PATROCÍNIO: Fundação Kunito Miyasaka patrocina exposição e livro sobre Arte Koguei no Brasil

O Bunkyo (Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e de Assistência Social) abre suas portas para a exposição e lançamento do livro “Raízes da Arte Koguei no Brasil”. A mostra acontece de 15 a 20 de maio, sendo a abertura da exposição no dia 15 e o lançamento do livro no dia 18. A curadoria é da artista plástica Hisako Kawakami, uma das pioneiras no segmento. A mostra traz trinta artistas plásticas de renome e o livro tem como objetivo reunir obras dos precursores que participaram dos movimentos artísticos nos meados da década de 1960.

artista plástica Hisako Kawakami (foto: Luci Judice Yizima)

 

A artista plástica Hisako Kawakami, especialista em ‘Kusaki zomê’ ou tingimento natural em tecidos, recorda dos tempos do pós-guerra quando a arte Koguei chegou ao Brasil. “Essa exposição é um estimulo para nós artistas divulgar a Arte Koguei, pois difere da arte popular. Ela envolve a criação de objetos básicos da natureza como ar, fogo, terra e água”, diz. E completa, “Com o passar do tempo, algumas modalidades de arte koguei foram desaparecendo com a morte dos mestres artistas, mas também, outras foram tomando corpo e se tornou extremamente atuante, como ocorreu com a cerâmica de alta temperatura. O livro mostra um pouco da contribuição de cada artista para perpetuar a arte Koguei”.

De acordo com a artista Ivone Shirahata, a arte Koguei abrange diversas modalidades englobando inúmeros aspectos de criação artística, que não precisa ser exclusivamente artesanal. “Esse universo abrange diversas especialidades, tais como cerâmica, madeira, tecelagem, artefatos de metal, laca japonesa, vidros, entre outros. São obras que envolvem a criação de objetos a partir de elementos básicos da natureza (água, ar, terra e fogo)”, comenta. “O livro mostra um pouco da contribuição de cada artista para perpetuar a arte Koguei”, diz.

 

História – Em 1997, véspera da comemoração do 90º aniversário da imigração japonesa, foi promovida uma exposição em comemoração à visita ao Brasil do casal imperial do Japão. O momento marcou uma mudança: o termo de origem japonesa “koguei” foi substituído por “arte craft” buscando mais compreensão do público ocidental para a natureza dessa produção artística. A Associação dos Artistas da Arte Koguei desapareceu e o termo em japonês parece cada vez mais distante. “Assim, para marcar essa passagem histórica, programamos esta exposição e queremos publicar um catálogo registrando a história e os trabalhos dos pioneiros”, destaca Kawakami.

(Luci Júdice Yizima)

 

Serviço:

Exposição Raízes da Arte Koguei no Brasil

Abertura dia 15 de maio de 2012, segunda-feira, às 14h

Visitação de 16 a 20 de maio de 2012, das 10h às 17h

Lançamento do livro Raízes da Arte Koguei no Brasil

Dia 18 de maio de 2012, sexta -feira, às 19h30

Local: Hall do Grande Auditório do Bunkyo

Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e de Assistência Social

Rua São Joaquim, 381 – Liberdade – São Paulo – SP

(próx. Estação São Joaquim do Metrô)

Redação

Redação

nippak@nippak.com.br
Redação

Últimos posts por Redação (exibir todos)

Related Post

REGISTRO: Tooro Nagashi de Registro chega a sua 62... Realizado pela Associação Cultural Nipo-Brasileira de Registro (Bunkyo) e Nichiren-Shu do Brasil, com apoio da Associação Cultural e Esportiva de Regi...
ESPECIAL: NIKKEY PALACE HOTEL COMEMORA DIA DAS MÃE... O Nikkey Palace Hotel preparou um Almoço Especial para o Dia das Mães. Pelo segundo ano, o hotel, localizado no coração da Liberdade, traz para o bair...
SANTO ANDRÉ: Santo André promove 10º ‘Festival Tan...   A Sociedade Cultural ABC de Santo André (Bunka Santo André) realiza neste fim de semana (19 e 20), em sua sede, no bairro da Vila Assunção,e...
SOCIAL: Joe Hirata foi uma das atrações do 14º Ja... JOE HIRATA – O astro  nikkei da música sertaneja, Joe Hirata foi uma das atrações do 14º Japan Fest, realizado de 8 a 10 de abril, na sede campestre d...

One Comment

  1. Rosy Luciane de Souza Costa says:

    Gostaria de obter informações sobre lançamentos de livros. Esta fundação patrocina somente livros voltados á cultura japonesa, ou outro tipo de literatura? Esta Fundação tem retorno financeiro e não patrocina obras sem fins lucrativos?

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *