PROMISSÃO: Festa do Cristo Rei e Ação de Graças celebram os 91 anos de Promissão neste domingo

A Diocese de Lins, a Paróquia Nossa Senhora Aparecida e a Prefeitura Municipal realizam neste domingo (23), a partir das 9 horas, celebração no Santuário Cristo Rei dos 26 Mártires do Japão, no bairro do Gonzaga, em Promissão (SP).

Inaugurada em 1934, gruta Nossa Senhora de Lourdes foi a primeira obra construída no Santuário (foto: arquivo)

Inaugurada em 1934, gruta Nossa Senhora de Lourdes foi a primeira obra construída no Santuário (foto: arquivo)

Às 10h15 será celebrada uma missa pelo bispo Irineu Danelon. Em seguida, acontecem as homenagens e a foto oficial. Às 12h30 será oferecido um almoço no Salão do Cruzeiro (Rua Afonso Pena, 469).

A adesão é de R$15,00. São aguardadas caravanas de fieis de cidades vizinhas e também da capital paulista.

Principal obra do Santuário de Gonzaga, a Igreja do Cristo Rei dos 26 Mártires – crucificados em Nagasaki no dia 5 de fevereiro de 1597 e canonizados em 18 de junho de 1862 – foi inaugurada em 15 de agosto de 1938, com missa celebrada por monsenhor Domingos Nakamura.

A igreja foi construída inteiramente pelas mãos dos imigrantes católicos japoneses originários da Província de Fukuoka, frutos da evangelização iniciada por São Francisco Xavier em 1549. Um dos que ajudaram a construi-la foi Kizo Hirata Hirata, avô do cantor Joe Hirata, homenageado no ano passado ao lado do engenheiro Hermiro (Emílio) Yamaguti, que nasceu no bairro do Goanzaga e desde 1995 trabalha para a preservação da igreja e luta por melhorias no santuário.

Segundo Yamaguti, muito dos imigrantes eram procedentes dos povoados de Mido, Aza Ima, Tachiarai Mura e Mitsui Gun, descendentes dos “Kakure Kiristãs”, que no período crucial da perseguição aos praticantes da religião católica mantiveram a fé camuflada durante 200 anos. A igreja, cujo projeto veio de Imamura, atual Fukuoka-ken, Mitsui Gun, Otosen – Machi, foi construída sob orientação dos padres Emílio Kircher e Agostinho Utsch, missionários vindos do Japão para atender a comunidade.

Atualmente, a igreja recebe vários eventos e visitas de peregrinos (foto: arquivo)

Atualmente, a igreja recebe vários eventos e visitas de peregrinos (foto: arquivo)

Majestosas – Yamaguti conta que a primeira obra construída no Santuário foi a gruta de Nossa Senhora de Lourdes, localizada no jardim frontal, construída pelos imigrantes japoneses com pedras de basalto trazidas do lendário Salto de Avanhandava do Rio Tietê sob orientação do padre Agostinho Utsch, inaugurada em 09 de setembro de 1934.

“Estas majestosas obras, construídas com muita fé e sacrifícios dos imigrantes católicos japoneses, com passar dos tempos, sofreram grandes deteriorações, principalmente, após os anos da década de 1950, com a crise econômica do café, principal cultura da região e produto de exportação do país”, lembra o engenheiro, explicando que “as comunidades rurais, formadas imigrantes japoneses, começaram entrar em decadência e dispersão e foram à procura de novas fronteiras agrícolas no norte do Estado do Paraná, obrigando a saída dos missionários da zona rural e, consequentemente, do município de Promissão”.

Restauração – No ano de 2001, por iniciativa do bispo diocesano Dom Irineu Danelon, apoiado pela Comissão de Restauração sob coordenação do Pároco da Igreja Matriz Nossa Senhora Aparecida, pelo então prefeito Marcos Simões e pela população de Promissão, a igreja foi restaurada nas suas partes mais criticamente deterioradas. A reinauguração da Igreja ocorreu em 25 de novembro do mesmo ano, com um evento marcante pela beleza e emoção impregnada de muita fé cristã, com participação de muitas famílias pioneiras de Gonzaga, procedentes de várias regiões do país.

Desde então outros grandes eventos foram celebrados liderados pela Diocese de Lins, com coordenação da Paróquia Nossa Senhora Aparecida, com apoio e participação da Prefeitura e das comunidades de Promissão, entre eles a Romaria do Centenário da Imigração Japonesa no Brasil, em 23 de novembro de 2008. O evento foi organizado pela Pastoral Nipo-Brasileira com celebração de missa do Cristo Rei e de ação de graças do centenário, presidida pelo bispo Danellon concelebrada por vários sacerdotes da Panib. Em 20 de novembro de 2011, houve a celebração da Santa Missa do Cristo Rei com benção da “Árvore da Paz”, originária do Parque da Paz da Província de Hiroshima (Japão). A muda foi plantada na Praça Shuei Uetsuka, presidida pelo bispo Danellon. Em 14 de outubro de 2012, o bispo Dom Júlio Endi Akamine – bispo auxiliar de São Paulo – presidiu a Santa Missa do Rei, Nossa Senhora Aparecida, Nossa senhora Estrela da Manhã, Padroeira do Japão.

 

Igreja foi totalmente construída pelos imigrantes japoneses (foto: arquivo)

Igreja foi totalmente construída pelos imigrantes japoneses (foto: arquivo)

Obras complementares – Atualmente, vários outros eventos e visitas de peregrinos ocorrem mensalmente no Santuário. Segundo Yamaguti, em setembro de 2013 foi realizada uma reunião na Prefeitura Municipal de Promissão em que ficou decidida a complementação dos itens previstos no Projeto do Centenário da Imigração.

O encontro contou com a participação do prefeito Hamilton Luís Foz; do pároco Francisco Arcanjo Silva(representando a Diocese de Lins); e do vereador Edson Yassunaga, além de líderes da comunidade nipo-brasileira, entre eles Kazunori Yassunaga, Daniel M. Yoshida, Tekenobu Okaji, Hideo Yamamoto, e Akiji Morihisa,

O projeto prevê a construção de uma cruz e torii na rotatória, plantio de ipês e cerejeiras ao longo da Estrada do Santuário viabilização do Memorial da Imigração, bem como um Centro de Espiritualidade anexa à Igreja. Os estudos e projetos estão sendo elaborados, num trabalho conjunto pela Prefeitura e a Paróquia.

(Aldo Shiguti, com colaboração de Hermiro Yamaguti)

Redação

Redação

nippak@nippak.com.br
Redação

Últimos posts por Redação (exibir todos)

Related Post

EDUCAÇÃO: HUMAN CONNECTION PROJECT   Pesquisadores de 11 universidades brasileiras revelam diferentes visões da cultura japonesa contemporânea   Na próxima sexta-feira (1...
COMUNIDADE: Cotia Seinen celebra aniversários de a...   O Cotia Seinen – um grupo de japoneses que desembarcaram no Brasil em 1955 para trabalhar na agricultura – realizou no último dia 25, na Ass...
ESPETÁCULO: Um dos mais renomados grupos de taiko,... Quem ficar na capital paulista neste feriado terá oportunidade de conferir um espetáculo raro de taiko. Em comemoração aos 120 Anos do Tratado de Amiz...
NIPPAK PESCA: Feriadão? Hora de relaxar um pouco e... Aproveite o feriado prolongado para uma pescaria num local próximo e de fácil acesso da capital paulista. Mauro Novalo     P...

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *