SALVADOR: Festival do Japão de Salvador atrai mais de 50 mil pessoas que trocam o axé pelo Bon Odori

 

No último final de semana (25 e 26), foi realizado VI Festival de Cultura Japonesa – XXI Bon Odori, na Associação Atlética Banco do Brasil, no bairro de Piatã, na capital baiana. Com o tema “Mangá” (história em quadrinhos japonesa), em dois dias de festival atraiu milhares de baianos que trocaram o ritmo do axé, e se renderam a dança do “Bon Odori” com excelência. O público cedeu ao comercio de produtos orientais, e principalmente aos pratos da culinária japonesa, como tempura, tamaki, sushi, udon, pastel, yakisoba. No palco alternativo contou com apresentações esportivas nas modalidades sumô, karatê e judô.

 

VI Festival de Cultura Japonesa – XXI Bon Odori, com o tema “Mangá” (foto: Luci Judice Yizima)

 

A apresentação do teatro do Grupo Kagura do Brasil, Odori da Escola de Bailado Kinryu Hanayagui de São Paulo e Grupo teatral japonês da Associação Cultural e Esportiva Tucuruvi também de São Paulo provocou suspiros na plateia. A cantora Akemi Matsuda referência na moda urbana japonesa no Brasil, mistura música e moda, com performances de música pop japonesa agitou o público que cantou junto em japonês.

 

A apresentação do teatro do Grupo Kagura do Brasil (foto: Luci Judice Yizima)

 

Em entrevista ao Jornal Nippak, o coordenador do festival, João Koji Sunano, destaca o sucesso e a popularidade do VI Festival de Cultura Japonesa – XXI Bon Odori 2012. “Esse ano com certeza o evento superou as expectativas, o tema Mangá ajudou muito”, comemora. “As revistas em quadrinhos sempre foi sucesso entre crianças e adolescentes no mundo inteiro. Mas as revistas em quadrinhos japonesas o ‘Mangá’, ultrapassou fronteiras da ficção, ditando moda, promovendo estilos e ritimos. A influencia do mangá no mundo é muito grande, mas no Brasil virou uma febre, atrai muita gente”, admite que pretende manter nos próximos eventos o espaço jovem.

 

A influencia do mangá no mundo é muito grande, mas no Brasil virou uma febre, diz João Koji Sunano (foto: Luci Judice Yizima)

 

Para a vereadora Marta Rodrigues (PT) que é também presidente do Partido dos Trabalhadores em Salvador, é fã de carteirinha das manifestações culturais japonesa na cidade. Frequenta desde o primeiro festival, quando era feito na sede da Anisa (Associação Cultural Nipo-brasileira de Salvador). “Sempre acompanhei o festival, respeito e admiro a comunidade nikkei de Salvador”, conta. “É um povo que tem muita garra em reconstruir nossa história. A comunidade soteropolitana é muito aberta em acolher novas culturas. Tem a pluralidade em disseminar a cultura japonesa, pois temos muita identidade”, comenta a vereadora, autora do projeto de lei que coloca o Festival de Cultura Japonesa – Bon Odori no calendário das festividades da capital baiana.

 

vereadora Marta Rodrigues (PT) é fã de carteirinha das manifestações culturais japonesa na cidade (foto: Luci Judice Yizima)

 

O presidente da Anisa, Roberto Mizushima admite que não esperava tanta gente, pois os dias que antecederam o evento choveu muito em Salvador. “Fiquei muito satisfeito com a presença maciça do público baiano, o tempo ajudou a abrilhantar o evento, já que o evento ocorre em um espaço aberto”, festeja. “Acertamos nas atrações, o tema Mangá foi primordial, atrai crianças, jovens e consequentemente toda família. Aliás, o festival é um evento para a família. Gostaria de agradecer aos parceiros, patrocinadores, colaboradores e voluntários”, finaliza.

 

“Acertamos nas atrações, o tema Mangá foi primordial, atrai crianças, jovens e consequentemente toda família" diz: Roberto Mizushima (foto: Luci Judice Yizima)

 

Uma das atrações do evento foi o desfile de Cosplay – que consiste em fantasiar-se de personagens oriundos, em geral, de quadrinhos, games e desenhos animados japoneses. Outra atração que deixou muito marmanjo de queixo caído foi o concurso para Miss Nikkey Bahia, um concurso de beleza que elegeu Paola Mari Kiminami, baiana da cidade de Barreiras, porém mora em Salvador, será a representante do estado na final do concurso nacional, a ser realizado em São Paulo em julho de 2013. O evento teve o apoio da Prefeitura, do Governo do Estado da Bahia, contou com o patrocínio da Niplan Engenharia, Sakura.

 

 

(Texto e Fotos: Luci Júdice Yizima)

Redação

Redação

nippak@nippak.com.br
Redação

Últimos posts por Redação (exibir todos)

Related Post

CIDADES/CURITIBA: Consulado do Japão doa “Mini enc... Em visita à Secretaria Municipal de Educação (SME), no dia 13, o Cônsul Geral do Japão em Curitiba Noboru Yamaguchi doou 181 exemplares da “Mini encic...
ELEIÇÕES: Em São Paulo, comunidade nikkei terá qua... Em São Paulo, a comunidade nikkei saiu com um “saldo positivo” destas eleições municipais, consideradas uma das mais difíceis pelos candidatos em funç...
COMUNIDADE: ABJICA comemora 30 anos com lançamento...   Considerada “o braço” – e também a voz – da Jica (Japan International Agency Cooperation), a ABJICA – Associação dos Bolsistas Jica – realiz...
VALINHOS: 64ª Festa do Figo e a 19ª Expogoiaba tra...   De 19 de janeiro a 3 de fevereiro, a cidade de Valinhos realiza a 64ª Festa do Figo e a 19ª Expogoiaba. Desde sua criação, a Festa do Figo e...

6 Comments

  1. Muito boa a cobertura e adorei as fotos! como no segundo dia estava muito cheio nem pude tirar boas fotos!

  2. Muito bom estar aprendendo com os Japoneses sua cultura, sua tecnologia Parabens pelo trabalho. Tomara que hajam mais eventos como esse

  3. nossaa!!eu ameii,lá é muitoo legal,amei as apresentaçoes,tirei fotos com os personagens,foi muito legal!!

  4. nossa!!foi muito legal!!amei as apresentaçoes,amei os personagens!amei tudo!!

  5. Fui para o festival gostei muito as fotos tão excelentes,ta bem explicado.

    gostei da possibilidade de conhecer o japão daqui do brasil.

  6. Gostei muito do festival e de todas as fotos, principalmente porque minha filha! Nathalie Marie saiu no jornal impresso.

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *