NIPPAK PESCA: Mosquitos!!!

Com a crise da água, os mosquitos transmissoras da dengue e chikungunya agora são casos de utilidade pública. Para afastá-los, temos várias opções de proteção, sempre dependendo da situação.

Mauro Novalo

 

resized_01_dengue

 

A crise de falta dágua instalada na região sudeste do Brasil, principalmente nas regiões urbanas, motivou muitos moradores a improvisarem reservatórios não tão bem protegidos e, com as frequentes chuvas apresentadas nos 2 ultimos meses, aumentou consideravelmente os números de locais que apresentam reservatórios propícios para a propagação das larvas e, consequentemente o risco maior de contrair dengue e chikungunya na cidade de São Paulo. Um levantamento do Ministério da Saúde divulgado recentemente mostra que 340 municípios brasileiros estão em situação de risco para epidemias destas doenças.

O Estado de São Paulo já registrou 67 mortes decorrentes de dengue em 2015. O número representa 74% do total de mortes pela doença no ano passado, quando foram confirmados 90 óbitos.

A capital paulista ocupa a terceira posição no ranking de cidades com maior número de casos confirmados no Estado, atrás de Sorocaba, que tem 5.681 casos confirmados, e Catanduva, com 3.124. Os números são da Secretaria de Estado da Saúde, que só contabiliza os casos confirmados através de exames. No caso de Catanduva, por exemplo, a própria prefeitura dá um número três vezes maiores de casos confirmados na cidade: 9466.

Segundo os dados divulgados pelo Ministério da Saúde, que também contabiliza os casos notificados por exame clínico, o Estado de São Paulo tem uma média de 1.870 casos notificados de dengue por dia. O que significa uma incidência de 281 casos para cada 100.000 habitantes. Pelas contas do ministério, faltam apenas 19 casos para cada 100.000 pessoas para que São Paulo enfrente uma epidemia generalizada, uma vez que a Organização Mundial da Saúde (OMS) considera epidemia quando há 300 casos para cada 100 mil habitantes.

Transmitida pelo mosquito Aedes aegypti, a dengue é uma doença viral que se espalha rapidamente no mundo. Para complicar um pouco, os transmissores da dengue tem hábitos diurnos, preferindo ambientes abertos. Assim é essencial considerar a proteção necessária nos centros urbanos, e obviamente nas pescarias ou atividades outdoors.

 

Conhecendo Aedes e dengue: vetor e doença

Para que a dengue ocorra, são necessários três componentes: o vírus que causa a doença (são quatro sorotipos), o mosquito, que transmite o vírus (vetor da doença) e uma pessoa susceptível (que nunca teve contato com o sorotipo de vírus que está sendo transmitido pelo vetor).

Do ponto de vista do mosquito, é preciso esclarecer que o Aedes aegypti nem sempre é o “vilão” porque nem todos estão infectados com o vírus da dengue. Para que a transmissão da doença aconteça, é preciso que o vetor esteja infectado e infectivo.

O mosquito fêmea (sim, apenas as fêmeas picam, já que elas fazem isso para amadurecer seus ovos) se torna infectado quando suga o sangue de alguém doente, no curto período em que esta pessoa tem várias partículas do vírus circulando em seu sangue. Neste momento o mosquito terá o vírus em seu “estômago”, mas ainda não é capaz de transmiti-lo. Entre 10 e 12 dias depois, as partículas do vírus dengue se disseminam pelo organismo do A. aegypti, se multiplicam e invadem suas glândulas salivares: neste momento, o mosquito fêmea se torna infectivo e, somente a partir daí, poderá transmitir o vírus a outra pessoa.

Ao mesmo tempo em que pica para sugar o sangue, o Aedes cospe saliva, que tem uma série de substâncias analgésicas e anticoagulantes, que o ajudam a não ser notado e a conseguir sugar o maior volume possível de sangue. Neste processo, as partículas de vírus são injetadas na corrente sanguínea da pessoa, junto com a saliva do mosquito. Na prática, um percentual muito pequeno está infectado com o vírus. Em primeiro lugar porque nem todas as fêmeas picam uma pessoa com o vírus dengue. Em segundo lugar, porque nem todos os mosquitos que picam alguém com o vírus dengue conseguem sobreviver até o momento em que se tornam infectivos e podem, então, começar a transmitir a doença.

Quanto maior a longevidade média de uma população de mosquitos, maior a chance de que ela possua indivíduos que consigam se tornar infectivos. Ao mesmo tempo, quanto menor o esforço que as fêmeas fazem para colocar seus ovos, maior a garantia de longevidade da população. O esforço das fêmeas do mosquito acontece em dois momentos principais: para procurar uma fonte de sangue (necessário para amadurecer os ovos) e para depositar seus ovos (onde precisam do ambiente aquático para eclodir e se desenvolver para os estágios de larva, pupa e, finalmente, mosquito).

Como não sabemos quais indivíduos estão infectados e infectivos, o jeito é se precaver contra todos.

 

Como podemos nos proteger?

Alguns especialistas dizem que os mosquitos escolhem suas vítimas pelo odor que elas emitem. O suor e o corpo quente também parece atraí-los. Mas algumas pessoas podem sofrer mais que outras ao receberem uma picada. Quando o mosquito nos pica, acontece uma reação alérgica no nosso organismo, resultando em uma ferida elevada e vermelha com coceira. Isso é normal. O problema é quando a pessoa tem alguma hipersensibilidade.

Tendo sensibilidade ou não, prevenir as picadas é sempre recomendado. Em locais com alta concentração de mosquitos, aumentar a barreira física é o ideal. Repelentes à base de DEET ou Icaridina – sendo este o mais indicado – ajudam, mas devem ser reaplicados, principalmente ao entrar em contato com a água.

Quem já foi picado também precisa ter alguns cuidados. O mais importante é não coçar, já que a atitude pode aumentar as chances de contaminação.

Repelentes de insetos funcionam bem para afastar estas temíveis vampiras. Para ser eficaz é preciso atenção na hora de aplicar, portanto sempre leia o que diz o rótulo do fabricante e claro, confira sempre a validade do produto.

 

02a_bone-mosquiteiro

 

Filtro solar e repelente

Protetor solar que contenha repelente tem sua eficiência comprovada quando utilizado em períodos curtos. Sua reaplicação é capaz de inibir os efeitos do filtro solar, pois o princípio ativo do repelente pode reduzir esta proteção em até 34% e ao mesmo tempo, o primeiro tem a capacidade de aumentar a absorção do repelente, o que não é recomendável para saúde. Se precisar utilizar estes 2 produtos em separado, aplicar primeiro o filtro solar e aguardar 20 minutos para aplicar o repelente.

Aplicar com generosidade somente nas partes expostas. Lembrar que passar no pulso não protege a mão toda (a ação de um repelente limita-se a 4 cm) e, como irritam as mucosas, aplicar na mão e depois no rosto, com atenção. Esta aplicação deve ser repetida conforme intervalo de tempo informado na embalagem do produto, ou então se constatar picadas ou após banho de água seja doce ou salgada. Suor em excesso pode retirar o produto.

Em crianças menores de 2 anos de idade, não é recomendado o uso de repelente sem orientação médica. Para crianças entre 2 e 12 anos, usar concentrações até 10% de DEET, no máximo 3 vezes ao dia e retirar o produto antes de dormir.

Repelentes que utilizam o DEET, icaridina e óleo de eucalipto-limão são eficazes na prevenção de picadas de mosquitos em crianças e adultos, se utilizados conforme orientação dos fabricantes.

 

Proteção contra os insetos

Locais com ar refrigerado afugentam os insetos. Ambientes fechados protegidos com telas nas janelas e portas, mosquiteiros nas camas, contribuem para diminuir o número das picadas. Roupas com mangas compridas e calça, preferencialmente nas cores claras, não usar cores chamativas. Pode-se aplicar o repelente nos mosquiteiros e nas roupas – aliás tem no mercado, vestuário com esta proteção – inclusive bonés ou chapéus com telas de proteção.

Evitar a prática das atividades e locais próximos a criadouros naturais de mosquitos, como beira de rio ou áreas alagadas. Observar que perfumes e lavanda podem atrair os insetos.

 

Se tiver jardim, mantenha a grama bem cortada e tenha plantas aromáticas, como alfazema e citronela, que afastam moscas e muriçocas. Lembre-se de deixar os vasos sem água acumulada, limpar as calhas, vedar as caixas de água e manter piscinas limpas e tratadas. Latas baldes e potes devem ser guardados com a boca para baixo. Pneus, em locais cobertos. Lonas, aquários e bacias devem ficar longe da chuva. Entulhos ou sobras de obras devem ser cobertos, plantas que acumulam água nas folhas devem ter apenas a terra regada.

Proteja-se!

 

Fontes: Estudo da Unidade de Alergia e Imunologia do Instituto da Criança do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (Cr-HCFMUSP), Intituto Oswaldo Cruz, Secretaria do Estado da Saúde de São Paulo e Ministério da Saúde.

 

 

 

NIPPAK PESCA
Texto:  Mauro Yoshiaki Novalo
Revisão: Aldo Shiguti
Publicidade
nippak@nippak.com.br
Tel.   (11) 3208-4863

 

 

Apoio:

BY Aventura     www.byaventura.net.br

JF Sun Oculos Polarizados  www.jfsun.com.br

Maré Iscas    www.mareiscas.com.br

Moro e Deconto   www.morodeconto.com.br

Mustad    www.mustad.com.br

Narciso Camping   www.narcisocamping.com.br

Pesqueiro 63   www.pesqueiro63.com.

VO2Max Roupas Esportivas   www.vo2max.ind.br

 

 

 


 

 

CURTAS

 

oculos-mustad

Óculos polarizados e anatômicos Mustad

 

Polarizados de alta qualidade com 100% de proteção UV, tecnologia de lentes com multicamadas, armação leve e resistente, materiais de altíssima qualidade e resistente à corrosão, 5 anos de garantia contra defeitos de fabricação. Linha Hank Parker e Pro Series.  Você mais protegido no seu esporte e lazer! Procure nas melhores lojas de esportes] e óticas do Brasil. Conheça a linha completa no site www.mustad.com.br ou facebook: Mustad Brasil

 

 

 

 


 

cal+ºa-2

Calça CBC EVEREST da BY

 

Conheça a calça bermuda masculina, em 100% poliamida, bolso faca e bolso lateral, proteção em cordura na parte traseira e frontal, cinto regulador, zíper na lateral da barra, com proteção UV 64 FPS que não sai na lavagem. Tamanhos: P, M, G, GG e EXG nas cores chumbo e preto. A venda nas melhores lojas de pesca. Informações: tel:(11)2781 9001    contato@byaventura.net.br     site: www.byaventura.net.br

 

 


 

 

 

Camarão articulado – Maré Iscas

 

articulad

 

 

Confira este camarão articulado da Maré com as seguintes características: não derrete ao sol, flexível e com imitação de ovas. Idealizado para capturas de peixes em água salgada, salobra (mangues) ou água doce como: robalo, corvina, pampo, xaréu, badejo, olho de cão, garoupa, guaivira, peixe-galo, dourado, pescada, linguado, pirauna, caranha, cioba, xerelete, tarpon, ubarana, tucunaré e outros. Em 22 cores diferentes e 3 tamanhos. Procure nas melhores lojas de pesca. Informações no sitewww.mareiscas.com.bre www.facebook.com/iscas.mare

 


 

 

 

logo-narciso-campingMassa para pesca – Narciso Camping

 

 

massa

 

 

É verão, alta temporada, peixes explodindo em ações e a dica é ter sempre a mão a isca certa para aumentar suas chances de sucesso na pescaria. Quer mais facilidade do que esta massa? É acrescentar água e está pronta para lhe propiciar a fisgada certeira. Sabores: erva-doce, goiaba, banana, milho verde, mel, bichinho da laranja, carnívora, amendoim, natural vermelha e natural amarela, em embalagem de 500g. Procure nas melhores lojas de pesca. Suas pescarias com sossego, tranquilidade e segurança! Informações e compras no tel: 0800 6434505  e  www.facebook.com/narcisocamping

 

 


 

 

isca-jolie

JOLIE – Moro Deconto

A isca artificial Jolie é uma mini popper, é um sucesso na pescaria de tilápias e também dos robalos. Características: comprimento 4cm; peso 4g; ação de popper com barbela e chocalho. Disponíveis nas melhores lojas de pesca! Informações no site www.morodeconto.com.br  email:contato@morodeconto.com.br ou fone (41)3244 5353

 

 

 

 

 

 


 

 

 

 

Fit Over JF Sun – Transforme seus Óculos de Grau em Óculos de Sol Polarizado em segundos

 

pesca-Deta-sem-logo

 

Os Óculos de Sol Fit Over JF SUN são uma ótima solução para pessoas que usam óculos de grau. Estes encaixam sobre qualquer armação (inclusive em lentes multifocais). Feitos em TR90, material praticamente indestrutível, extremamente leves. São ideais para usar no dia a dia, dirigir e para quem pesca, pois suas lentes são polarizadas, que reduzem o reflexo da luz, melhorando a percepção visual do pescador e tirando o espelho d’água que muito incomoda e atrapalha uma boa pescaria. Assim, aumentam o conforto, ajudam a descansar a visão e protegem os olhos. Gostou?

Compre na loja virtual www.jfsun.com.br. Aceita todos os cartões de crédito e parcelamento em até 6X sem juros. Lojas físicas: No Guarujá: Shopping La Plage – Loja 118 e em Ubatuba: Shopping Porto Itaguá – Loja 39 e Galeria Patio Guarani – Rua Guarani, 791 loja 4.

 

 

 

 

 

Redação

Redação

nippak@nippak.com.br
Redação

Últimos posts por Redação (exibir todos)

Related Post

GATEBOL: Copa Nojimoto de Gatebol contou com a par... Realizada em Lins, no dia 24 de abril, no campo da organizadora Abcel (Associação Beneficente, Cultural e Esportiva de Lins), a Copa Nojimoto de Gateb...
GÔ: 3ª Copa do Brasil acontece neste domingo em SP... A Associação Cultural Nihon Ki-in do Brasil promove a 3ª Copa do Brasil do Torneio de GO a ser realizada no dia 15 de abril, das 8h às 18h, na sede da...
NIPPAK PESCA: Aventuras e pesca no caiaque!!! Não pense que utilizar o caiaque na pesca é simples e fácil. É preciso conhecer alguns macetes e ter um pouco de experiência para navegar e pescar ao ...
JAPÃO/COMUNIDADE BRASILEIRA/ESPORTE: Andy Kobayash... Ele nasceu no Brasil, mas com apenas dois anos de idade emigrou com a família para o Japão. Anderson Kobayashi Chromeck, 21 anos, representa no Japão ...

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *