninha.com.br fone: (31) 3422 0309  e-mail: coluninha@coluninha.com.br

       


       

       

      Camarão articulado – Maré Iscas

       

      articulado3

       

      O camarão articulado da Maré tem as seguintes características: não derrete ao sol, flexível e com imitação de ovas. Idealizado para capturas de peixes em água salgada, salobra (mangues) ou água doce como: robalo, corvina, pampo, xaréu, badejo, olho de cão, garoupa, guaivira, peixe-galo, dourado, pescada, linguado, pirauna, caranha, cioba, xerelete, tarpon, ubarana, tucunaré e outros. Em 22 cores diferentes e 3 tamanhos. Procure nas melhores lojas de pesca. Informações no site www.mareiscas.com.br e www.facebook.com/iscas.mare

       

       


       

       

      Livro – JAPONESES IMIGRANTES…  E ELES FICARAM RICOS NO BRASIL?

       

      あなたはどうして1941年に日本がアメリカ合衆国を攻撃したかを知っていますか。この本で真実の物語を読んでください。(Você sabe por que o Japão atacou os Estados Unidos em 1941? Leia neste livro a verdadeira história)

       

      jose-carlos 

       

      Apresentação do livro pelo saudoso psiquiatra e educador Dr. Içami Tiba: “… como psiquiatra e educador, agradeço ao Ferreira por ser um “gaijin” que fala sobre “nihonjin”. Principalmente porque pela tradição japonesa, não se fala bem de si mesmo…” O leitor vai encontrar relatos da história da imigração japonesa, ilustrados por casos de amizade, de amor, de incompreensão, de perseverança, de determinação, de sofrimento, mas finalmente, de sucesso. Poderá ler também as trapalhadas da contra espionagem do serviço secreto americano, cujos elementos terminavam frustrados diante das tolices que inventavam. Nippak Pesca assinala que conhecer o seu passado é primordial para consolidar no presente as diretrizes do futuro!  José Carlos Ferreira, advogado aposentado, escreveu este romance para revelar fatos omitidos na História oficial. Contate o autor no email: jcferr@terra.com.br À venda pela internet nas Livrarias Asabeça, Cultura e Martins Fontes. Informações no link www.scortecci.com.br/lermais_materias.php?cd_materias=4955&friurl=_-JAPONESES-IMIGRANTESE-ELES-FICARAM-RICOS-NO-BRASIL–Jose-Carlos-Ferreira-

       

       


       

       

      Massa para pesca – União Pesca

       

       

       

      Não se preocupe com as chuvas, é final de primavera !!! E com os dias mais quentes … é ter sempre a isca certa para aumentar ainda mais suas chances de sucesso na pescaria. Com esta massa, basta acrescentar água e estará pronto para lhe propiciar a fisgada certeira. Sabores: goiaba, doce de leite, cereais, batata, leite, pão, pêssego, queijo, mandioca, morango, erva-doce, goiaba, banana, milho verde, mel, bichinho da laranja, carnívora, amendoim, natural vermelha e natural amarela, em embalagem de 500g. Procure nas melhores lojas de pesca. Suas pescarias com sossego, tranquilidade e segurança! Informações e compras no tel: (42) 3524 4505 ou 3524 3748 site: www.uniaopesca.com.br e facebook.com/uniaopesca

       

       


       

       

      SPOT Global Phone

      satelite-fone-2

      Telefone móvel com tecnologia 100% via satélite que mantém você conectado onde sua aventura te levar. Permite ligar em locais remotos, pequeno, leve, longa duração da bateria, bastante compacto quando não está com sua antena esticada. Muito resistente, projetado para uso em extremas condições com excelente qualidade de voz digital.

      Confira mais informações, planos e preços no site www.spotcomsat.com.br no email: empreendedorismonautico@gmail.com e fone (11)98343 1521.

      Nippak Pesca recomenda o site, que tem a nossa confiança e é qualificado para oferecer com responsabilidade, equipamentos de tamanha importância.

       

       


       

       

      SITE MORO DESCONTO

       

       

       

      Perfeitos para deixar suas pescarias ainda mais proveitosas! Além de toda linha das consagradas iscas artificiais, você terá à disposição também componentes como: argolas, grubs, hélices, olhos, pitões e garatéias. Tudo dividido por estilo ou peixe. Iscas para peixes de água doce ou salgada, com garantia da marca, no site www.morodeconto.com.br  Visite, veja e compre!  www.morodeconto.com.br – email:contato@morodeconto.com.br ou fone (41)3244 5353

       

       

       

       

      NIPPAK PESCA

      NIPPAK PESCA

      Texto:Mauro Yoshiaki Novalo
      Revisão: Aldo Shiguti
      Publicidade
      nippak@nippak.com.br
      Tel. (11) 3208-4863
      NIPPAK PESCA

      Últimos posts por NIPPAK PESCA (exibir todos)

         

        Related Post

        TÊNIS DE MESA: Equipes masculina e feminina vencem... Acontece até o próximo dia 24, em Buenos Aires, na Argentina, o Campeonato Latino-Americano Adulto. Trata-se do evento classificatório para os Jogos P...
        BEISEBOL: Cooper conquista título do Brasileiro In... Com uma vitória sobre a equipe de Bastos por 13 a 0, o Cooper faturou o título do 33º Campeonato Brasileiro Interclubes Infantil, competição realizada...
        TÊNIS DE MESA: Olimpíadas Rio 2016 Após ter presenciado mais de 30 Campeonatos Mundiais, Adultos e Junior da ITTF, Universitários e Escolares, Mundiais Veteranos e das Indústrias, pela ...
        SILVIA IN TOKYO: GIANTS ASSINA CONTRATO COM BRASIL... PARANAENSE HUGO KANABUSHI VAI PARA A EQUIPE DE FORMAÇÃO DE ATLETAS   Hugo Kanabushi. Foto: Sports Hochi   O time de beisebol Yomiur...

        Faça seu comentário

        O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *