PARANÁ: Câmara Japonesa de Comércio do Paraná é oficializada como membro do Pacto Global da ONU

 

Em agosto, a Câmara do Comércio e Indústria Brasil Japão do Paraná recebeu da sede da Organização das Nações Unidas, em Nova Iorque, a carta e o material institucional que oficializa o ingresso da entidade no denominado “Pacto Global”.

O Pacto Global advoga dez Princípios universais, derivados da Declaração Universal de Direitos Humanos, da Declaração da Organização Internacional do Trabalho sobre Princípios e Direitos Fundamentais no Trabalho, da Declaração do Rio sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento e da Convenção das Nações Unidas Contra a Corrupção.

 

Fujio Takamura (diretor da CCIBJ do Paraná) e Yoshiaki Oshiro (presidente da CCIBJ do Paraná) com a carta e o material enviado pela ONU em detrimento a aprovação da entidade junto ao Pacto Global (foto: divulgação)

 

Segundo Heberthy Daijó, diretor da Câmara, o fato da entidade ter sido aceita no referido pacto ratifica a importância dos trabalhos realizados nos últimos anos pela atual gestão. “Sabemos que a ONU zela pelo cumprimento de seus objetivos e obrigações chancelando para o desenvolvimento de determinados programadas parceiros e mantenedores que compartilham seus princípios e ideais. Fazer parte de um time composto por empresas e instituições como Petrobras, Vale, Odebrecht, Embraer, FGV, PWC, é uma honra e o reconhecimento de que estamos no caminho certo, afinal, somos a primeira entidade nipo-brasileira do país a fazer parte do Pacto Global” disse.

Sobre o pacto – O Pacto Global é uma iniciativa desenvolvida pelo ex secretário-geral da ONU, Kofi Annan, com o objetivo de mobilizar a comunidade empresarial internacional para a adoção, em suas práticas de negócios, de valores fundamentais e internacionalmente aceitos nas áreas de direitos humanos, relações de trabalho, meio ambiente e combate à corrupção refletidos em 10 princípios.

Essa iniciativa conta com a participação de agências das Nações Unidas, empresas, sindicatos, organizações não-governamentais e demais parceiros necessários para a construção de um mercado global mais inclusivo e igualitário. Hoje já são mais de 5.200 organizações signatárias articuladas por 150 redes ao redor do mundo.

As empresas participantes do Pacto Global são diversificadas e representam diferentes setores da economia, regiões geográficas e buscam gerenciar seu crescimento de uma maneira responsável, que contemple os interesses e preocupações de suas partes interessadas – incluindo funcionários, investidores, consumidores, organizações militantes, associações empresariais e comunidade.

Fonte: site da Câmara do Comércio e Indústria Brasil Japão do Paraná: (http://japancham.blogspot.com.br/2012/08/jantar-reune-principais-empresas.html)

 

 

 

Redação

Redação

nippak@nippak.com.br
Redação

Últimos posts por Redação (exibir todos)

Related Post

COMUNIDADE: Cafelândia celebra 100 anos da Colônia... A Associação Cultural Agrícola e Esportiva Hirano comemora neste domingo (2) o Centenário da Colônia Hirano em sua sede, em Cafelândia, no interior pa...
MOGI DAS CRUZES: Juliano recebe secretário da Pess... Políticas públicas voltadas à acessibilidade são tema do encontro entre Cid Torquato e prefeito em exercício que também abordou ações para adequar ent...
AMAPÁ: Governador do Amapá se reúne com empresário... O governador do Amapá (AP), Waldez Goés (PDT), faz, nesta sexta-feira (18), às 11 horas, no hotel Maksoud Plaza, em São Paulo, uma apresentação para c...
RIO DE JANEIRO: 15ª Festa do Japão divulga cultura... Desde ano passado inserida no calendário oficial da cidade, a 15ª Festa do Japão RJ foi realizada este ano nos dias 27 e 28 de agosto, no Parque do Fl...

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *