RIO 2016: Passagem da chama olímpica por SP emociona condutores nikkeis

TOCHA – Emoção, comoção, protestos…. A passagem da chama olímpica pelas cidades brasileiras desperta diferentes reações e sentimentos. E a capital paulista, onde o revezamento foi realizado no dia 24, não fugiu à regra. Pessoas ligadas ao esporte, à cultura e à diversidade participaram do revezamento que começou no Museu do Ipiranga e terminou no Sambódromo.

 

Passagem da chama olímpica por SP emociona condutores nikkeis. Foto: Jiro Mochizuki

Passagem da chama olímpica por SP emociona condutores nikkeis. Foto: Jiro Mochizuki

 

Akio Ogawa participou no trecho da Sena Madureira. Foto: Jiro Mochizuki

Akio Ogawa participou no trecho da Sena Madureira. Foto: Jiro Mochizuki

 

Claudio Sassaki também participou do revezamento em São Paulo. Foto: Arquivo Pessoal

Claudio Sassaki também participou do revezamento em São Paulo. Foto: Arquivo Pessoal

 

Dentre os condutores, muitos desconhecidos do grande público mas que “fazem a diferença na sociedade”, como o presidente do Nikkeyweb, Akio Ogawa, que aproveitou para levar sua mensagem: “Orgulhoso de ser diferente, integrado”. “Fiquei emocionado ainda dentro do ônibus quando vi o número de pessoas que foram torcer por mim. Mas a ficha só caiu quando o caminhão anunciou meu nome e recebi a chama olímpica. Durante o percurso, de pouco mais de 200 metros, não dá pra pensar em nada, a não ser ficar olhando aquela multidão sabendo que você é o centro das atenções”, disse Ogawa, que doará a tocha para o Museu da Imigração de Yokohama, no Japão.

 

Para ele, os Jogos Olímpicos são sempre uma “excelente oportunidade para poder mostrar o Brasil lá fora”. “Sou a favor da realização das Olimpíadas no Brasil pois o esporte significa paz. E que venha a paz que tanto estamos precisando”, destacou Ogawa.

A árbitra de ginástica Yumi Sawasato: “Emoção indescritível”. Foto: Arquivo Pessoal

A árbitra de ginástica Yumi Sawasato: “Emoção indescritível”. Foto: Arquivo Pessoal

 

Convidada pela Prefeitura de São Paulo para participar do revezamento, a árbitra internacional de ginástica artística, Yumi Yamamoto Sawasato, também ficou emocionada. Apesar de já ter participado de quatro Olimpíadas – a Rio 2016 será a quinta – Yumi  disse que “conduzir a chama é uma emoção indescritível”. “Foi minha primeira experiência e foi muito gratificante”. Na Capital, também participaram outros condutores nikkeis, como o empreendedor Claudio Sassaki e Marcio Tamanaha. Na terça-feira (26), foi a vez de Suzano e Mogi das Cruzes receber a chama. Em Suzano, entre os condutores estavam a lutadora de sumô e professora Luciana Watanabe e Nelson Ueno.

 

 

“Foi uma honra e um privilégio porque acredito no esporte como ferramenta para transformar a vida das pessoas, trazendo alegria, união, amizades e qualidade de vida”, disse Luciana.

 

Luciana Watanabe em Suzano: “Uma honra e um privilégio”. Foto: Facebook/Monica Rodrigues

Luciana Watanabe em Suzano: “Uma honra e um privilégio”. Foto: Facebook/Monica Rodrigues

 

ALDO SHIGUTI

ALDO SHIGUTI

Redator-chefe
ashiguti@uol.com.br
ALDO SHIGUTI

Últimos posts por ALDO SHIGUTI (exibir todos)

     

     

    Related Post

    NIPPAK PESCA: Carnaval, feriadão e calor, bons mot... O Brasil conta com cerca de 8.000km de litoral e, neste feriadão de carnaval com a previsão de dias de muito calor, uma boa idéia é juntar descanso e ...
    ANIME CRIATIVO: Mostra no MIS recebe Takobike Depois de uma temporada em Belém (PA), a Mostra Anime Criativo promovida pela Fundação Japão encerra sua passagem pela capital paulista neste fim de s...
    UNDOKAI: Comunidade nipo-brasileira de São José do... O Undokai, tradicional festa esportiva japonesa, chegou à sexagésima edição em São José dos Campos, reunindo a comunidade nipo-brasileira da cidade. R...
    CÂMARA MUNICIPAL DE SÃO PAULO: Aurélio Nomura deix... O vereador Aurélio Nomura (PSDB) encerrou seu trabalho como 1º Secretário da Câmara Municipal de São Paulo – o segundo cargo mais importante da Casa –...

    Faça seu comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *