REGISTRO/ESPECIAL: Em sua 60ª edição, Tooro Nagashi de Registro quer resgatar seu ‘verdadeiro significado’

No ano em que completa 60 anos de existência, o Tooro Nagashi de Registro, o mais tradicional do país, volta suas atenções para suas raízes. Pelo menos essa é a preocupação do Bunkyo de Registro (Associação Cultural Nipo-Brasileira), entidade responsável pela realização do evento em parceria com a Nichirenshu Emyoji, Associação Cultural e Esportiva de Registro (Acer) e Prefeitura Municipal de Registro.

 

Este ano, base dos barquinhos forma confeccionados em madeira para deslizar com mais facilidade (foto: divulgação)

Este ano, base dos barquinhos forma confeccionados em madeira para deslizar com mais facilidade (foto: divulgação)

 

“Queremos mostrar que o Tooro Nagashi não é só festa mas, principalmente, que se trata de uma cerimônia cujo objetivo é prestar uma homenagem aos antepassados”, explica o atual presidente do Bunkyo de Registro, Kazuoki Fukuzawa. Segundo ele, a ideia também é promover a integração dos povos da cidade, da região e todos visitantes.

No sábado (1º de novembro), o ponto alto é a Cerimônia Interreligiosa no Monumento das Almas, e no domingo (2), o Culto da Seichô-No-Iê às vítimas de Acidentes na BR 116, a Cerimônia de Purificação das Águas do Rio Ribeira de Iguape e o Ato Interreligioso para as almas dos antepassados além, é claro, da soltura dos barquinhos no Rio Ribeira de Iguape.

 

Cerimônias religiosas acontecem no sábado e no domingo (foto: divulgação)

Cerimônias religiosas acontecem no sábado e no domingo (foto: divulgação)

 

Este ano, aliás, os tooros apresentam uma novidade, conforme revela o presidente Fukuzawa. Para torná-los mais resistentes as intempéries climáticas, as bases dos barquinhos foram confeccionadas em madeira ao invés do tradicional isopor. “Decidimos mudar para que eles possam deslizar mais facilmente”, justifica Toshiaki Yamamura, presidente da Uces – União Cultural e Esportiva Sudoeste – e Fenivar – Federação das Entidades Nikkeis do Vale do Ribeira. Este ano, serão soltos cerca de 2500 barquinhos, o mesmo número dos anos anteriores. Os tooros podem ser adquiridos antecipadamente na secretaria do Bunkyo de Registro pelos telefones: 13/3822-4144 e 3822-2865.

 

Apresentação da dança Bon Odori faz parte da programação (foto: divulgação)

Apresentação da dança Bon Odori faz parte da programação (foto: divulgação)

NHK – Segundo Yamamura, a cerimônia, que integra o Calendário Oficial de Eventos Turísticos do Município e do Estado de São Paulo, será acompanhada por uma equipe de reportagem da NHK, a emissora estatal do Japão, e pelo cônsul geral do Japão em São Paulo, Noriteru Fukushima.

A expectativa é receber um público estimado entre 15 e 20 mil visitantes. “É uma das maiores festas do Vale do Ribeira”, conta Kazuoki Fukuzawa, lembrando que, no Japão, o Finados dura três dias sendo que o Tooro Nagashi mais famoso do país é o de Nagasaki. “Além de preservamos uma tradição, prestamos também uma homenagem às almas de todos os antepassados, pois a cerimônia não é só da comunidade japonesa”, explica Fukuzawa, que tranqüiliza aqueles que já se acostumaram com o clima festivo do Tooro Nagashi.

 

Grupo de Taikô de Registro (foto: divulgação)

Grupo de Taikô de Registro (foto: divulgação)

Gastronomia – “Queremos resgatar o verdadeiro sentimento, mas a programação continua a mesma dos anos anteriores”, diz o presidente, afirmando que o evento também mescla cultura e culinária. A praça de alimentação, por exemplo, conta com os já tradicionais pratos típicos preparados pelo Fujinbu do Bunkyo, Fenivar e da Acer, além de uma barraca com comida nordestina. Como nos anteriores, haverá também exibição de sumô.

 

Gastronomia também é uma das atrações do Tooro Nagashi (foto: divulgação)

Gastronomia também é uma das atrações do Tooro Nagashi (foto: divulgação)

Nos dias 1 e 2 de novembro, haverá ainda diversas atrações como tambores do Ribeira Ryofu Daiko, Minyo Yamatokai (dança folclórica), Bon Odori e Matsuri Dance (dança contemporânea jovem) do Onigiri Seinenbu de Registro. No encerramento, haverá show pirotécnico

Nos dois dias, as cerimônias religiosas terão início às 9 horas. Sábado, no Cemitério da Saudade e no domingo, próximo à ponte da BR 116.

(Aldo Shiguti)

 

PROGRAMAÇÃO DO 60º TOORO NAGASHI DE REGISTRO

 
 

Dia 01/11

Local: Cemitério da Saudade

9h – Cerimônia Interreligiosa no Monumento das Almas

 

Dia 01/11

Local: Rua Miguel Aby-Azar

19h30 – Apresentação de danças de Minyo Yamatokai

19h45 – Wadaiko do Bunkyo de Registro

20h – Bon Odori

20h30 – Matsuri Dance

Dia 02/11

Local: Próximo à ponte da BR 116

09h – Culto da Seicho No Iê às vítimas de acidentes na BR 116

Dia 02/11

Local: Rua Miguel Aby-Azar

10h – Exibição de Sumo

17h – Cerimônia de Purificação das águas do Rio Ribeira de Iguape

19h – Tooro Nagashi (soltura dos barcos)

20h – Bon Odori

21h – Apresentação de danças de Minyo Yamatokai

21h10 – Wadaiko do Bunkyo de Registro

21h20 – Matsuri Dance

21h30 – Bon Odori

22h30 – Queima de fogos

Redação

Redação

nippak@nippak.com.br
Redação

Últimos posts por Redação (exibir todos)

Related Post

COMUNIDADE: O Natal está no ar…   O espírito natalino rompeu os limites da religião, está estampado nas ruas, nas lojas, nas casas, e em cada rosto renasce uma esperança de d...
GARÇA/SP: 30ª FESTA DA CEREJEIRA DE GARÇA/SP A Festa da cerejeira da cidade de Garça - localizada a cerca de 400 quilômetros ao Centro Oeste de São Paulo - é hoje um dos eventos temáticos mais re...
BAHIA: Anipólitan comemora 10 anos   A maior festa de cultura pop oriental da Bahia comemora 10 anos com atrações inéditas e internacionais. O evento acontece neste sábado e dom...

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *