SANTA CATARINA: Cerca de 4 mil visitantes prestigiam a 19ª edição do Sakura Matsuri da Colônia Ramos

A Associação Cultural Brasil-Japão de Núcleo Celso Ramos – entidade presidida por Hirotaka Onaka – realizou, em setembro,  no Parque Sakura da Colônia Ramos (localizada no município de Frei Rogério), em Santa Catarina, a 19ª edição do Sakura Matsuri. Cerca de 4 mil visitantes prestigiaram o evento, incluindo caravanas de diversas regiões do estado, como Florianópolis, Joinville e Chapecó.

 

O cônsul Hajime Kimura ficou surpreso com a festa: “Tiro meu chapé” Foto: divulgação

 

No ano passado o evento foi cancelado por não conseguir subsídios do governo estadual. Porém, neste ano, com o apoio de Ken Kawamichi – que atualmente reside em Ibiúna (SP) – foi possível o empréstimo gratuito de tendas de grande porte e, assim, o evento foi realizado mesmo sem subsídios.

 

 

Antes da abertura oficial do evento, o cônsul geral do Japão em Curitiba, Hajime Kimura, e sua esposa, realizaram a plantação comemorativa de cerejeira na Casa Octogonal. A casa foi construída na época em que Kimura atuava como cônsul do Escritório Consular do Japão em Porto Alegre (RS), com auxiílio do Programa de Assistência para Projetos Comunitários Kusanone. Como ele não pôde testemunhar quando da conclusão da obra, apresentou emoção profunda nesta ocasião da plantação comemorativa.

 

 

 

Na cerimônia, estiveram presentes o presidente da associação em exercício, Yuji Kobayashi, o cônsul geral e o prefeito do município de Frei Rogério, Jair da Silva Ribeiro, entre outros. De Porto Alegre, por sua vez, participaram o presidente da Associação de Assistência Nipo-Brasileira do Sul, Milton Hiwatashi, em companhia de mais de dez pessoas.

 

 

 

No palco, apresentações de taiko do grupo Sakuradaiko (da própria colônia) e também do grupo Kotaro, do Paraguai, além de apresentações de dança e Bujutsu. No quiosque, destaque para a Cerimônia do Chá Chanoyu, tanto em apresentação quanto em degustação do chá; no interior do dojô de Kendô, exposições de Ikebana e de artesanatos tradicionais do Japão, além da demonstração e venda de escrituras em caligrafia técnica em pincel Shodô. Na Casa Octogonal, houve palestra com uma das vítimas da Bomba Atômica,  Wataru Ogawa, junto à exposição de painéis cedidos pelo Museu de Bombca Atômica de Hiroshima.

 

 

O cônsul Kimura não escondeu sua surpresa. “A cada vez que eu venho visitar a colônia Ramos, desde a época de Porto Alegre, vivo me surpreendendo. Encontrei até uma pera gigante, a Aska, que nunca havia visto no Brasil, confundível com uma enorme maçã ou até mesmo um melão”, disse Kimura, que também ficou admirado com o público de 4 mil pessoas num município que conta com cerca de 3 mil habitantes. “A todos da colônia Ramos, eu tiro meu chapéu. Essa colônia certamente continuará me surpreendendo”, afirmou o cônsul.

 

 

Related Post

Neste sábado, Karen Ito homenageia as mães no Udon... Neste sábado, 6, a partir das 18 horas, no Udon da 1ª Aliança na Comunidade Yuba, em Mirandópolis (SP), a cantora Karen Ito, com apoio da BKC Prod...
VISTO PARA YONSEI: Visto para yonsei pode ser libe... No último dia 21, Robson Simoce, de 37 anos, saiu de São Miguel Paulista, na zona Leste de São Paulo, para conhecer, pela primeira vez, o Bunkyo (Soci...
POLITICA: Walter Ihoshi faz carreata de agradecime... No último dia 18 (sábado), o deputado federal Walter Ihoshi (PSD-SP), eleito para o terceiro mandato na Câmara dos Deputados com 88.070 votos, fez uma...
INTERCÂMBIO: Autoridades de Nanjo, em Okinawa, par... Uma cerimônia bastante simbólica marcou a comemoração dos 10 anos da cidade de Nanjo, em Okinawa. Mas não foi somente lá, do outro lado do mundo, que ...

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *