POLÍTICA: Presidente do PMDB de Sinop, Jorge Yanai, luta por mais representatividade

 

O ex-suplente de senador e médico Jorge Yanai foi eleito, no último dia 25, o novo presidente do Diretório do PMDB de Sinop (MT). A chapa foi formada ainda pelo deputado estadual Baiano Filho e pelo atual prefeito de Sinop, Juarez Costa – que foi seu adversário em 2008 – como um dos delegados.

 

Objetivo é mostrar a importância de Sinop para o Estado de Mato Grosso e para o resto do país (foto: Geraldo Magela)

 

Isso quer dizer que durante os próximos dois anos o nikkei irá comandar o partido na quarta maior cidade de MT. “Para mim é motivo de muito orgulho, pois o PMDB é o maior partido do país. Temos o vice-presidente da República, que é o Michel Temer, e estamos afinados com o governador do Estado, Silval Barbosa, e o prefeito, Juarez Costa. Todo esse alinhamento tem ajudado Sinop a se fortalecer economicamente”, disse Yanai, lembrando que o município conta hoje com cerca de 150 mil habitantes – com expectativas de ultrapassar 200 mil nos próximos anos – e é considerado atualmente o principal pólo econômico e universitário da região.

Yanai enumera os motivos que contribuíram para o progresso de Sinop. Em julho, foi inaugurado o escritório da Embrapa [Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária] Agrossilvipastoril, o primeiro Centro de Pesquisa da empresa em MT.

A unidade instalada em Sinop tem 8.500 metros quadrados de área construída e conta com 24 laboratórios multiusuários, além de salas de reuniões e um auditório com capacidade para 120 pessoas. “Trata-se da maior estrutura da Embrapa depois de Brasília”, orgulha-se Yanai, que entrou para a história da comunidade nipo-brasileira e do país ao se tornar, entre maio e agosto de 2010, o primeiro nikkei a assumir uma cadeira no Senado Federal – então pelo Democratas.

Outro setor que cresceu muito, explica Yanai, é o da educação. “Temos duas universidades públicas, a Universidade Federal de Mato Grosso e a Universidade do Estado de Mato Grosso, sendo que pelo Campus Universitário da UFMT circulam entre 12 e 15 mil universitários de todo o país”, explica o ex-senador, antecipando que para o próximo ano existe a expectativa para o primeiro vestibular da Faculdade de Medicina.

Para Yanai, a importância de Sinop para o Estado de Mato Grosso não pode ser medida apenas não campo da educação. “Contamos também com uma unidade do Sesi e estão previstas a construção de uma unidade do Sesc (Serviço Social do Comércio) e a instalação do Exército. Com isso, o comércio também progrediu bastante”, conta.

“Desta forma, Sinop passa a ser o centro de toda a região por ser um centro de excelência não só em educação, mas também em prestação de serviços”, comemora Yanai, lembrando que o “carro-chefe” continua sendo o setor de agronegócios.

“Por tudo isso, Sinop é hoje uma referência e, se algum dia ocorrer uma divisão do Estado – o que não deve acontecer tão cedo – Sinop se tornará uma capital de Estado pela estrutura que tem”, destaca Yanai, acrescentando que uma das deficiências de Sinop é o transporte de cargas.

“Somos hoje o coração do país, mas com extrema dificuldade para escoar sua produção.

Temos que produzir mais que outras localidades para sermos competitivos e compensar nossa dificuldade com o transporte. Melhorando o acesso rodoviário e investindo em hidrovias e ferrovias, Sinop será o melhor lugar para se produzir e ganhar dinheiro porque está perto de tudo”, diz o ex-senador, explicando que “os três modais se complementam”. “Temos a Ferronorte que vai interligar porto Velho (RO) e Santarém (PA), passando por Cuiabá (MT) até o porto de Santos. O grande salto, no entanto, será dado com a viabilização da hidrovia Teles Pires-Juruena-Tapajós, que deve reduzir em 60% o custo com o frete. Hoje, temos que descer até o porto de Paranaguá ou subir até Santos”.

E é justamente essa visão otimista e uma estrutura “já montada” em Sinop que Yanai pretende mostrar não só para o estado de Mato Grosso como também para o resto do país”.

 

Yanai entrou para a história como o primeiro senador nikkei (foto: divulgação)

 

 

Futuro – “A ideia é valorizar o partido e também mostrar que Sinop já está acontecendo com todos esses benefícios. Pelo impacto e peso no campo do desenvolvimento e econômico, Sinop tem que ter peso. E como líder do PMDB pretendemos impor essa representatividade junto aos governos estadual e federal”, afirma Yanai, lembrando que o PMDB de MT conta atualmente com um titular – Carlos Bezerra – e um suplente – Professor Victorio Galli -, na Câmara dos Deputados, e três deputados na Assembleia Legislativa.

Para Yanai, a visibilidade pode ser importante para suas pretensões. “Não falo por mim, mas o PMDB tem todas as condições de ter representantes seja como senador, como vice-governador e até mesmo como governador. Falo isso com autoridade de quem há 33 anos mora em Sinop. Ou seja, a cidade foi fundada em 1974 e eu cheguei aqui em 1979. Então, posso me considerar um dos pioneiros, com história, e com uma boa liderança no Estado, que tem poucos habitantes”, destaca Jorge Yanai.

(Aldo Shiguti) 

 

 

 

Redação

Redação

nippak@nippak.com.br
Redação

Últimos posts por Redação (exibir todos)

Related Post

COMUNIDADE: DESPEDIDA DO EMBAIXADOR   Para Akira Miwa, país deve solucionar problemas internos para crescer ainda mais   “O que posso concluir, depois de ter acompanhado o...
MEMAI: KODOMO – BATOQUIM, UMA HISTÓRIA DA MONGÓLIA... Duas artistas nipo-brasileiras, Thais Ueda e  Yumi Takatsuka se uniram para produzir , ilustrar e adaptar um livro sobre uma narrativa da tradição ora...
RIO 2016: Japan House abre suas portas nesta sexta... Sede dos próximos Jogos Olímpicos, Tóquio marca presença nos Jogos Rio 2016 apresentando um pouco da cultura local e convidando os brasileiros a parti...
ESPORTES: A dupla Campeã de Futebol Freestyle do J...  Se eles fazem sucesso com a bola em campo, só Deus sabe. Mas no palco a dupla campeã japonesa na modalidade Futebol de Freestyle, Yosshi e Yu-J, do g...

One Comment

  1. Excelente reportagem. Escrita boa, sem erros, texto limpo.
    Com relação a política penso que o PMDB mesmo com alguns represententes que não estejam a altura de ser filiados é um dos melhores do país na atualidade.

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *