NIPPAK PESCA: Pescada Branca – Cynoscion leiarchus

*Por: Marcelo Szpilman e Ilustração: Antônio Woyames

 

 

Coloração: Dorso cinza-azulado com reflexos esverdeados e flancos e ventre prateados. Freqüentemente, o dorso apresenta minúsculas pintas irregulares. Anal, peitorais e pélvicas claras. Caudal e segunda dorsal com as margens enegrecidas.

Características: Corpo alongado, moderadamente baixo e comprimido lateralmente. Boca grande e oblíqua, com um par de dentes caniniformes na ponta da maxila superior. Peitoral do mesmo tamanho que a pélvica. Caudal truncada, quase emarginada. Escamas pequenas e ciclóides. Porção mole da dorsal sem escamas, exceto na base. Possuem mais de 100 séries transversais de escamas acima da linha lateral, até a base da caudal. Podem chegar a 6,3 kg, mas a média de captura são espécies de 0,8 kg e 45 cm de comprimento.

Ocorrência: Nas águas tropicais e subtropicais da costa atlântica das Américas Central e do Sul. No Brasil, ocorrem do Norte – onde são muito abundantes – ao Sudeste e parte do Sul.

Habitat: Nectônicas demersais costeiras de águas rasas, habitam os fundos de areia e/ou lama. São mais comuns nos ambientes estuarinos, mas podem ser encontradas desde as águas litorâneas até 50 metros de profundidade.

Hábitos: São encontradas em pequenos a grandes cardumes nadando próximo ao fundo. Alimentam-se principalmente de peixes e crustáceos.

Captura: Sua carne é considerada boa e possui bom valor comercial. Freqüente nos mercados (especialmente em Belém/PA), é comercializada fresca ou salgada. São capturadas com vara de pesca, linha de mão, arrastão de fundo e principalmente rede de arrasto.

Outros nomes vulgares: corumbeba, curumbeba, curumbeva, perna-de-moça, pescada-de-rede, pescada-do-reino, pescada-perna-de-moça (ES) e pescadinha.

 

MARCELO SZPILMAN

MARCELO SZPILMAN

*Marcelo Szpilman, biólogo marinho formado pela UFRJ, com Pós-graduação Executiva em Meio Ambiente (MBE) pela COPPE/UFRJ, é autor dos livros Guia Aqualung de Peixes (1991) e de sua versão ampliada em inglês Aqualung Guide to Fishes (1992), Seres Marinhos Perigosos (1998), Peixes Marinhos do Brasil (2000) e Tubarões no Brasil (2004). Indicado à personalidade 2015 na categoria Sociedade/Sustentabilidade do Prêmio Faz Diferença do Globo, atualmente, é diretor-presidente do Aquário Marinho do Rio de Janeiro, diretor-executivo do Instituto Ecológico Aqualung, diretor do Projeto Tubarões no Brasil, membro do Conselho da Cidade do Rio de Janeiro (área de Meio Ambiente e Sustentabilidade) e colunista do site Green Nation.
MARCELO SZPILMAN

Últimos posts por MARCELO SZPILMAN (exibir todos)

     

     


     

     

    A informalidade no mercado da cachaça

    O consumidor precisa estar atento para sempre escolher um produto aprovado pelos órgãos fiscalizadores competentes

    Por Mauro Yoshiaki Novalo

     

     

    Esta questão é preocupante pois segundos dados do IBRAC – Instituto Brasileiro da Cachaça, dentro de um número aproximado de 15.000 alambiques instalados no Brasil, estima-se que menos de 2.000 sejam legalizados ou seja com menos arrecadação de impostos, o governo não tem em contrapartida como investir mais na fiscalização e, consequentemente o consumidor é o maior prejudicado, com mais produtos no mercado sem o devido controle de qualidade e propensos a serem prejudiciais à saúde.

    Leia mais sobre o assunto no link http://paladar.estadao.com.br/blogs/ocachacier/cachaca-boa-e-cachaca-legal-entenda-a-importancia-de-consumir-cachacas-registradas/

    A legislação brasileira com o Decreto 6871/2009, art. 53, define a cachaça como: “… a denominação típica e exclusiva da aguardente de cana produzida no Brasil, com graduação alcoólica de 38 a 48 por cento em volume, a vinte graus Celsius (°C), obtida pela destilação do mosto fermentado do caldo de cana-de-açúcar …”

    De acordo com a lei, podemos adicionar açúcares até 6g L por litro, expressos em sacarose. Caso não se enquadre nessa definição a bebida não pode ser comercializada como cachaça e receberá a denominação de aguardente de cana.

    Para colocar um alambique em operação é preciso estar enquadrado nas leis brasileiras e atender condições de higiene, requisitos, normas e regulamentos de diversos órgãos e departamentos sejam da Prefeitura, do Estado e Governo Federal. São diversas etapas a cumprir até colocar o produto nas prateleiras o que dificulta e onera demais o pequeno produtor.

    Alguns números sobre a Cachaça no Brasil segundo www.expocachaca.com.br

    40.000 produtores no Brasil

    98% de pequenos e micro-empresários

    600 mil empregos diretos e indiretos

    11,5 litros de consumo de cachaça por ano por habitante

    7 bilhões de reais de movimento anual

    4.000 marcas de cachaça disputam mercado no Brasil

    Exporta cerca de 1% de sua produção anual

    70% da produção brasileira é de cachaça de coluna ou industrial e 30% de cachaça de alambique

    Mercado informal: ainda elevado em algumas regiões o que elevaria a nossa produção para algo em torno de 2 bilhões de litros/ano

     

     

    Cachaça Coluninha

     

     

    Produzida na Fazenda Tabocal Guará na cidade de Coluna no Vale do Rio Doce próximo a cidade de Diamantina e Governador Valadares no Estado de Minas Gerais, é auto suficiente na produção de cana de açúcar com aproximadamente 35 hectares plantados.

     

     

    Participou de vários festivais tais como Expo Cachaça, Campeão dos Campeões (pela ABM – Associação Mineira de Barman) e o 1º lugar como Cachaça Gourmet – Festival Belo Horizonte 2011/2012/2014.

    Todo o processo de produção é artesanal, desde o plantio e colheita da cana, instalações são vistoriadas periodicamente e no fim de todos os procedimentos se consegue uma excelente bebida com garantia certificada para o público consumidor.

     

     

    Demonstrando que é um produto sério e diferenciado tem selo de qualidade da AMPAQ (Associação Mineira de Produtores de Cachaça de Qualidade), Selo de Certificação Orgânica – IMA e é filiada ao Sindicato das Industrias de Cervejas e Bebidas em Geral do Estado de Minas Gerais. Confira mais no site www.coluninha.com.br

    Aprecie com moderação e se for dirigir não beba!

    Ótimas pescarias e degustações!!!

     

     

     

    Apoio:

    Cachaça Coluninha   www.coluninha.com.br

    Caiaques Lontras    www.caiaquelontras.com.br

    Fishing Co   www.fishingco.com.br

    Maré Iscas    www.mareiscas.com.br

    Moro e Deconto   www.morodeconto.com.br

    Mustad    www.mustad.com.br

    SPOT cOm SAT   www.spotcomsat.com.br

    Top Fishing Tur www.topfishingtur.br

    União Pesca   www.uniaopesca.com.br

     

     


     

     

    CURTAS

     

     

     

     

    Cachaça Coluninha – A verdadeira Cachaça Mineira

     

     

    A Fazenda Tabocal, no município de Coluna-MG, é auto-suficiente na produção de cana-de-açúcar. A garapa obtida é depositada em dornas de inox, protegidas por telas contendo fermento natural (extraido da própria cana de açúcar misturada com fubá ou canjiquinha de milho) totalmente isento de aditivos químicos. Após alambicagem/destilagem a cachaça Coluninha é depositada em tonéis de carvalho, amburana, castanheira do pará, jequitibá e jatobá e totalmente fechados, por um período mínimo de 3 anos. Tem participação em vários festivais tais como ExpoCachaça, Campeão dos Campeões (pela ABM – Associação Mineira de Barman), e Cachaça Gourmet, onde foi premiada em 1°Lugar em 2011,2012 e 2014. É exportada para países da Europa, Usa e Mercosul. Informações no site: www.coluninha.com.br fone: (31) 3422 0309  e-mail: coluninha@coluninha.com.br

     


     

     

    Camarão articulado – Maré Iscas

     

    articulado3

     

    O camarão articulado da Maré tem as seguintes características: não derrete ao sol, flexível e com imitação de ovas. Idealizado para capturas de peixes em água salgada, salobra (mangues) ou água doce como: robalo, corvina, pampo, xaréu, badejo, olho de cão, garoupa, guaivira, peixe-galo, dourado, pescada, linguado, pirauna, caranha, cioba, xerelete, tarpon, ubarana, tucunaré e outros. Em 22 cores diferentes e 3 tamanhos. Procure nas melhores lojas de pesca. Informações no site www.mareiscas.com.br e www.facebook.com/iscas.mare

     

     


     

     

    Livro – JAPONESES IMIGRANTES…  E ELES FICARAM RICOS NO BRASIL?

     

    jose-carlos 

     

    Apresentação do livro pelo saudoso psiquiatra e educador Dr. Içami Tiba: “… como psiquiatra e educador, agradeço ao Ferreira por ser um “gaijin” que fala sobre “nihonjin”. Principalmente porque pela tradição japonesa, não se fala bem de si mesmo…” O leitor vai encontrar relatos da história da imigração japonesa, ilustrados por casos de amizade, de amor, de incompreensão, de perseverança, de determinação, de sofrimento, mas finalmente, de sucesso. Poderá ler também as trapalhadas da contra espionagem do serviço secreto americano, cujos elementos terminavam frustrados diante das tolices que inventavam. Nippak Pesca assinala que conhecer o seu passado é primordial para consolidar no presente as diretrizes do futuro!  José Carlos Ferreira, advogado aposentado, escreveu este romance para revelar fatos omitidos na História oficial. Contate o autor no email: jcferr@terra.com.br À venda pela internet nas Livrarias Asabeça, Cultura e Martins Fontes. Informações no link www.scortecci.com.br/lermais_materias.php?cd_materias=4955&friurl=_-JAPONESES-IMIGRANTESE-ELES-FICARAM-RICOS-NO-BRASIL–Jose-Carlos-Ferreira-

     

     


     

     

    Massa para pesca – União Pesca

     

    goiaba-uniao

     

    É verão, alta temporada, peixes explodindo em ações e a dica é ter sempre a mão a isca certa para aumentar suas chances de sucesso na pescaria. Quer mais facilidade do que esta massa? É acrescentar água e está pronta para lhe propiciar a fisgada certeira. Sabores: erva-doce, goiaba, banana, milho verde, mel, bichinho da laranja, carnívora, amendoim, natural vermelha e natural amarela, em embalagem de 500g. Procure nas melhores lojas de pesca. Suas pescarias com sossego, tranquilidade e segurança! Informações e compras no tel: 0800 6434505  e www.facebook.com/narcisocamping

     

     


     

     

    SPOT Gen3 – Rastreador pessoal via satélite

     

    rastreador2

     

     

    Rastreador pessoal via satélite resistente a água, umidade, maresia, temperaturas adversas e com bateria de longa duração. Quando suas aventuras exigem segurança o SPOT Gen3 permite que sua família e amigos saibam que você está bem e envia mensagens de emergência com sua localização GPS, isto tudo apertando um único botão. Informações e compra no site www.spotcomsat.com.br (11)98343 1521 ou email: empreendedorismonautico@gmail.com  Nippak Pesca recomenda o site que tem a nossa confiança e, é qualificado para oferecer com responsabilidade equipamentos de tamanha importância.

     

     


     

     

    FISHING CO.

     

    fishingco_teste

     

    Destaque e sucesso na recente Pesca Trade Show, nossa proposta é oferecer produtos de qualidade, com muito conforto, flexibilidade e proteção solar. As camisetas são produzidas com malha 91% poliamida e 9% elastano, com tecnologia Dry Fit, antibacteriano e protetor solar UFP 50+ (homologado). As bermudas e calças são produzidas com tecido Elastic 90% poliéster e 10% elastano, todas com regulador de de ajuste na cintura, para oferecer o máximo de conforto. Procure nas melhores lojas de aventuras. Informações no email:fishing.co@hotmail.com  e fone (11) 2692 5944

     

     

     

     

     

    NIPPAK PESCA

    NIPPAK PESCA

    Texto:Mauro Yoshiaki Novalo
    Revisão: Aldo Shiguti
    Publicidade
    nippak@nippak.com.br
    Tel. (11) 3208-4863
    NIPPAK PESCA

    Últimos posts por NIPPAK PESCA (exibir todos)

       

      Related Post

      TÊNIS DE MESA: Leonardo Iizuka, 9, é dez vezes cam... No último dia 20, foi realizada a 11ª etapa da Liga Nipo-Brasileira de Tênis de Mesa, no Cooper Clube. O destaque, novamente, ficou por conta de Leona...
      TÊNIS DE MESA/BALANÇO 2014: Oito excelentes motivo... O tênis de mesa tem muito a comemorar neste ano de 2014, com conquistas inesquecíveis que entraram para a história da modalidade. Acompanhe um reumo d...
      GOLFE: 42º Campeonato Nikkey espera receber cerca ...   A Associação Nikkey de Golf do Brasil (ANGB) recebe até o dia 21 de outubro as inscrições dos golfistas interessa­dos em participar do 42º C...
      SOFTBOL: MARÍLIA CAMPEÃ da X Taça Brasil de Softbo...   Realizado nos dias 18 e 19 de maio, no campo do Coopercotia em São Paulo, a 10ª edição da Taça Brasil de Softbol Interclubes Junior, com a p...

      Faça seu comentário

      O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *