POLÍTICA: Massami Miki faz balanço positivo de 11 dias de mandato

Foi bom enquanto durou. O vereador Massami Miki (PSL-AM), que cumpriu mandato de 11 dias como deputado federal, já retomou sua rotina na Câmara Municipal de Manaus, onde exerce atualmente seu quinto mandato. “Foram 11 dias em que estive bem ocupado”, disse Miki, que, no dia 30, portanto um dia antes de deixar o cargo na Câmara dos Deputados, esteve em São Paulo para conhecer o funcionamento do Memorial da América Latina e aproveitou sua estadia na capital paulista para uma visita de cortesia ao Jornal Nippak.

 

Para Massami Miki, "nós, nikkeis, temos que participar da vida pública do país" (Foto: Aldo Shiguti)

Para Massami Miki, “nós, nikkeis, temos que participar da vida pública do país” (Foto: Aldo Shiguti)

 

Apesar de assumir em um período de recesso parlamentar, Miki afirmou que usou boa parte do tempo em Brasília para “formatar” a ideia de construir um museu na Zona Franca de Manaus e captar apoios. “No segundo dia após minha posse fui ao Ministério da Cultura, onde me reuni com o secretário André Carvalho. Tive oportunidade de apresentar o projeto e conversamos como poderíamos trabalhar nesse sentido”, disse ele, lembrando que em 2017 a ZFM estará completando 50 anos de existência e “não temos nada que resgate essa história”.

“O secretário se comprometeu a visitar Manaus para darmos prosseguimento a essa questão”, afirmou Miki, acrescetando que o projeto também foi bem recebido pelo superitendente da Suframa. “Creio que não teremos problemas para sensibilizar o presidente da Câmara Municipal de Manaus nem o prefeito Athur Virgilio Neto”, destacou Miki, que também colheu subsídios com a diretoria do Memorial da América Latina.

 

Carta para Dilma – Segundo ele, apesar de dedicar praticamente toda sua agenda para formatar o museu da Zona Franca de Manaus, Massami Miki explicou que aproveitou para conhecer o funcionamento do Congresso. “Apesar do recesso, existem muitas Comissões Permanentes que não fecham. Protocolei diversas cartas para vários ministros e para a presidente Dilma Rousseff”, explicou Miki, que assumiu a vaga no lugar de outro deputado-tampão – Humberto Michelis (PR-AM), que por sua vez havia assumido o cargo de deputado federal no lugar do titular Henrique Oliveira (SDD-AM), que foi eleito vice-governador do Amazonas.

No documento encaminhado à presidente Dilma Rousseff (PT) – e que o Jornal Nippak teve acesso – , Miki solicita “melhor atenção no sentido de priorizar o Estado do Amazonas com as políticas determinadas e praticadas no País” e cobra para que a região seja incluída nos planos nacionais do governo”.

“Nosso Estado não vem recebendo as atenções necessárias ao bem estar da nossa população, razão deste apelo pois, entendo que nas últimas décadas, o número de pessoas desassistidas vem aumento em número considerável”. E prossegue: “Sou um cidadão que tenho acompanhado e testemunhado o baixo desenvolvimento social de nossos cidadãos e, se comparados aos de outros estados da Federação, estamos entre os últimos em crescimento do IDH”.

 

"Tem muita gente que passa pela Câmara e não chama atenção" (Foto: Aldo Shiguti)

“Tem muita gente que passa pela Câmara e não chama atenção” (Foto: Aldo Shiguti)

 

Chamando a atenção – Durante seu curto mandato, Massami Miki disse que teve audiência também com o embaixador do Japão no Brasil, Kunio Umeda. “Em março devo embarcar para uma viagem a China e ao Japão”, revelou Miki, afirmando que em nenhum momento ficou constrangido por ficar conhecido como o deputado federal com mandato mais curto da história.

“Tem muita gente que passa por lá e não chama a atenção. Eu pelo menos chamei a atenção da mídia para esse aspecto.Acho que é muito importante para nós nikkeis participarmos da vida pública da nação, qualquer que seja a circunstância”, disse Miki, que reafirmou o compromisso assumido no “início” de seu mandato de que doaria seu salário, proporcional aos dias trabalhados – cerca de 10.800,00 bruto – a três instituições filantrópicas de Manaus.

Conforme matéria publicada no Jornal Nippak, duas já estavam definidas: o Lar Batista de Manaus Janell Doyle – que abriga crianças em situação de risco – e o Gaac (Grupo de Apoio à Criança com Câncer), do qual ele é um dos membros fundadores.

 

Co-irmãs – “A terceira instituição desenvolve um trabalho social voltado para a terceira idade no Morro da Liberdade”, revelou Miki, lembrando que manteve os funcionários do seu antecessor e utilizou a verba de ajuda para fins específicos, como as passagens aéreas de Manaus a Brasília.

“Apenas cumpri um preceito constitucional”, afirmou ele, que, de volta à Câmara Municipal de Manaus, pretende dar continuidade às suas atividades com foco na educação – “no ranking nacional, Manaus está sempre em primeiro, de trás para frente”. “Excepcionalmente neste ano, em que comemoramos os 120 Anos do Tratado de Amizade, Comércio e Navegação Brasil-Japão, vou concentrar esforços para selar oficialmente o acordo de irmandade entre as cidades e Hamamatsu e Manaus. O projeto já está protocolado, falta só a sanção dos prefeitos de Manaus e Hamamatsu”, informou Miki, afirmando que pretende aproveitar a viagem que fará ao Japão para fechar o acordo.

(Aldo Shiguti)

 

 

 

Redação

Redação

nippak@nippak.com.br
Redação

Últimos posts por Redação (exibir todos)

Related Post

HAICAI BRASILEIRO O Jornal Nippak publica aqui os haicais enviados pelos leitores. Haicai é um tipo de poema que se originou no Japão. Seu maior expoente é Matsuo Bashô...
KARAOKÊ: Dinner Show da Liga Centro Oeste é um suc... Com casa lotada, o show de taikô do Nipo de Campinas deu início às apresentações do 2° Dinner Show da Liga Centro Oeste da Canção Japonesa realizado d...
ARTES MARCIAIS: Niten realiza treinamento intensiv... “Lapidar as técnicas antigas dos samurais, o Kenjutsu, em meio à fértil terra cultivada pelos imigrantes japoneses, foi uma singela homenagem que pude...
INTERNACIONAL: Para primeiro-ministro japonês, aco... O primeiro-ministro japonês Shinzo Abe disse que o acordo entre o Japão e a Coreia do Sul sobre as escravas sexuais durante a II Guerra Mundial abre u...

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *