POLÍTICA: William Woo lamenta retorno à suplência e estuda concorrer a uma vaga na Câmara Municipal de São Paulo

O deputado federal Roberto de Lucena (PV-SP) deixou o cargo de secretário Estadual de Turismo, que ocupava desde 2015, e retornou à Câmara dos Deputados. Com isso, William Woo (PP-SP) voltou à condição de primeiro suplente do PV. Woo disse que já era esperado a volta do titular mas admite que foi pego de surpresa. “É um momento histórico para o país em que todos os eleitores cobram uma posição do seu deputado e todo parlamentar deseja participar deste momento”, explicou William Woo em entrevista ao Jornal Nippak.

 

William Woo: “O futuro a Deus pertence”. Foto: reprodução.

William Woo: “O futuro a Deus pertence”. Foto: reprodução.

 

Apesar de surpreso, Woo fez um breve balanço de seu mandato na Câmara. “Apesar do pouco tempo, me sinto realizado. Conseguimos aprovar projetos importantes, principalmente na área da segurança e tive a felicidade de aprovar o Projeto de Lei 719/15, de minha autoria, que amplia benefícios tributários para o setor de semicondutores e componentes eletrônicos no âmbito do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Tecnológico da Indústria de Semicondutores (Padis)”, destacou.

Agora, revelou, pretende se dedicar a coordenação da campanha municipal do PP na capital paulista. “O PP tem o quarto maior tempo de campanha eleitoral gratuito na televisão e também a terceira maioor bancada na Câmara. São vantagens importantes em São Paulo”, disse Woo, revelando que o partido estuda lançar candidatura própria – o deputado estadual Delegado Olim e o deputado federal Ricardo Izar são alguns dos nomes cogitados – ou aceitar coligação com outras legendas. O PP também teria recebido convites para compor como vice em duas legendas.

Pessoalmente, Woo prefere aguardar. “O futuro a Deus pertence”, desconversou Woo ao ser indagado se entre seus projetos incluiria disputar uma vaga na Câmara Municipal de São Paulo.

“Ainda não sei se o [Roberto] Lucena volta à Secretaria de Turismo após a votação do impeachment na Câmara. Também existe a possibilidade de o próprio Lucena disputar a Prefeitura de Guarulhos. Enquanto isso, vou me dedicar ao compromisso que assumi e que me motivou trocar de partido, que é coordenar a campanha do PP em São Paulo”, disse Woo, acrescentando que “fico decepcionado apenas pelo fato de não votar a favor do impeachment da presidente Dilma”, afirmou.

Em seu último discurso na Tribuna da Câmara dos Deputados, Woo falou sobre os motivos pelos quais é favorável ao pedido de impeachment.  O parlamentar criticou a “arrogância”, a “ganância”, o “descabimento” e  o “despudor” de um governo “que proporciona hoje à nossa nação mais de 9 milhões de desempregados, com projeções para 12 milhões de pessoas para o ano de 2017 e envergonha imensamente a nosso pátria amada”.

Segundo ele, sua preocupação “é com o futuro do Brasil, com a política em nosso país e com o atual descrédito e desesperança que a cada dia assola, o nosso povo”

 

ALDO SHIGUTI

ALDO SHIGUTI

Redator-chefe
ashiguti@uol.com.br
ALDO SHIGUTI

Últimos posts por ALDO SHIGUTI (exibir todos)

     

     

     

    Related Post

    CULTURA: Vencedor do Prêmio Jabuti, Oscar Nakasato...   O escritor nikkei maringaense Oscar Nakasato, aos 47 anos de idade, foi contemplado com o premio Jabuti de melhor romance, “Nihonjin".  A ob...
    NANOTECNOLOGIA E INOVAÇÃO: Conferência Internacion... Durante os dias 13 a 15 de outubro, a capital paulista será sede da Nano TradeShow e da Conferência Internacional de Nanotecnologia e Inovação, princi...
    CIDADES/SOROCABA: Ucens faz festa neste sábado par... A Ucens (União Cultural e Esportiva Nipo-Brasileira de Sorocaba) comemora este ano seu 50º aniversário de fundação. Para marcar a data. A entidade rea...
    COMUNIDADE: Bunkyo define cronograma para o proces... Considerada a principal entidade representativa da comunidade nipo-brasileira, o Bunkyo (Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e de Assistência Soc...

    Faça seu comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *