SAMURAIS MODERNOS: Instituto Niten realiza treinamento intensivo e homenageia o ‘Espírito Yamato’

O Instituto Cultural Niten realizou, nos dias 5 e 6 deste mês, na capital paulista, a Conscientização Yamato, um evento especial em memória dos 72 anos do lançamento das bombas atômicas em Hiroshima e Nagasaki. Cerca de 120 samurais reuniram-se, inicialmente, no Templo Budista Nikkyoji, vindos de todos os cantos do Brasil – como Manaus, Rio Grande do Sul e Brasília – e também da Argentina.

 

Sensei Jorge Kishikawa durante treinamento no Cooper: evento reuniu cerca de 120 samurais do Niten. Foto: divulgação

 

O tema deste ano foi o cenário brasileiro no período do fim da II Guerra Mundial. Em audiovisual, foi apresentado o filme baseado no livro-documentário “Corações Sujos”. Com os comentários do fundador do Instituto Niten, sensei Jorge Kishikawa e relatos de alunos descendentes de japoneses, os participantes puderam ter uma experiência mais viva e rica sobre o passado da colônias nipo-brasileiras.

Foram abordados pontos importantes sobre os conflitos entre nikkeis derrotistas e vitoristas – também conhecidos como makegumi e katigumi, respectivamente -, as atividades da Shindo Renmei, a vida e o convívio dos colonos na sociedade brasileira.

Conduzidos por Kishikawa “à maneria Niten”, assuntos até então considerados tabus pelos descendentes ganharam outra forma, mais digna, valorizando o chamado “Espírito Yamato” para todos.

 

Kishikawa mostra bandeira japonesa encontrada nas Filipinas. Foto: divulgação

 

Sofrimento – Segundo a instrutora Midori Saito, é a terceira vez que o “Gashuku” (treinamento intensivo) é realizado junto com a Conscientização Yamato. “A ideia é mostrar o sofrimento pelo qual passaram os primeiros imigrantes”, destaca Midori, acrescentando que “o sensei Kishikawa mostrou aos presentes uma bandeira da rendição japonesa encontrada nas Filipinas”.

“Sem dúvida, meus antepassados passaram por situações difíceis para criar condições que beneficiassem a minha geração e não seria justo desperdiçar esse momento favorável ou esquecer esse passado. O Niten, para mim, tem esse papel, aponta numa direção para que não percamos tempo e, nesses eventos, resgata a memória de um povo”, disse Rafael Matsuda Suzuki, de Ribeirão Preto.

 

Samurais acompanham explicações com atenção. Foto: divulgação

 

Treinamento – A segunda etapa do treinamento aconteceu nas dependências do Clube Coopercotia com apoio e prestígio do general Akira Obara, que recebeu do Niten o título de “chanceler da tradição samurai”. No Ginásio Esportivo do clube, após um momento de silêncio em homenagem às vítimas das bombas atômicas no Japão, o treinamento intensivo prosseguiu com foco em algumas das diversas armas que compõem o “currículo” do samurai: além da espada, o bastão (jô), a foice com corrente (kusarigama), e a forquilha (jitte) com leque (tessen).

Sob o olhar atento do Sensei e dos senpais, os alunos foram ensinados desde o básico novamente, revisando kamae (postura de luta) e kihons (exercícios de aperfeiçoamento técnico) dos estilos Shindo Muso Ryu Jojutsu, Ikaku Ryu Jittejutsu, Sekiguchi Ryu Iaijutsu e Isshin Ryu Kusarigamajutsu, para só então passarem aos katas (série de movimentos e formas de luta).

Somaram-se ao todo cerca de 10 horas de treinos, repleto de momentos de aprendizado e descobertas. Destaque em especial ao treinamento com bastão, com correções técnicas e pormenores explicados extensivamente pelo Sensei.

 

No total, foram 10 horas de treino. Foto: divulgação

 

Mundial – O próximo evento do Niten será nos dias 2 e 3 de setembro, no Nipppon Country Club, em Arujá (SP). Trata-se de um treinamento intensivo que também terá apoio do general Obara. De acordo com Midori, em 2018, quando a comunidade nipo-brasileira celebrará os 110 Anos da Imigração Japonesa no Brasil, o Niten realizará, na capital paulista,  um Torneio Mundial em comemoração aos 25 anos de sua fundação.

O evento deverá contar com representantes dos praticamente 50 dojos do instituto espalhados pelo território nacional, além do Chile, Uruguai, Colômbia, México e, em breve, também dos Estados Unidos.

 

ALDO SHIGUTI

ALDO SHIGUTI

Redator-chefe
ashiguti@uol.com.br
ALDO SHIGUTI

Últimos posts por ALDO SHIGUTI (exibir todos)

     

     

     

     

     

    Related Post

    BEISEBOL: Pará é campeão do 13º Torneio de Brasíli...   Realizado nos dias 29, 30 e 31 de março em Brasília-DF o 13º Torneio de Brasília de Beisebol Adulto, com a participação de 6 equipes: Brasíl...
    NIPPAK PESCA: Camarões artificiais, funcionam?   Com a chegada da linha soft de iscas artificiais, muitas imitações de crustáceos, peixes e outros que poderiam servir como atrativos para peix...
    NIPPAK PESCA: É isca de Fly Fishing nos pesque pag... Cada vez mais comum observarmos nestes locais, principalmente onde é permitido o pesque solte, a presença de “flyzeiros” ou “mosqueiros” com suas linh...
    NIPPAK PESCA: Praticando e treinando com o seu equ... Não adianta inventar, é preciso conhecer bem o seu equipamento e, para isso é treinar, treinar e treinar. Isto vai te dar confiança e segurança quando...

    Faça seu comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *