NIPPAK PESCA: Origem e Evolução Humana – Final

Poucos sabem quem somos, de onde viemos e para onde vamos. O Homem ainda está em processo evolutivo?

Por Marcelo Szpilman*

 

 

A Reconstrução do Crânio

 

01_evolucao-humana

 

02_tamanho-cranioO aumento do tamanho do cérebro foi o mais importante fator responsável pela reconstrução completa do crânio. Duas pressões seletivas adicionais também favoreceram esta reconstrução. Uma foi o deslocamento do suporte do crânio para frente, resultante da posição ereta. A outra foi a diminuição da pressão seletiva favorável a mandíbulas fortes e dentes grandes, desnecessários para alimentos mais macios (mudança na dieta), pré-cortados (ferramentas) ou preparados (fogo). Tudo isso possibilitou a redução das mandíbulas, dentes e a parte facial do crânio provocada pela redução dos músculos faciais e de todas as cristas e elevações ósseas às quais se prendiam esses músculos e a simultânea ampliação da parte cerebral.

 

 

O Papel do Comportamento

 

03_homo_20sapiens

 

O comportamento (e suas mudanças) é uma das mais fortes pressões seletivas no reino animal. A evolução dos hominídios para o homem foi extremamente rica em transformações: arborícola para terrestre, dieta vegetariana para aumento da dieta de carne, uso de ferramentas para confecção de ferramentas, e outras mais. Cada uma destas modificações iniciou novas pressões seletivas, facilitando e acelerando o processo de “hominização” ou, mais posteriormente, invertendo ou interrompendo as tendências anteriores. E um dos aspectos mais significativos do comportamento hominidio foi o aumento gradual do tempo dispendido para os cuidados com a prole.

Cuidado com a prole: a instituição dos cuidados com a prole, marcante em todos os mamíferos, permitiu um decréscimo da mortalidade ao acaso (acidental). A sobrevivência da prole passou a depender cada vez mais da qualidade do cuidado dado pelos pais. O aumento do tamanho do cérebro induzido pela prática de cuidado com a prole requereu um aumento do período de desenvolvimento do filhote e, consequentemente, um aumento do período durante o qual é necessário o cuidado materno. Esse desenvolvimento reforça o valor seletivo do cuidado com a prole e provoca pressão seletiva mais intensa em favor de um aumento do cérebro dos pais.

A maioria dos animais inferiores nasce com uma resposta pronta para a quase todas as situações que o ambiente lhes apresenta. Reagem instintivamente e têm pouca capacidade para aprender e acumular informações novas e úteis. Este sistema herdado de respostas prontas é chamado de “programa fechado”. Já os organismos superiores, como os mamíferos, têm um “programa aberto”. Significa ter uma capacidade muito maior de aprender e acumular informações novas que lhes permitam reagir adequadamente às situações ambientais. O gradiente de tamanho dessa “abertura” irá determinar o quão vulnerável será o filhote ao nascer quanto menos respostas instintivas mais vulnerável e mais dependente de cuidados.

 

04_mamiferos-risco-extincao-01

 

Nos mamíferos, esse gradiente começa pelos herbívoros, cujos filhotes são capazes de correr junto à manada e escapar de predadores horas após nascer, e dependem dos cuidados maternos somente até 6 meses a 1 ano de idade (até o desmame), passa pelos carnívoros, que necessitam aprender as estratégias de sobrevivência e de caça, e para isso dependem dos pais por cerca de 1 a 2 anos, continua pelos primatas, que precisam aprender a utilizar suas ferramentas e a conviver em uma estrutura social hierárquica mais complexa, e para isso costumam permanecer sob a guarda dos pais por cerca de 1 a 3 anos, e termina no homem, cujos filhotes dependem dos pais por pelo menos 10 anos.

O cuidado com a prole protege o jovem enquanto ele adquire as informações que necessitará para enfrentar as leis da seleção natural. O programa aberto permite uma resposta muito mais refinada a estímulos externos, melhorando, consequentemente, as possibilidades de sobrevivência do indivíduo. E o aumento da abertura desse programa passou a requerer um sistema nervoso central muito maior e, assim, exerceu uma pressão seletiva adicional em favor do aumento do tamanho do cérebro.

Outra característica do cuidado com a prole é que ela é uma manifestação típica de seleção de grupo a espécie é considerada como um agregado de populações em competição, cada qual com uma mistura distinta de tendências. Populações com combinações boas de genes prosperarão, enquanto aquelas com combinações “perdedoras” serão eliminadas. Assim, os hominidios primitivos não enfrentavam seu ambiente adverso somente como indivíduos, mas, principalmente, como grupos de famílias ou pequenos bandos disputando os recursos com outros bandos semelhantes. Mais uma vez, a sobrevivência do grupo dependia essencialmente da sobrevivência da prole que, por sua vez, dependia da qualidade e da intensidade de cuidados e de informações fornecidas pelos pais e pelo grupo como um todo.

 

 

O Futuro do Homem

Para saber qual será o futuro da espécie humana, devemos agora responder se as forças que possibilitaram nossa evolução continuam atuando e se o homem, como é atualmente, seria o ponto final de um desenvolvimento evolutivo. Por mais longa que tenha sido a linha de desenvolvimento que culminou na criação do homem, seu curso evolucionista chegou praticamente ao fim, ou pelo menos a uma restrição, e não é provável que a linhagem humana produza jamais outra coisa a não ser o homem.

Já tendo alcançado praticamente o limite do desenvolvimento orgânico, o homem se encontra no fim de sua evolução física, no que diz respeito aos seus aspectos mais importantes. Poderá ainda perder algum cabelo, seus dentes poderão degenerar um pouco mais e as unhas dos pés poderão desaparecer, mas não ocorrerão grandes transformações, pois há tempos temos nos poupado das forças da natureza que moldaram nossa evolução.

Graças à superioridade de intelecto, o homem continuará como homem pelo resto de sua existência. E essa existência não poderá ser abreviada por qualquer grupo de animais conhecidos, mas somente por ele mesmo. Ainda assim, enquanto não houver uma sintonia global sobre a urgente necessidade do desenvolvimento sustentável, com preservação, decência e dignidade para todos os seres que habitam este Planeta, o homem, um triunfo biológico da natureza, não poderá considerar-se vitorioso do ponto de vista social e ecológico.

 

MARCELO SZPILMAN

MARCELO SZPILMAN

*Marcelo Szpilman, biólogo marinho formado pela UFRJ, com Pós-graduação Executiva em Meio Ambiente (MBE) pela COPPE/UFRJ, é autor dos livros Guia Aqualung de Peixes (1991) e de sua versão ampliada em inglês Aqualung Guide to Fishes (1992), Seres Marinhos Perigosos (1998), Peixes Marinhos do Brasil (2000) e Tubarões no Brasil (2004). Indicado à personalidade 2015 na categoria Sociedade/Sustentabilidade do Prêmio Faz Diferença do Globo, atualmente, é diretor-presidente do Aquário Marinho do Rio de Janeiro, diretor-executivo do Instituto Ecológico Aqualung, diretor do Projeto Tubarões no Brasil, membro do Conselho da Cidade do Rio de Janeiro (área de Meio Ambiente e Sustentabilidade) e colunista do site Green Nation.
MARCELO SZPILMAN

Últimos posts por MARCELO SZPILMAN (exibir todos)

     

     

    Samba Julina Serra Pantaneira

     

    06_festa2

     

    Depois dos sucessos dos últimos sambas, vamos repetir a dose com a mesma banda e agora teremos também um DJ! Um evento de MAIS DE 12 HORAS DE DURAÇÃO, para consolidar a parceria, Serra Pantaneira e C… do Padre convidam a todos para o SAMBA JULINA, o novo sucesso do Largo da Batata em Pinheiros, Sampa.

     

    07_partidodosamba

     

    13:00h – Início da tradicional feijoada + comidas, doces e bebidas típicas caipiras

    15:00h – RODA DE SAMBA (Grupo Partido do Samba)

    20:30h – Playdeejay – A Balada do Seu Jeito / Fernando Teles; o melhor da música brasileira (samba-rock, forró rastapé, rational culture e muito mais). Sem horário para terminar e com entrada gratuita. Exclusividades do evento: quentão de Serra Pantaneira; caipirinha doublecolour (limão/maracujá); caipirinha de amora; diversas frutas das caipirinhas tradicionais. ** Preços especiais no dia para doses de Serra Pantaneira e para todas as caipirinhas. O local estará tematizado a lá caipira.

    Dia: 09/07/2016 – Sábado, a partir das 13h00 no Bar das Batidas – O C… do Padre – na Rua Padre de Carvalho, 799 – Pinheiros/São Paulo/SP – Informações (11)3539 4227 ou www.facebook.com/serrapantaneira  Beba com moderação e, se for dirigir não beba!

     

    08_logos

     

     


     

     

    CURTAS

     

     

    resized_FISHINGCO_testeFISHING CO.

    Destaque e sucesso na recente Pesca Trade Show, nossa proposta é oferecer produtos de qualidade, com muito conforto, flexibilidade e proteção solar. As camisetas são produzidas com malha 91% poliamida e 9% elastano, com tecnologia Dry Fit, antibacteriano e protetor solar UFP 50+ (homologado). As bermudas e calças são produzidas com tecido Elastic 90% poliéster e 10% elastano, todas com regulador de de ajuste na cintura, para oferecer o máximo de conforto. Procure nas melhores lojas de aventuras. Informações no email:fishing.co@hotmail.com  e fone (11) 2692 5944

     

     


     

     

    resized_logoPORTA VARA TELESCÓPICA RETANGULAR – EBF PESCA

    121.01---Porta-Vara-Ret

    logoebfUtilizado para proteger as varas de pescar telescópica durante o transporte. Confeccionado em Nylon 600, disponíveis nos tamanhos 80 cm e 100 cm. Preço sob consulta. EBF PESCA – Especialista em Acessórios de Pesca www.ebfpesca.com.br

     

     


     

     

    amburana

    Cachaça Serra Pantaneira Amburana

    SERRA-PANTANEIRASerra Pantaneira é uma cachaça selecionada feita em quantidades anuais limitadas e sem fermentação química a fim de manter as tradições históricas da região. Para não alterar o sabor da cachaça, a destilação é processada em alambiques de cobre e não se faz uso da técnica de queimada para colheita de cana. Todo corte é feito de maneira manual. Após o processo de alambicagem, ocorre a separação para qual espécie de madeira a cachaça irá descansar neste caso a amburana. É um verdadeiro exemplo da brasilidade na cachaça. Não deixando o lado saboroso e suave de uma boa Serra Pantaneira. Informações: Murilo Giovaneli (11)98246 0246 e Mateus Stecca (11)98154 5086 site www.serrapantaneira.com.br email: contato@serra pantaneira.com.br ou Instagram serra_pantaneira

     


     

     

    O.C.A –  Objetos Concreto Artesanais + Oficina Criativa

    OCA

    logoocaArquitetura são criações feitas por uma arquiteta-mãe-pedreira.Todos os produtos são elaborados manualmente e recebem todo carinho para florear, iluminar ou decorar seu cantinho. Uma casa bonita é capaz de transformar o indivíduo, de trazer harmonia, personalidade e coragem. A  O.C.A está aqui pra te ajudar nessa missão! Informações www.ocaprodutos.com e email: contato@ocaprodutos.com  fone:(21)98023 7832 Instagram: oca_produtos

     

     


     

     

    amisas Gafanhotos Team

    A0009_azul

    PARA JORNAL LOGOS COM LETRASQualidade, conforto, segurança, proteção, leveza e liberdade nos movimentos. Peças 100% sublimadas, 100% poliéster, confeccionadas com tecido de tecnologia TrueLife Dry (que simula a transpiração e transporta o suor para as camadas mais externas do tecido), TrueLife Bio (que simula o sistema imunológico a fim de prevenir o surgimento de bactérias que se proliferam na umidade e no calor) e TrueLife UV (que simula a ação da melanina, a fim de proteger a pele contra os raios UV. Tamanhos P, M, G, GG, XG, XGG, EGG, GG1, GG2 e GG3. Personalize e vista sua equipe de aventuras. Veja os produtos, modelos e cores no site www.gafanhotosteam.com.br contato no email contato@gafanhotosteam.com.br fone (47) 3395 0295 ou WhatsApp (47) 9166 8529

     

     


     

     

    robalo1Camarão articulado – Maré Iscas

    O camarão articulado da Maré tem as seguintes características: não derrete ao sol, flexível e com imitação de ovas. Idealizado para capturas de peixes em água salgada, salobra (mangues) ou água doce como: robalo, corvina, pampo, xaréu, badejo, olho de cão, garoupa, guaivira, peixe-galo, dourado, pescada, linguado, pirauna, caranha, cioba, xerelete, tarpon, ubarana, tucunaré e outros. Em 22 cores diferentes e 3 tamanhos. Procure nas melhores lojas de pesca. Informações no site www.mareiscas.com.br e www.facebook.com/iscas.mare

     

     


     

     

    massa-goiaba

    É verão, alta temporada, peixes explodindo em ações e a dica é ter sempre a mão a isca certa para aumentar suas chances de sucesso na pescaria. Quer mais facilidade do que esta massa? É acrescentar água e está pronta para lhe propiciar a fisgada certeira. Sabores: erva-doce, goiaba, banana, milho verde, mel, bichinho da laranja, carnívora, amendoim, natural vermelha e natural amarela, em embalagem de 500g. Procure nas melhores lojas de pesca. Suas pescarias com sossego, tranquilidade e segurança! Informações e compras no tel: 0800 6434505  e www.facebook.com/narcisocamping

     

     


     

     

    NIPPAK PESCA

    NIPPAK PESCA

    Texto:Mauro Yoshiaki Novalo
    Revisão: Aldo Shiguti
    Publicidade
    nippak@nippak.com.br
    Tel. (11) 3208-4863
    NIPPAK PESCA

    Últimos posts por NIPPAK PESCA (exibir todos)

      Related Post

      MUNDIAL DE CLUBES: Tradicional grito ‘Vai Co...   Milhares de torcedores do Timão usam a expressão para marcar presença no oriente   Do R7 O Japão não será o mesmo depois da passag...
      59º PRÊMIO PAULISTA DE ESPORTES/ESPECIAL: Prêmio P... Longe dos holofotes. Essa é a dura rotina de quem pratica esporte amador no Brasil. E quando o assunto se refere a atletas nikkeis que escolheram uma ...
      TÊNIS DE MESA: Clube Ipê e Liga Nipo-Brasileira ba... Com cerca de 650 atletas inscritos, a Liga Nipo-Brasileira de Tênis de Mesa consolidou-se neste final de semana (19 e 20) como o maior evento promoved...
      TÊNIS DE MESA: Circuito Fedeesp Butterfly: um gran... No último dia 14 de junho, foi realizada no Clube Ipê, a 3ª etapa do Circuito Educacional Fedeesp de Tênis de Mesa, com apoio da Butterfly. A cada eta...

      Faça seu comentário

      O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *